Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Comunidade da Revista Espírito Livre

20 de Junho de 2009, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

A Revista Espírito Livre é uma iniciativa que reune colaboradores, técnicos, profissionais liberais, entusiastas, estudantes, empresário e funcionários públicos, e tem como objetivos estreitar os laços do software livre e outras iniciativas e vertentes sócio-culturais de cunho similar para com a sociedade de um modo geral, está com um novo projeto neste ano de 2009.

A Revista Espírito Livre visa ser uma publicação em formato digital, a ser distribuída em PDF, gratuita e com foco em tecnologia, mas sempre tendo como plano de fundo o software livre. A publicação já se encontra na terceira edição. A periodicidade da Revista Espírito Livre é mensal.


GNOME 2.32 é lançado

30 de Setembro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Foi lançada hoje a versão 2.32 do GNOME. Ela traz centenas de correções de erros e melhorias solicitadas por usuários e é o último lançamento planejado para a série 2 do GNOME. Até a chegada da versão 3.0, somente atualizações de manutenção estão planejadas para a série 2.

Entre as novidades estão: novos recursos para o mensageiro instantâneo Empathy, como suporte a meta-contatos, pesquisa de contatos em tempo real, opção para não armazenar registro de mensagens e mostrar automaticamente conversas recebidas; melhor suporte a acessibilidade no visualizador de documentos, permitindo que arquivos como PDF sejam lidos pelo Leitor de tela.

Além disso, a comunidade tem realizado uma grande tarefa de limpeza para garantir que nenhum código obsoleto seja utilizado nas novas versões, além de uma suave transição para o GNOME 3.0.

Vale ressaltar que graças ao Projeto de tradução do GNOME, a versão 2.32 suporta mais de 50 idiomas, com pelo menos 80% de mensagens traduzidas, incluindo os manuais do usuário e administração para muitos idiomas.

O GNOME 2.32 pode ser conferido assim que as distribuições lançarem novas versões com as atualizações. Para quiser compilar mais de 7 milhões de linhas de código, os arquivos fontes podem ser baixados e compilados usando o aplicativo JHBuild.

Informações completas sobre a nova versão estão nas Release Notes.

Fonte: http://imasters.uol.com.br/noticia/18427/desenvolvimento/gnome_232_e_lancado/


Lançada edição n.18 da Revista Espírito Livre!

30 de Setembro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda
Revista Espírito Livre - Ed. #018 - Setembro 2010

Revista Espírito Livre - Ed. #018 - Setembro 2010

Revista Espírito Livre - Ed. n #018 - Setembro 2010
Revista Espírito Livre - Ed. n #018 - Setembro 2010

Caro leitor, trazemos mais uma nova edição que, para não ser diferente, foi gerada depois de muito trabalho de uma equipe batalhadora, e que merece todo o respeito. Procuramos disponibilizá-la no menor tempo possível, entretanto a falta de certos recursos inviabilizaram o processo. Mesmo assim, estamos aqui como a edição do mês de setembro. Tivemos a oportunidade de estar frente a frente com Linus    Torvalds, criador do Linux, o popular kernel que habita em diversos de nossos computadores. Ele esbanjou simpatia ao nos receber em uma longa entrevista durante a LinuxCon, em São Paulo. Não somente a entrevista, mas juntamente com o fato de que ainda não havíamos tido uma capa sobre o tão falado pinguim, além de sua popularidade já comprovada, foram os responsáveis pela escolha deste tema. Apesar do bate-papo ter sido longo, preferimos publicá-lo na íntegra, sem cortes, onde Torlvalds, assim como em várias de suas declarações, divide opiniões por onde passa. O que se constata é que, kernel após kernel, o Linux se fundamenta como uma solução viável entre os mais diversos usuários. Isto graças, não somente a Torvalds, mas a uma comunidade atuante e sempre em evolução. Quanto a entrevista, agradecimento especial a Kemel Zaidan, que esteve no evento representando a Revista Espírito Livre.

Além da entrevista, contamos ainda com a colaboração de diversos outros parceiros, que fundamentaram bem o tema de capa. Ricardo Ogliari faz uma análise do pinguim nos dispositivos móveis, mais especificamente nos celulares, enquanto Rodrigo Carvalho foca o seu uso no Android, o sistema operacional baseado em Linux, que vem se popularizando rapidamente entre as empresas que produzem aparelhos de celular e seus respectivos usuários, que por diversas vezes, se apresentam como fãs da plataforma. Jomar Silva faz uma pergunta interessante sobre os usuários linux: “Quem não usa Linux?”, afinal muitos usam sem saber! Alexandre Oliva avalia pontos polêmicos que envolvem o este famoso kernel e levanta várias questões que merecem ser analisadas.

Em paralelo a isso tudo, os outros colaboradores também enriqueceram a edição com suas matérias: Marco Passos destaca a dificuldade de coordenar projetos colaborativos enquanto Jamerson Tiossi afirma que o usuário doméstico é a fronteira final quanto a adoção do software livre no desktop. André Déo e Aécio Pires descrevem como gerenciar redes com o Zabbix e prometem continuar com outros artigos a respeito. Alexandre A. Borba levanta questões de reflexão sobre a recente criação da suite LibreOffice.

Além destes, outros também contribuiram e o meu sentimento é de muita gratidão com todos, entre estes os nossos parceiros das promoções, sorteios e brindes.

Estamos pipocando de promoções e desta vez batemos o recorde entre todas as edições. São promoções para todos os gostos. Cursos, maratonas, eventos, livros, kits e muito mais. Convidamos os leitores a sempre visitarem o site oficial da revista, pois algumas promoções acabam sendo feitas somente através do site, de nossas redes sociais, parceiros, etc. Vale ressaltar ainda que, se você já participou de uma promoção, pode se inscrever nas demais promoções, sem problema. Só não há necessidade de se inscrever numa mesma promoção várias vezes, já que os registros duplicados são excluídos. É torcer e ficar atentos às novidades!

Um forte abraço a todos nossos leitores, que mês após mês, nos revigora com mensagens de conforto e garra, muito importantes para que nos fortalecer e mantermos nosso compromisso de ler informação de qualidade e credibilidade, a custo zero ao leitor. Reforço a chamada por diagramadores e aproveito ainda para me desculpar pelos artigos que ainda não foram publicados. Já estão na lista de tarefas. Até a próxima!



Comunidade OpenOffice.org cria fundação independente para continuar o desenvolvimento da suíte de escritório livre

28 de Setembro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Segue release na íntegra, disponibilizado esta manhã, pelo projeto:

Com apoio de gigantes da Tecnologia da Informação, líderes mundiais do projeto OpenOffice.org passam a desenvolver a suíte de forma independente. BrOffice.org – Projeto Brasil faz parte da fundação.

A comunidade de voluntários que desenvolve e promove o OpenOffice.org, a suíte de escritório livre líder do mercado, anuncia uma grande mudança na estrutura do projeto. Depois de 10 anos de sucesso com a Sun Microsystems como fundadora e principal patrocinadora, o projeto lança uma fundação independente chamada “The Document Foundation” (TDF). A Fundação escolheu a marca LibreOffice, internacionalmente, como uma alternativa ao OpenOffice.org e vai coordenar e supervisionar o desenvolvimento do software.

O objetivo é ter maior independência na decisão sobre os rumos do projeto internacional, alinhando-o às necessidades de instituições e pessoas que já usam o aplicativo. Já os usuários brasileiros continuarão utilizando o BrOffice.org, cuja marca permanecerá a mesma. Ao integrar-se no esforço de desenvolvimento da The Document Foundation, o projeto brasileiro continua com o mesmo foco: desenvolver o melhor pacote de aplicativos livre para o Brasil.

Uma versão beta, baseada no OpenOffice.org 3.3, com alguns acréscimos, já está disponível para download no site: http://www.libreoffice.org. Desenvolvedores serão convidados a participar do projeto e a contribuir com desenvolvimento do código fonte, bem como tradução, teste, documentação e suporte.

A Oracle, que permaneceu com os ativos do OpenOffice.org, em consequência da compra da Sun Microsystems, foi convidada a participar da nova Fundação, e a doar a marca para a comunidade. Enquanto a The Document Foundation aguarda essa decisão, a marca a ser adotada é “LibreOffice”. A fundação contará com apoios de gigantes mundiais de TI, como a Canonical, Google, Novell, Red Hat e Open Source Initiative.

The Document Foundation apoia o ODF (Open Document Format), e está disposta a trabalhar junto com a OASIS para a próxima evolução da norma ISO”, disse Charles Schulz, membro do Conselho da Comunidade e líder da Confederação de línguas nativas. “The Document Foundation traz para mesa o ponto de vista dos desenvolvedores, apoiadores e usuários, e isso pode acelerar o processo de adoção do ODF nas diversas instâncias governamentais e empresariais”.

Conforme o coordenador geral da BrOffice.org, Claudio Ferreira Filho, a novidade é animadora: “A BrOffice.org – Projeto Brasil em nome da comunidade BrOffice.org sente-se orgulhosa de ser parte integrante da The Document Foundation. Nosso país já possui importantes investimentos no Open Document Format e nas ferramentas de software que o suportam. Apoiamos a The Document Foundation em sua missão e visão e estamos prontos para juntar forças ao processo de desenvolvimento do LibreOffice e BrOffice.org”, afirma Claudio Ferreira Filho.

Olivier Hallot, integrante do Conselho Diretor da TDF e Diretor da BrOffice.org Projeto Brasil, afirma: “O objetivo maior é preservar a qualidade do nosso produto, honrando o compromisso que firmamos com instituições e usuários que utilizam a suíte. É também uma garantia de continuidade e inovação para gestores que planejam adotar o aplicativo e o formato ODF para documentos”.

Declarações de lideranças internacionais

Falando em nome dos grupos de usuários, Sophie Gautier – uma veterana colaboradora da comunidade e antiga mantenedora do projeto de localização da língua francesa – declarou: “Acreditamos que a Fundação é um passo importante para a evolução da suíte, porque libera o desenvolvimento do código e a evolução do projeto das restrições representadas pelos interesses comerciais de uma única empresa. Defensores do software livre ao redor do mundo têm a oportunidade extraordinária de juntar-se ao grupo, como membros fundadores, para escrever um novo capítulo na história do software livre”, afirma Gautier.

Chris DiBona, Gerente de programas de código aberto do Google Inc., comentou o seguinte: “A criação da Fundação é um importante passo para incentivar um maior desenvolvimento das suítes de escritórios de código aberto. O Google se orgulha de ser um apoiador da Fundação e de participar deste projeto”.

“Viva o LibreOffice”, disse Markus Rex, Vice-Presidente Sênior e Gerente Geral de Soluções de Plataforma Aberta da Novell. “Estamos ansiosos para trabalhar com a TDF para ajudar a desenvolver uma sólida oferta de software de documentos de código fonte aberto. Finalmente, nós esperamos que o LibreOffice faça, para o mercado de produtividade para escritórios, o que o Mozilla Firefox tem feito para os navegadores”.

Jan Wildeboer, EMEA Open Source Affairs da Red Hat, comentou: “Em todo o mundo, os usuários, empresas e governos estão migrando para soluções verdadeiramente livres baseadas em padrões abertos. O LibreOffice fornece o elo que faltava, e quanto a Red Hat, estamos orgulhosos em aderir a este esforço “.

Mark Shuttleworth, fundador e acionista majoritário da Canonical, fabricante do Ubuntu, declarou: “Software de produtividade para escritórios é um componente fundamental. O Projeto Ubuntu terá o prazer de incluir o LibreOffice em versões futuras do Ubuntu. O gerenciamento do LibreOffice pela Fundação fornece aos desenvolvedores do Ubuntu um fórum eficaz para a colaboração em torno do código que faz do Ubuntu uma solução efetiva para computador em ambientes de escritório”.

“O Open Source Initiative tem observado uma nova tendência de comunidades colaborativas para software de código aberto”, disse Simon Phipps, diretor da Open Source Initiative.”Saudamos a iniciativa da Fundação e estamos ansiosos para a inovação que ela é capaz de conduzir, com uma comunidade verdadeiramente aberta, reunida em torno de um software livre em comum, no melhor espírito de software de código aberto”.

O que é a The Document Foundation

The Document Foundation é uma Fundação meritocrática, independente e autônoma criada por lideres da antiga Comunidade OpenOffice.org. Eles continuam a desenvolver na Fundação, os dez anos de trabalho dedicado pela comunidade OpenOffice.org. A TDF foi criada na convicção de que uma fundação independente, é o ajuste adequado aos valores de aberturas essenciais da Comunidade, transparência e valorização das pessoas pela sua contribuição. Está aberta a qualquer pessoa que concorde com os nossos valores fundamentais e contribua com as nossas atividades, e congratula-se com a participação das empresas, por exemplo, através do patrocínio de pessoas para trabalhar como iguais ao lado de outros colaboradores da comunidade.

Fonte: http://www.broffice.org/the_document_foundation


Curso gratuito de JAVA à distância

24 de Setembro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Estão abertas as inscrições para o curso gratuito de JAVA, a 7ª turma do curso a distância “Desenvolvimento de Aplicativos Desktop em Java Utilizando Padrões” acontecerá entre o dia 08 de novembro e 10 de dezembro de 2010.

O curso busca capacitar estudantes e profissionais de TI a projetar aplicativos desktop estruturados em camadas, utilizar padrões de projeto no desenho de aplicativos CRUDs e a implementar aplicativos usando a linguagem Java, a IDE NetBeans e bancos de dados relacionais.

Pré-requisitos para o curso de JAVA:

  • Possuir conhecimento intermediário de Java;
  • Possuir conhecimento básico de banco de dados/linguagem SQL;
  • Dispor de computador que atenda aos requisitos mínimos exigidos para instalação das últimas versões dos softwares usados no curso (JDK, NetBeans e H2 Database);
  • Ter acesso à internet (banda larga é desejável);
  • Dispor de 8 horas semanais para estudo dos módulos.

A carga horária é de 40 horas.

Mais informações, visite a página do curso.



Relação de ganhadores do sorteio: Maratona JBoss

23 de Setembro de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A Tempo Real Eventos em  parceria com a Revista Espírito Livre sorteou cinco inscrições para o curso Maratona JBoss entre os leitores das edições da revista. O curso acontece no dia 25 de setembro de 2010. Os ganhadores devem fazer suas inscrições o quanto antes, atraves do link que foi enviado por email.

Google Android Tutorial Mão na Massa - 1 profissional por máquina

E os ganhadores foram:

André Luiz Machado de Souza - Recife/PE

Mário Mayerle Filho – São José/SC

André Luís de Carvalho Marinho – Puxinanã/PB

Ronaldo Vieira Lima – Praia Grande/SP

Ricardo Esteves Pontes – Campinas/SP



Tags deste artigo: publicação código aberto software livre revista espírito livre revista opensource