Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Comunidade da Revista Espírito Livre

20 de Junho de 2009, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

A Revista Espírito Livre é uma iniciativa que reune colaboradores, técnicos, profissionais liberais, entusiastas, estudantes, empresário e funcionários públicos, e tem como objetivos estreitar os laços do software livre e outras iniciativas e vertentes sócio-culturais de cunho similar para com a sociedade de um modo geral, está com um novo projeto neste ano de 2009.

A Revista Espírito Livre visa ser uma publicação em formato digital, a ser distribuída em PDF, gratuita e com foco em tecnologia, mas sempre tendo como plano de fundo o software livre. A publicação já se encontra na terceira edição. A periodicidade da Revista Espírito Livre é mensal.


FFMPEG – transformando vídeo em GIF animado

31 de Dezembro de 2012, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

teste
Para quem ainda não conhece, FFmpeg é um programa de computador que grava, converte e cria stream de áudio e vídeo em diversos formatos. FFmpeg é um programa utilizado em linha de comando, sem interface gráfica, que é composto de uma coleção de software livre e bibliotecas de código aberto, inclui libavcodec (biblioteca de codec de áudio e vídeo) e libavformat (um multiplexador/demultiplexador de conteúdo de áudio e vídeo). Neste breve tutorial mostraremos como transformar trechos de vídeo em gif animado.

CONVERTER VÍDEO EM GIF ANIMADO

Para converter vídeo em gif animado, faça num terminal:
$ ffmpeg -i video.avi -pix_fmt rgb24 -f gif saida.gif
Onde:
-i => aponta para o arquivo de vídeo que será utilizado;
-pix_fmt => formato de cores suportado por immagens gif;
-f => força a saida para GIF;
saida.gif => o arquivo de saída do comando.

PARA DEFINIR O TAMANHO DO GIF:

 
$ ffmpeg -i video.avi -pix_fmt rgb24 -r 12.0 -loop_output 0 -f gif -s 300×300 saida.gif
Onde:
-r => já mostramos aqui… definimos o frame rate;
-loop_output => quantas vezes o gif vai repetir a seqüência das imagens. Para loop infinito defina 0 (zero);
-s => tamanho final da imagem em pixels.

GIFS DE TRECHOS ESPECÍFICOS DO VÍDEO

 
$ ffmpeg -i video.avi -pix_fmt rgb24 -r 12.0 -loop_output 0 -ss 00:01:14 -t 00:01:18 -f gif saida.gif
Onde:
-ss => é o ponto inicial da gravação, ponto inicial do corte;
-t => é a posição final de gravação, é o ponto final do corte.
Fonte e Créditos: aqui



Conhecendo o Nautilus – 22º Script – Controlando o Brilho do Monitor

31 de Dezembro de 2012, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

scripts-msg-plus

Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 4 passos:

 

1 – Abra o Gedit ou o seu editor de texto preferido;

2 – Copie e cole o texto do Script, que se encontra no final desta postagem;

3 – Salve o arquivo em “/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/” e dê um nome bem sugestivo para esse arquivo;

4 – Abra um terminal, logue-se como root e digite:

chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

 

Após os 4 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

 

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:

Acesse aqui!!!!

 

Ai vai o 22º script da série:
Controlando o Brilho do Monitor

Esse script poderá ser usado por aqueles que querem um controle de luminosidade do monitor bem perto das mãos ou melhor perto do clique. Com ele você poderá escolher a luminosidade ou brilho do seu monitor, numa escala de “0 à 100″, pois basta arrastar o ”Slider” para o valor desejado e apertar o botão ”OK”.

brilho

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity - xbacklight

#!/bin/bash
#virmal_divx 2012
# para instalara as dependências, use: apt-get install zenity xbacklight + enter

ttbrilho=`zenity –scale –title “Regulando o brilho do monitor” –text=”Selecione a quantidade de brilho que deseja, os valores possíveis são de 0 até 100″ –step=”10″`


xbacklight -set $ttbrilho%


Conhecendo o Nautilus – 21º Script – Compactando Arquivos PDF

31 de Dezembro de 2012, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

scripts-msg-plus

Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 4 passos:

 

1 – Abra o Gedit ou o seu editor de texto preferido;

2 – Copie e cole o texto do Script, que se encontra no final desta postagem;

3 – Salve o arquivo em “/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/” e dê um nome bem sugestivo para esse arquivo;

4 – Abra um terminal, logue-se como root e digite:

chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

 

Após os 4 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

 

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:

Acesse aqui!!!!

 

Ai vai o 21º script da série:
Compactando Arquivos PDF 

Meus caros, o Script de hoje não foi criado por mim e sim pelo Ricardo Ferreira, por se tratar de um excelente Script que cumpre perfeitamente bem o seu papel no que diz respeito a compactação/otimização de arquivos no formato PDF, não haveria motivos para fazer outro.

pdf
Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity – ghostscript

#!/bin/bash
# Author: Ricardo Ferreira
# Website: https://launchpad.net/compress-pdf
#
# To install move it to ~/.gnome/nautilus-scripts and chmod +x it.
# Dependencies: zenity, ghostscript

# Messages

# English (en-US)
error_nofiles=”No file selected.”
error_noquality=”No optimization level selected.”
error_ghostscript=”PDF Compress requires the ghostscript package, which is not installed. Please install it and try again.”
label_filename=”Save PDF as…”
label_level=”Please choose an optimization level below.”
optimization_level=”Optimization Level”
level_default=”Default”
level_screen=”Screen-view only”
level_low=”Low Quality”
level_high=”High Quality”
level_color=”High Quality (Color Preserving)”

case $LANG in


pt* )

# Portuguese (pt-PT)
error_nofiles=”Nenhum arquivo pdf, foi selecionado.”
error_noquality=”Nenhum nível de otimização escolhido.”
error_ghostscript=”O PDF Compress necessita do pacote ghostscript, que não está instalado. Por favor instale-o e tente novamente.”
label_filename=”Salvar PDF como…”
label_level=”Por favor escolha um nível de otimização abaixo.”
optimization_level=”Nível de Otimização”
level_default=”Normal”
level_screen=”Visualização na Tela”
level_low=”Baixa Qualidade”
level_high=”Alta Qualidade”
level_color=”Alta Qualidade (Preservação de Cores)”;;


es* )

# Spanish (es-AR) by Eduardo Battaglia
error_nofiles=”Ningún archivo seleccionado.”
error_noquality=”Ningún nivel de optimización escogido.”
error_ghostscript=”Compress PDF necesita el paquete ghostscript, que no está instalado. Por favor instálelo e intente nuevamente.”
label_filename=”Guardar PDF como…”
label_level=”Por favor escoja un nivel de optimización debajo.”
optimization_level=”Nivel de Optimización”
level_default=”Normal”
level_screen=”Sólo visualización”
level_low=”Baja calidad”
level_high=”Alta calidad”
level_color=”Alta calidad (Preservación de Colores)”;;

esac


VERSION=”1.0″

ZENITY=$(which zenity)

GS=”/usr/bin/ghostscript”

if [ ! -x $GS ] ; then
        $ZENITY –error –title=”Compress PDF “$VERSION”" –text=”$error_ghostscript”
        exit 0;
fi

# Check if we have selected any files…

if [ -z "$NAUTILUS_SCRIPT_SELECTED_FILE_PATHS" ]; then
        $ZENITY –error –title=”Compress PDF “$VERSION”" –text=”$error_nofiles”
        exit 0;
fi

# Ask the user to select a compressing format

selected_format=$($ZENITY  –list  –title=”Compress PDF “$VERSION”" –text “$label_level” –radiolist  –column “” –column “$optimization_level” TRUE “$level_default” FALSE “$level_screen” FALSE “$level_low” FALSE “$level_high” FALSE “$level_color”)

if [ -z "$selected_format" ]; then

        $ZENITY –error –title=”Compress PDF “$VERSION”" –text=”$error_noquality”
        exit 0;
fi

# Select the compressing utility to use

case $selected_format in
        “$level_default”)
                COMP_COMMAND=”/default”
        ;;
        “$level_screen”)
                COMP_COMMAND=”/screen”
        ;;
        “$level_low”)
                COMP_COMMAND=”/ebook”
        ;;
        “$level_high”)
                COMP_COMMAND=”/printer”
        ;;
        “$level_color”)
                COMP_COMMAND=”/prepress”
        ;;
esac

# Ask for output file name

output_filename=compressed-”$1″
output_filename=$($ZENITY –file-selection –save –confirm-overwrite –filename=”$output_filename” –title=”$label_filename”)

# Execute the command while showing a progress bar.

(echo “0″ ;
 gs -sDEVICE=pdfwrite -dCompatibilityLevel=1.4 -dPDFSETTINGS=$COMP_COMMAND -dNOPAUSE -dQUIET -dBATCH -sOutputFile=”$output_filename” “$1″
 echo “100″) | $ZENITY –progress –pulsate –title=”Compress PDF “$VERSION”"


Conhecendo o Nautilus – 20º Script – Protegendo PDF com Senha

29 de Dezembro de 2012, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

scripts-msg-plus

Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 4 passos:

 

1 – Abra o Gedit ou o seu editor de texto preferido;

2 – Copie e cole o texto do Script, que se encontra no final desta postagem;

3 – Salve o arquivo em “/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/” e dê um nome bem sugestivo para esse arquivo;

4 – Abra um terminal, logue-se como root e digite:

chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

 

Após os 4 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

 

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:

Acesse aqui!!!!

 

Ai vai o 20º script da série:
Protegendo PDF com Senha

O Script de hoje permite que você coloque uma senha em seus arquivos PDF, com isso qualquer pessoa que quiser abrir seus arquivos em PDF, terão que ter essa senha, essa é mais uma forma de proteger o seu material importante.

O funcionamento é simples, primeiro você seleciona o arquivo que será protegido e depois um nome e local para salvar o arquivo que será criado com a senha e no final basta escolher a senha e aguardar o processo de criação do arquivo.

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity – pdftk

#!/bin/bash
#virmal_divx 2012

(
echo “# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!”

ENTRADA=`zenity –file-selection  –title=”Selecione o arquivo em pdf que deseja proteger”`


SAIDA=$(zenity –title=”Selecione um local e nome para salvar o arquivo que será gerado” –file-selection –save –confirm-overwrite);


SENHA=`zenity –entry  –title=”Identificação do Proprietário” –text=”Digite a senha para o documento, sem espacos ou caracteres especiais”`


pdftk “$ENTRADA” output “$SAIDA“.pdf owner_pw vrlivre user_pw $SENHA allow AllFeatures


echo “# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!”

) | zenity –progress –width 200 –height 100 –title “Informação do Sistema” –text “Trabalhando…” –pulsate –auto-close



Conhecendo o Nautilus – 19º Script – Convertendo PDF em Texto

29 de Dezembro de 2012, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

scripts-msg-plus

Para que você possa instalar os Scripts em seu Nautilus é bem simples, só precisa de 4 passos:

 

1 – Abra o Gedit ou o seu editor de texto preferido;

2 – Copie e cole o texto do Script, que se encontra no final desta postagem;

3 – Salve o arquivo em “/home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/” e dê um nome bem sugestivo para esse arquivo;

4 – Abra um terminal, logue-se como root e digite:

chown seu-usuario.seu-usuario -R /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ && chmod +x /home/seu-usuario/.gnome2/nautilus-scripts/ + enter

 

Após os 4 passos acima o Script já estará disponível no menu de contexto do Nautilus.

 

Se quiser ver a primeira postagem e saber mais sobre os Scripts do Nautilus:

Acesse aqui!!!!

 

Ai vai o 19º script da série:
Convertendo PDF em Texto

Nesse Script todos os arquivos em formato PDF que estiverem no diretório ou pasta em que ele for acionado, vão ser convertidos em arquivos de texto, claro ele vai manter os originais e criar uma cópia em“.txt”.

Obs.: Como sempre existem alguns parâmetros neste Script que podem (devem) ser modificados de acordo com a sua necessidade.


E o mais importante, compartilhe as suas melhorias e modificações, a comunidade GNU/Linux vai agradecer.

Dependências: zenity – pdftk

#!/bin/bash
#vrlivre

(
echo “# Estamos trabalhando, por favor aguarde o processo terminar !!!”

#for i in `ls *.pdf` ; do pdftotext $i | less; done
for i in `ls *.pdf` ; do pdftotext -layout $i | less; done

echo “# Trabalho terminado !!! Bom trabalho!!!!”
) | zenity –progress –width 200 –height 100 –title “Informação do Sistema” –text “Trabalhando…” –pulsate –auto-close



Tags deste artigo: publicação código aberto software livre revista espírito livre revista opensource