Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Rádio Software Livre

22 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.

O aluno de hoje é muito mais informado e conectado, ressalta professora universitária

16 de Novembro de 2014, 15:23, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

 

O cenário da educação superior no Brasil foi o tema da entrevista que a #RádioLivreNaFeira realizou hoje com a pedagoga e professora universitária Cristiane Vieira. Na avaliação de Cristiane, houve uma ampliação do acesso à educação nos últimos anos. "Isso aumenta também a possibilidade de ascensão social. A educação continua sendo um dos espaços possíveis de mudança e melhora do país", destacou.

ESCUTE a entrevista COMPLETA:




Saiba mais sobre o movimento de mulheres trans no Brasil

16 de Novembro de 2014, 14:44, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

A relação entre os movimentos de mulheres e o ativismo transgênero foi tema do bate-papo que a advogada Luísa Stern bateu conosco neste domingo. "Esta relação nunca foi muito tranquila. Para boa parte das pessoas, as mulheres trans ainda são vistas pelo seu gênero de nascimento e não pelo seu gênero reivindicado e conquistado", ressaltou.

Stern, que é mulher transexual, também falou sobre sua experiência pessoal, além de contextualizar o cenário de lutas pelos direitos trans no Brasil e no mundo. Para saber mais sobre o transfeminismo, ESCUTE a entrevista completa:




Fique por dentro dos bastidores da Wikipédia

16 de Novembro de 2014, 14:09, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

 

O vice-presidente da Wikimedia Foundation, Patrício Lorente, foi o convidado de mais um edição do programa [AÇÃO DIRETA] neste domingo (16). No bate-papo, Lorente falou sobre o gerenciamento da Wikipedia e a qualidade do conteúdo disponível, entre diversos outros assuntos, além de criticar iniciativas como o Facebook.

Na avaliação de Lorente, esta rede social se aproporia do conteúdo e suas informações pessoais de seus usuários. "Este é o exemplo de uma empresa para a qual os usuários trabalham gratuitamente. A visão da Wikimédia é completamente distinta. Todos os nossos conteúdos estão disponíveis em licenças livres", destacou.

De acordo com o vice-presidente, mais de 500 milhões de pessoas consultam a enciclopédia virtual a cada mês. "A Fundação nasceu para viabilizar que a Wikipedia nunca dependesse de publicidade, para evitar que se pudesse influenciar sobre os conteúdos. Queremos manter sempre conteúdos livres", ressaltou.

ESCUTE a entrevista COMPLETA:




Escola de Porto Alegre oferece aulas de robótica e educomunicação

16 de Novembro de 2014, 12:10, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

As aulas de robótica e educomunicação estão mudando a rotina dos alunos da Escola Municipal Anísio Teixeira, em Porto Alegre. Esta semana, um grupo de estudantes que participam dos projetos "Alunos em Rede" e "Autoria digital" estiveram na 60ª Feira do Livro e vieram conhecer o estúdio da #RádioLivreNaFeira.

O que houve foi uma troca: eles entrevistaram o pessoal da rádio e nós também aproveitamos a oportunidade para saber um pouquinho mais sobre esta proposta pedagógica diferenciada, que envolve diversas disciplinas e alia conhecimentos.


CONFIRA a entrevista completa!




Cultura afro-brasileira com Richard Serraria na #RádioLivreNaFeira

16 de Novembro de 2014, 11:26, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

O músico conversou conosco sobre a presença negra na cultura do Rio Grande do Sul e região. Além disso, Serraria falou sobre direitos autorais e nos deu uma palhinha do seu trabalho.

Ativista da música livre, Serraria também é pesquisador e assina um artigo no livro "História e cultura africana e afro-brasileira", lançado durante a 60ª Feira do Livro de Porto Alegre. "Este artigo que eu escrevi faz um breve inventário do material de pesquisa que eu venho fazendo nos últimos anos", explicou.

Na avaliação de Serraria, é fundamental contribuir para que a academia abra cada vez mais os olhos para as manifestações populares.  "Os tambores cavalgam sobre as fronteiras. A cultura negra se mostra muito forte no cone-sul. O tango original, na bacia do Rio da Prata, sempre foi realizado com tambores. Ao mesmo tempo a gente tem o candombe espalhado pela Argentina, pelo Paraguai, pelo Rio Grande do Sul", destacou.

ESCUTE a entrevista COMPLETA:




Poesia sem porta de emergência

15 de Novembro de 2014, 14:40, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

O [LICENÇA POÉTICA] de hoje foi para lá de especial. Confira o trabalho de Germana Zanettini



A poeta Germana Zanettini esteve no estúdio da Rádio Software Livre neste sábado ensolarado na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre.

Prestes a lançar seu primeiro livro, Germana começou a escrever em 2011, após participar de uma oficina com o poeta Mario Pirata. "No início eu tinha vergonha de mostrar pros outros. Depois, comecei a publicar nas redes sociais e as pessoas curtiram", contou.

 

 

 

ESCUTE a entrevista COMPLETA:

 



Como anda o cenário do software livre no Brasil?

15 de Novembro de 2014, 14:14, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

A Associação Software Livre completou 11 anos em 2015. Para falar sobre os principais desafios e perspectivas da organização e do setor, conversamos hoje com o coordenador da ASL, Sady Jacques, e a desenvolvedora Tatiane Pires

Sady também resgatou um pouco a história do SL no Brasil e no mundo. "Durante muito tempo o SL serviu fundamentalmente para pesquisas, em universidades ou empresas. Ele não estava preocupado em produzir serviço para o mundo cotidiano. Foi só a partir da metade dos anos 90, quando os projetos GNU e Linux se unificaram, que isso começou a ser feito. De lá para cá,  os softwares livres ganharam cada vez mais destaque e construíram soluções que hoje são bastante expressivas, como o firefox e boa parte do sistema Android, para celulares", ressaltou.

ESCUTE a entrevista completa:




"É preciso deixar as pessoas falarem por si mesmas", diz Jean Wyllys

15 de Novembro de 2014, 13:49, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

A Rádio Software Livre entrevistou o jornalista e Deputado Federal pelo PSOL-RJ Jean Wyllys na tarde desta sexta-feira (14). Ele participou de um bate-papo no Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo, onde falou sobre śua trajetória política, sempre ligada a questões sociais.

 

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA:

 

 

Na entrevista, o deputado falou sobre o projeto de regulamentação da prostituição proposto por ele e elaborado com apoio de militantes. Ele ressaltou a importância de deixar as populações oprimidas falarem sobre seus próprios problemas. "A questão da representação é muito cara à esquerda. É preciso deixar as pessoas falarem em nome de si mesmas", setencia.

Entre as principais críticas de alguns setores do movimento social está uma possível legitimação de espaços que são opressores às mulheres caso o projeto seja aprovado. Jean classificou a crítica como descontextualizada e conservadora. "Numa sociedade capitalista, todos os corpos são explorados comercialmente. O problema é por que o comércio do corpo envolve o órgão sexual da mulher? Isso é o velho moralismo", argumenta.

Sobre sua atuação no Congresso, afirmou que tem se dedicado muito a fazer um mandato focado em ouvir a população. "Tenho dormido muito pouco para poder fazer um bom trabalho e ainda ter tempo para coisas que gosto, como escrever", conta.



O embalo telúrico de Leo Sosa

15 de Novembro de 2014, 12:10, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

 

O músico uruguaio Leo Sosa esteve no [PALHINHA] desta sexta-feira (15) apresentando seu som autoral, ao ritmo do violão e do candombe.  "Minha música, de alguma maneira, é uma resposta a todas as influências que me chegam. E nisso está passar pelas ruas de Montevidéu e escutar tambores, a cultura negra, e um pouquinho de músicas do exterior, do rock, do funk. É uma mescla disso também com a milonga, estas coisas mais telúricas que vem da terra", destacou Leo.

ESCUTE a entrevista COMPLETA:




A contestação libertária do AnarcoRap

15 de Novembro de 2014, 11:53, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

O [AÇÃO DIRETA] desta sexta-feira conversou com a Amanda, a Carole  a Georgia, que participam do coletivo. Confira a entrevista!

O coletivo Putinhas Aborteiras se mobiliza em defesa da autonomia das mulheres e contra à opressão e hipocrisia da sociedade conservadora. Além de participar de diversas atividades como marchas, feiras e debates, as gurias mandam ver na batida do Anarcofunk e AnarcoRap, com um som autoral e letras de contestação. Recentemente, as Putinhas se viram envolvidas numa polêmica que ganhou proporções inesperadas por elas.

A bancada do Partido Progressista (PP) na Câmara de Vereadores de Porto Alegre enviou uma notificação à banda. Eles haviam protocolado um requerimento de moção de repúdio à Televisão Educativa do Estado (TVE) por ter apresentado o grupo e divulgado uma música com "palavrões" no programa Radar. O vídeo com a apresentação das Putinhas foi parar em vários blogs e sites de notícias e movimentou as redes sociais.


Quando a liberdade choca
O próprio nome do grupo é uma provocação aos bons costumes. "A gente queria chocar. Nós queríamos desconstruir o termo também. Porque puta é uma coisa ruim? E o aborto? As mulheres fazem abortos há milhões de anos e em pleno século XXI a gente nem toca no assunto. Colocar isso em debate é fundamental, pois mulheres morrem todos os dias por causa disso", ressaltou Carol.

 

CONFIRA a entrevista COMPLETA:




O contraponto sonoro de Ciro Ferreira

14 de Novembro de 2014, 16:38, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda


Nascido e criado sob influência das sonoridades do sul do mundo, o músico gaúcho Ciro Ferreira está lançando seu primeiro CD. O álbum "Contraponto" expõe seu trabalho autoral  em sete faixas. "Tem músicas que foram compostas como fruto de uma paixão arrebatadora. Tem outras que saíram numa viagem de metrô", destacou, acrescentando que a luta social também é fonte de inspiração.


Para mostrar e falar sobre música, Ciro participou do programa [PALHINHA] desta sexta-feira.

CONFIRA a entrevista COMPLETA:




Casa de Cultura Digital Porto Alegre se espraia pelo RS

14 de Novembro de 2014, 16:14, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

Coletivo está mapeando e fortalecendo iniciativas de cultura livre em cidades do interiordo RS

 

 


A Casa da Cultura Digital Porto Alegre comemora dois anos em 2014. Após realizar uma série de oficinas, eventos e debates principalmente na capital gaúcha, o coletivo realiza um projeto de mapeamento e intercâmbio com grupos culturais que atuam no interior do Estado. O projeto está sendo chamado de Observatório.cc e também visa capacitar e fortalecer este rede. Para falar sobre este assunto, a #RádioLivreNaFeira conversou com a Jana Spode e a Carol Chieza, ambas integrantes da CCD-POA.

CONFIRA a entrevista COMPLETA:




Música autoral ao vivo na Rádio Livre na Feira: conheça o som do Victorino

13 de Novembro de 2014, 18:25, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

O programa Palhinha dessa quinta (13) recebeu o músico Victorino, fazendo um som ao vivo no estúdio na Praça da Alfândega.

Ouça o programa completo:

 




História da criação da terra e do homem contada pela lenda Yorubá

13 de Novembro de 2014, 18:02, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

Onà Artero foi um bom ouvinte das histórias contadas por anciãs, iyás e babás nas roças de candomblé. No livro 'A criação da Terra e do Homem', ele reconta e desenha a lenda Yorubá sobre a criação do mundo. A África é a origem e o berço da civilização. Assim, é necessário resgatar sua história, suas concepções filosóficas, políticas e culturais. Hoje, meninos e meninas, e também alguns adultos, desconhecem os Orixás, os antepassados da etnia negra. Onà convida os leitores: “aproximem-se, aprendam tudo o que aqui está, e guardem em um cantinho do cérebro, pois um dia esse conhecimento lhes será útil”.

Os desenhos, feitos por Onà, podem ser preenchidos e coloridos. O texto é adequado a todas as idades. Os retratos dos orixás, pintados a óleo, foram publicados no verso das capas. Trata-se de uma co-edição com a FBN, através de Edital de Apoio a Autores Negros.


Confira a entrevista de Onà para a Rádio Livre na Feira:

 




Conhece a Litografia? Parte da sua história no RS foi resgatada e registrada em livro

13 de Novembro de 2014, 17:42, por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda

Um lote de pedras litográficas foi doado a um espaço cultural de Porto Alegre. Os blocos foram removidos do chão do terreno de uma antiga gráfica tradicional da cidade, datados de até 1930, quando a técnica da litografia foi substituída pela offset.

Percebida a raridade do acervo, composto por pedras com registros de rótulos de produtos e vestígios de letreiros e estampas decorativas, a artista e professora Miriam Topolar idealizou o projeto que resultou em livro: Memória da Litografia.

Em entrevista para a Rádio Livre na Feira, Miriam conta o desenrolar do projeto e o registro em livro.

Ouça o áudio completo: