Ir para o conteúdo
Mostrar cesto Esconder cesto
ou

Software livre Brasil

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

404 Not Found

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
Tela cheia
 Feed RSS

Paulo Marcos no Rádio, TV e Internet

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Paulo Marcos, radiojornalista formado em Rádio e TV pela UNEB. Especialista em rádio, TV e comunicação digital junto a jovens e lideranças do movimento social. Coordenador da Rádio Barreiros/ADASB. É empreendedor individual e através da produtora NaCangaia presta serviços nas áreas de vídeo, fotografias e radiojornalismo.

O julgamento de Lampião - Divagações entre o real e a utopia

26 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O JULGAMENTO DE LAMPIÃO
Divagações entre o real e a utopia
Gerivaldo Alves Neiva, Juiz de Direito
Bezouro, Moderno, Ezequiel,
Candeeiro, Seca Preta, Labareda, Azulão!
Arvoredo, Quina-Quina, Bananeira, Sabonete,
Catingueira, Limoeiro, Lamparina, Mergulhão, Corisco!
Volta Seca, Jararaca, Cajarana, Viriato,
Gitirana, Moita-Brava, Meia-Noite, Zambelê!
Quando degolaram minha cabeça
passei mais de dois minutos
vendo o meu corpo tremendo
E não sabia o que fazer
Morrer, viver, morrer, viver!
(Sangue de Bairro, de Chico Science)



Entrevista com Neusa Cadore (PT/BA): Balanço da campanha 2010

24 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A deputada estadual Neusa Cadore (PT/BA) avalia as visitas aos mais de 60 municípios até o momento e comenta sobre as prioridades do PT para a Bacia do Jacuípe. A deputada conversou com o radialista Paulo Marcos, nesta terça-feira (24), quando fez um balanço positivo dos primeiros dois meses da campanha. Neusa falou que está conversando com as organizações populares, os partidos políticos, vereadores, prefeitos e diversas outras pessoas dos municípios.

Está sendo muito agradável, muito gratificante, muito energizador estar fazendo esta campanha”, Neusa.

Ouça aqui a entrevista:

Paulo Marcos: E agora a gente conversa com a deputada estadual Neusa Cadore do PT da Bahia. Tudo bem Neusa?

Neusa Cadore: Tudo bem, Paulo Marcos.

Paulo Marcos: Estamos em campanha. A campanha está nas ruas, na TV, no Rádio e na Internet. Você já visitou mais de 60 municípios ao longo de julho e agosto. Participou também de comícios com a chapa majoritárias e fez uma importante reunião com a candidata a senadora Lídice da Mata. Qual o balanço que você faz desta campanha para as eleições de outubro?

Neusa Cadore: Então Paulo, a gente além dos eventos, carreatas, comício... agente também tem feito atividades bem próximas das comunidades, inclusive na zona rural com a militância e as pessoas em geral e um sentimento muito forte é a gente confirmar no contato direto o que as pesquisas indicam, Dilma e Wagner ganhando no primeiro turno. Tem sido muito interessante a gente poder conversar com as pessoas, poder levar mais informação sobre esse grandioso projeto. Nós temos nos preocupado muito em refletir nas principais ações... na políticas do governo federal e do governo estadual, destacando o novo modelo, que inverte as prioridades, que abre uma agenda nova de participação da sociedade civil. Destacando isso que é muito forte neste novo momento do Brasil e da Bahia, é um novo espaço que se abre, um desafio que isso coloca para a sociedade civil que precisa ser muito parceira não só no voto, mas no engajamento na campanha. Estamos aproveitando este momento para conscientizar a sociedade que neste novo Brasil e nesta nova Bahia o cidadão e a cidadã tem um espaço muito especial e é muito importante que os cidadãos e as cidadãs se engajem nos movimentos, se engajem para defender as bandeiras que ainda precisam ser assumidas e aprofundadas por estes governos. Está sendo muito agradável, muito gratificante, muito energizador estar fazendo esta campanha.

Paulo Marcos: Aliás os governos Wagner e Lula, a própria campanha da Dilma e o seu governo em Pintadas refletem muito bem essa recepção das pessoas.

Neusa Cadore: É isso. É um momento muito apropriado. Eu sempre falo que este momento é conquista do povo brasileiro, é conquista da classe trabalhadora e de todos que batalharam e nós temos na prática, no dia a dia, no concreto … presente uma grande mudança. O governo de Pintadas, o governo de Wagner, o governo do presidente Lula … e é importante que a gente converse sobre isso para que as pessoas se apropriem com muita força e compreendam que mais que todas as importante obras, a energia, a casa, a água que tá chegando é essa nova construção, esse novo modelo da política.

Paulo Marcos: Dia 04 de setembro tem a grande carreata na Bacia do Jacuípe e dia 13 tem o comício da vitória em Pintadas. E por falar no Território da Bacia do Jacuípe, em matéria publicada num jornal esta semana Wagner falou das prioridades para o Território da Bacia do Jacuípe, dentre as prioridades estão a estrada de Ipirá/Pintadas e ampliação do Programa Água para Todos. Eu gostaria de ouvir uma opinião sua sobre estas prioridades do Governo da Bahia para a região.

Neusa Cadore: Olhe Paulo, nosso governador de fato fez uma grande caminhada, uma grande peregrinação pelo Estado todo. E nesta entrevista a gente percebe o quanto ele se apropriou dos desafios de cada região. Wagner foi em cima dos desafios quando ele fala das estradas, na verdade o nosso território é um exemplo de grandes intervenções: as estradas de Ipirá/Pintadas, Capela/Nova Fátima, Pé de Serra/BR 324, Serrolândia/Várzea do Poço, Itaberaba/Ipirá e agora Serra Preta/Riachão do Jacuípe, além disso a água... nós temos além das cisternas, das extensões de rede da Embasa, das perfurações de poços tem o grandioso projeto da Adutora de Pedras Altas que vai levar água doce para as torneiras de mais de 20 municípios, cerca de 170 mil pessoas serão atendidas, então o Água Para Todos tem uma intervenção importantíssima no nosso território.

Eu gostei muito que ele falou também do fortalecimento do cooperativismo e ele fala de outra questão que é um grande desafio, e agente quer abraçar isso junto com o governo, que é o fortalecimento dos arranjos produtivos da agricultura familiar: a cadeia do leite, a cadeia da carne, a questão da agricultura muito amparada pelo programa da compra direta, a parceria com a Conab, essa Lei Federal que obriga que os municípios comprem 30% dos produtos da agricultura familiar, então assim, ajudar a fazer parcerias com gestores, com prefeitos, com os movimentos sociais, com o Governo do Estado e Governo Federal no sentido de fortalecer os arranjos produtivos.

Citou também a ampliação do Hospital Regional de Ipirá. Então, o nosso governador, que tanto visitou o território reafirma o compromisso de continuar com ações que com certeza vão fazer da Bacia do Jacuípe, uma área com 14 municípios, uma área de grande desenvolvimento... e você sabe que nosso território tem uma organização bastante importante com a participação bem equilibrada tanto da sociedade civil quanto dos gestores públicos . Ali o nosso mandato tem uma inserção grande na área da cultura, da agricultura, na batalha pela universidade do semiárido, a organização das mulheres... então, a gente conta com este governo vitorioso de Wagner para continuar ações estruturantes que fortalecem o movimento social e fortalecem nossas gestões, que diga-se de passagem em grande numero são gestões do PT, PC do B, PSB são gestões que estão de tornando referência na região.

Paulo Marcos: Que nos últimos dois anos mudou muito o modo de governar e aquela ideia pessimista da região, do Sertão e da Bacia do Jacuípe que hoje tem grandes administrações. Neusa obrigado pela sua participação.

Neusa Cadore: Valeu. E vamos continuar essa caravana aí rumo a vitória do 13: Dilma, Wagner, Lídice e Pinheiro, nossa bancada federal, a bancada do time de Lula e a gente espera que agente possa renovar o mandato para estar na Assembleia Legislativa defendendo o Território da Bacia do Jacuípe e a Bahia. Obrigado Paulo.

 

Para baixar a entrevista - clique aqui - MP3

Propostas da candidata - clique aqui

Acesse as mídias eletrônicas da candidata:

Site: www.neusanaweb.com.br

Redes sociais:



1

19 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda



Assista o vídeo de Campanha da Deputada Neusa 13690

18 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Neusa Cadore é catarinense e chegou à Bahia em 1984 para desenvolver um trabalho missionário em Comunidades Eclesiais de Base. Foi prefeita de Pintadas por dois mandatos consecutivos (1997 a 2004).

Sua atuação em parceria com os movimentos sociais transformou o pequeno município em uma referência do modo petista de governar no Brasil, pelo modelo de gestão compartilhada e pelo conjunto de ações de convivência com o semiárido. Em 2006, foi eleita Deputada Estadual levando para o Legislativo sua experiência nas lutas populares e no executivo.

Seu Mandato tem como principais bandeiras o fortalecimento dos movimentos sociais; a defesa dos direitos da mulher; a construção partidária; a valorização da juventude; a democratização da cultura; o fortalecimento da agricultura familiar, do cooperativismo e da economia solidária; o acesso à água, luz e infraestrutura, além do apoio às políticas territoriais.

Confira no vídeo as transformações da Bahia e principalmente do semiárido com as políticas implementadas nos Governos Lula e Wagner com o apoio do Mandato da Gente.

O vídeo foi dividido em duas partes.

Assista a parte 1


Assista a parte 2

 

 



Nova Fátima: Prefeito faz acordo com vereadores para votar suplementação orçamentária

17 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 22 comentários

Nova Fátima-BA: Depois do quebra-quebra de 17 de novembro de 2009, conforme publicou o Calila Notícias.com [clique aqui ], a Câmara de Vereadores de Nova Fátima voltou a ter nova sessão tensa, nesta terça-feira, 17 de agosto de 2010, quando dezenas de pessoas foram conferir a votação dos projetos que solicitam Créditos Adicionais para a Prefeitura do município. A votação não ocorreu, mas um acordo já foi firmado entre os dois poderes.

A matéria vem causando polêmicas na cidade porque os vereadores da oposição já apontavam serem contra aos projetos em viados pelo Prefeito Manoel dos Santos. FernandinhoO líder do governo, Manoel Fernandes (Fernandinho do PT), explicou que no dia anterior aconteceu uma reunião onde participaram alguns vereadores e técnicos do governo e surgiu um acordo para retornar o projeto ao Poder Executivo para ajustes. Em vez de 30% os vereadores da oposição acordaram votar numa suplementação de 10% na próxima sessão do dia 24.

Ouça aqui a entrevista com Fernandinho.

Oposição diz que votará dotação orçamentária na próxima sessão

Bazia

A Câmara de Vereadores de Nova Fátima tem nove vereadores. São cinco da oposição e quatro da situação. O vereador José Carlos (Bazia do PSBD), lidera a oposição e diz que nunca irá votar em suplementação de 100% para nenhum prefeito. E disse que o acordo só valerá para os pagamentos de agosto e na próxima sessão tudo se normalizará.

Ouça aqui a entrevista com Bazia.

Renato_presidenteO vereador Renato Pereira Soares (PR), presidente da Câmara Municipal explicou o que significa a suplementação de verbas e disse que agora já reina a tranquilidade. Ele afirmou que a votação do Crédito acontecerá na sessão de terça-feira.

Ouça aqui a entrevista com Renato.



Prefeito faz plenária com a comunidade

Manoel_na_reuniÃo2

O Prefeito Manoel dos Santos (PT) convocou uma reunião com todos os funcionários públicos para o final da tarde. O encontro ocorreu no Ginásio de Esportes da cidade. Manoel fez um balanço das contas públicas e conseguiu o apoio da comunidade, que ao término da reunião recebeu abraços e palavras de força.

Manoel

Ele disse, que saiu satisfeito do evento porque encarou o problema e mostrou transparência. O prefeito comentou ainda que acredita na palavra dos vereadores e irá cumprir a outra parte de acordo que é pagar parte do funcionalismo dos setores que tem dotação orçamentária.

Manoel falou ainda que está preocupado com o andamento das obras na ordem de cerca de R$ 8 milhões iniciadas no município.

Ouça aqui o prefeito

Saiba mais:

"São créditos adicionais, as autorizações de despesa não computadas ou insuficientemente dotadas na Lei de Orçamento." (Lei n° 4.320/64: art. 40)

São três as modalidades de créditos adicionais, cuja base legal se encontra nos artigos 40 a 46 da Lei n° 4.320/64:

  • crédito suplementar;

  • crédito especial; e

  • crédito extraordinário.



Rádio Santa Luz FM desmente nota do Bahia Notícias

15 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O radialista Edisvânio Nascimento esclareceu através de Nota Oficial da Rádio Santa Luz FM que o site BahiaNotícias.com.br mentiu ao divulgar nota afirmando “SANTALUZ: PREFEITO SE IRRITA E INVADE RÁDIO”.

O comunicador disse em nota que preza pela comunicação séria e verdadeira. Confira:


À redação do Bahia Notícias


NOTA DE ESCLARECIMENTO!


Caríssimos companheiros de imprensa.
Tenho certeza de que assim posso chamá-los. Dirijo-me a esse conceituado meio de comunicação para fazer um esclarecimento a cerca da denúncia feita neste conceituado site de noticias na tarde de ontem, (12). Onde na oportunidade, a denúncia dar a entender que a Rádio Comunitária Santa Luz FM teria sido invadida pelo Prefeito Joselito Carneiro de Araújo Junior (DEM), quando estava sendo apresentado o programa Rádio Revista, que é coordenado por mim, Edisvânio Nascimento e do qual sou âncora.

Ocorre que, existem algumas inverdades na matéria publicada ontem a tarde, e aqui pretendo colocar os fatos verdadeiramente como aconteceram. Quero afirmar que é verdade sim que houve a denúncia no Tribunal de Contas dos Municípios, e que o prefeito fora notificado pelo TCM. Também afirmar que é verdade que convidei o Vereador Sérgio Suzart (PPS), autor da denúncia contra o prefeito.

Todavia, gostaria de esclarecer que está havendo um grande equivoco por parte de quem publicou a matéria no Bahia Notícias. Primeiro porque creio que para haver uma democracia verdadeira nos meios de comunicação se faz necessário que ouçamos as fontes diversas e neste caso, nem eu, nem a Rádio foi ouvida. Que fique claro que os fatos se deram da seguinte forma:

Ao convidar o vereador Sérgio Suzart (PPS) para participar do programa e comentar sobre a denúncia feita por ele ao TCM, como manda o jornalismo sério, responsável e ético, entrei em contato com a assessoria de comunicação do prefeito a senhorita Aline, isso por volta de 11 horas e 39 minutos da manhã, falei para ela que estava com uma denúncia contra o prefeito e pretendia fazer uma entrevista com ele para que pudesse também comentar sobre o assunto. Fui gentilmente atendido por Aline e na oportunidade ela me falou que iria tentar localizar o prefeito e que me daria um retorno, como eu estava fechando a pauta do programa que entra no ar meio dia, falei para ela que se não conseguisse me ligar antes de meio dia não teria problemas, mesmo assim os microfones estariam abertos, uma vez que a nossa emissora preza pelo princípio da democracia.

De modo, que quando fiz a chamada da noticia sobre a situação, comecei a conversar com o Vereador Sérgio Suzart sobre o caso e no decorrer do bate papo, o prefeito compareceu aos nossos estúdios.

Porém, gostaria aqui de deixar claro que assim como o vereador Sérgio foi convidado para conversar conosco o prefeito também foi. De maneira que não é verdade quando se refere na matéria que ele teria invadido os estúdios da Rádio. Assim como também não é verdade quando dizem que por pouco ele não agrediu, muito pelo contrario, eu fui o mediador do debate fiquei no centro, o vereador Sérgio do meu lado direito e o Prefeito Joselito, ao meu lado esquerdo e em nenhum momento houve qualquer movimento que caracterizasse tal fato narrado na matéria. Também não é verdade quando o Advogado Doutor Mário Lima fala que ficou preocupado com o destempero do democrata. Afirmando que ele entrou no estúdio muito alterado. Não procede tal fato mesmo porque o próprio Advogado o qual tenho um grande respeito, não estava presente no estúdio e como pode fazer afirmações como essas?

De maneira que eu perdi a minha tarde dando justificativas às pessoas e muitos colegas de imprensa ligando para mim querendo saber do fato, e eu tendo que repetir a mesma coisa. Lamento profundamente por Santa Luz passar por essa situação, acabaram, embora não citando o nome da nossa rádio que tanto prima pela democratização da informação nos deixando constrangidos. Não sei de quem partiu essa denúncia improcedente e infundada. Penso que as pessoas devem crescer pautando-se na verdade e conquistando os seus objetivos com méritos. A nossa Rádio ganha respeito justamente por se pautar na seriedade e se aproximar da imparcialidade. Aqui trabalhamos denúncias sim, mas dando a oportunidade de que ambos os lados possam se posicionar, pois é assim que se deve trabalhar o jornalismo com credibilidade.

Quero aqui agradecer a todos os amigos, simpatizantes da Santa Luz FM, admiradores e aos companheiros de imprensa da Bahia e do Brasil que me ligaram a tarde inteira para se mostrarem solidários a mim e à Rádio. Mas quero tranquilizá-los que não houve nenhum tipo de agressão nem tão pouco ameaça e que a ordem e o respeito se mantiveram, tanto foi assim que agendei com o próprio prefeito uma entrevista para a próxima Segunda-Feira (16), onde ele irá debater a situação do município.

Gostaria também de esclarecer que quem quer que seja que tentou tirar proveitos criando situações onde não houve, usando os nossos nomes, que fique claro, a nossa postura é de repúdio, pois se tivesse acontecido o que disseram na matéria nós seriamos os primeiros a tornar público. Não é aceitável que em pleno século XXI e em pleno regime democrático ainda se usem de artifícios para tentar tirar proveitos de alguma coisa e o que é pior, usando terceiros pra servir de degraus.

Mais uma vez, gostaríamos de reafirmar de maneira categórica que a matéria publicada ontem no Bahia Notícias, falta com a verdade. De modo que gostaria muito sinceramente que fosse publicado o nosso esclarecimento como de fato os fatos aconteceram.

Muito cordialmente;

Edisvânio Nascimento

Radialista DRT/BA – 6165

Coordenador de Jornalismo da Rádio Comunitária Santa Luz FM e apresentador do Programa Rádio Revista.

(75) 3265 3588 (75) 91997140

edisvanionascimento@yahoo.com.br

santaluzfm@yahoo.com.br


“Pelo direito a palavra”, Marcus Aurélio.



A Voz do Trabalhador - Programa 47 - Comunidades

10 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Nesta edição: "A democratização da mídia e a greve dos bancários no Rio de Janeiro"...



No Jornal Nacional, Dilma mostra por que foi escolhida por Lula

10 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A candidata Dilma Rousseff estreou nesta segunda-feira (9) a rodada de entrevistas com os principais candidatos presidencias na bancada do principal telejornal da Globo, o Jornal Nacional, e se saiu muito bem. Confiante, elegante e bem treinada para dialogar com as câmeras e os entrevistadores, nem parecia a nervosa Dilma do debate na Bandeirantes.

Em recente entrevista à revista IstoÉ, o presidente Luis Inácio Lula da Silva disse que quando conheceu Dilma percebeu que estava diante de um "animal político não trabalhado". Era um elogio. Hoje, após ver a performance da ministra na entrevista do Jornal Nacional, Lula certamente deve estar convencido de que agora está diante de uma "fera política trabalhada" e preparada para encarar o desafio de disputar e vencer a corrida presidencial.

O casal global Willian Bonner e Fátima Bernardes, no papel de entrevistadores, passaram menos segurança do que a entrevistada. Bonner chegou a ser grosseiro com Dilma em alguns momentos. Mesmo assim, a ex-ministra não perdeu a tranquilidade, nem deixou-se pegar em eventuais saias justas como a que Bonner tentou criar ao citar o apoio de "aliados incômodos" como Collor, Renan Calheiros e Jader Barbalho à candidatura petista.

Apesar de demorar um pouco para entrar propriamente no tema, Dilma conseguiu deixar claro que "a ampla aliança" que o presidente Lula construiu foi o que permitiu que se aprovassem medidas que possibilitaram o sucesso de seu governo. “O PT percebeu que governar um país com a complexidade do Brasil implica necessariamente na capacidade de construir uma aliança ampla", disse Dilma. A candidata ainda frisou que foram alianças onde os aliados é que se submetiam às diretrizes do governo e não o contrário.

O release do JN sobre a série de entrevistas já avisava que as sabatinas iriam abordar "pontos polêmicos de cada candidatura". E Dilma pareceu preparada para encará-los. Mas apenas a pergunta sobre os aliados tratou de tema realmente polêmico, as demais serviram de gancho para Dilma expor as muitas realizações do governo Lula.

Ela respondeu a perguntas dos entrevistadores durante 12 minutos. A primeira pergunta feita por Bonner à candidata foi quase um presente para Dilma mostrar que, para além de sua "falta de experiência em eleições", ela tem muita experiência administrativa acumulada. A candidata mencionou todas funções públicas importantes que ocupou desde a Secretaria de Planejamento da prefeitura de Porto Alegre, até a chefia da Casa Civil da Presidência da República. "Eu considero que eu tenho experiência administrativa suficiente [para governar o país]. Mais do que isso, eu conheço o Brasil de ponta a ponta, conheço os problemas do governo brasileiro”, garantiu. E aproveitou para reafirmar sua ótima relação com o presidente Lula. “Fui o braço direito e esquerdo dele nesse processo de transformar o Brasil em um país diferente, que cresce, que distribui renda”, afirmou.

Dilma também marcou um golaço ao comparar sua fama de "durona" com uma mãe que busca ser firme com os filhos para que eles não se desviem. Apesar de ter sido neste momento que Bonner perdeu a compostura com a ex-ministra --a ponto de Fátima Bernardes ter que intervir na discussão--, Dilma terminou sua fala sobre este tema passando a mensagem de pessoa "firme" que controla com rédias curtas os subordinados para que as coisas possam efetivamente acontecer. “Tem uma hora que você tem que cobrar resultado”, afirmou.

E aproveitou a pergunta para atacar seu principal adversário, José Serra (PSDB). “Você nunca vai ver o governo do presidente Lula tratando qualquer movimento social a cassetete”, numa referência às várias manifestações sindicais que foram duramente reprimidas pelo polícia paulista durante a gestão de Serra como governador de São Paulo.

Para além do destempero, Willian Bonner ainda mostrou desinformação quando tentou menosprezar o crescimento econômico do Brasil. Contrariando todos os indicadores que mostram que o Brasil está vivendo um de seus melhores momentos na economia, Bonner questionou Dilma sobre o porquê que o Brasil não cresce como os outros países emergentes e alguns países vizinhos. O resultado da pergunta mal elaborada foi ter de ouvir de Dilma a reafirmação de que o Brasil está crescendo sim e que só não cresceu antes pois teve que arrumar a casa depois de pegar um país destruído economicamente pelo governo anterior.

No final, Dilma disse que pretende “dar continuidade ao governo do presidente Lula”. “Mas não é repetir, é avançar. Eu acredito que é a hora e a vez do Brasil.”

Repercussão
A repercussão mais imediata da entrevista ocorreu no Twitter, onde ficou clara a percepção de que a ex-ministra foi bem e que a nota negativa ficou para o casal de entrevistadores. "Willian, Fátima, deixem a mulher responder e melhorem o nível das perguntas"; "O que foi essa entrevista da Dilma? Sério que a Globo não tem ninguém mais preparado que o casal Bonner pra fazer uma entrevista?"; "O q foi esse ataque à Dilma no JN? Bonner não deixava ela falar nada. Fora q não teve uma pergunta de verdade, só acusações.", foram algumas das postagens feitas por internautas logo após a entrevista. Até o blogueiro Ricardo Noblat, alinhado com a oposição, teve que reconhecer: "Dilma não foi mal" disse, e depois explicou: "Foram 8 perguntas. Dilma enrolou ao responder a 5. Mas fez isso com talento. Dominou a cena. Pareceu + à vontade q os entrevistadores".

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, também gostou do desempenho da candidata. "Excelente participacao da Dilma no JN. Firme, sem perder a calma, nem cair nas provocacoes. Quem dizia que ela nao aguenta pressao?", disse o dirigente petista em seu perfil no Twitter.

O único escorregão da candidata foi ter confundido Baixada Santista com Baixada Fluminense. Mas depois ela se corrigiu. Porém, a correção não bastou para que muitos twitteiros pegassem no pé da candidata por causa disso, numa atitude típica de internautas, sem maiores consequências para a avaliação positiva da entrevista. Os termos "Willian Bonner", "Fátima Bernardes", "Dilma Rousseff" e "Baixada Santista" rapidamente ocuparam o "Top Trending Brasil" do Twitter.

O desafio de Serra e Marina, que serão entrevistados amanhã e depois, será não ficar muito atrás do desempenho de Dilma e enfrentar entrevistadores que, espera-se, estejam mais preparados para fazer as perguntas do que estavam nesta primeira entrevista.

POR Cláudio Gonzalez
Portal Vermelho

Veja aqui a íntegra da entrevista.



Inauguração do Comitê da Gente - Neusa 13690

9 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Comite



Nova Fátima recebe o Arte Educação

4 de Agosto de 2010, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O Projeto Arte Educação continua promovendo espaços de debate, mobilização e qualificação de educadores da Bacia do Jacuípe, desta vez o município de Nova Fátima abriu as portas do Colégio Nossa Senhora de Fátima, nos dias 02 e 03 de agosto de 2010, para abrigar o 1º encontro da 2ª fase da iniciativa, que visa sensibilizar a região a importância da arte na escola.

"Agora além dos educadores eu também vou acompanhar os próximos encontros de formação que virão por aí. Adorei e fiquei maravilhada com tudo que aconteceu aqui neste dois dias. Acredito que os professores retornarão às aulas com todo gás e terão meu apoio", relatou a secretária de Educação, Florisvalda Rios.

O Projeto Arte pela Educação no Território da Bacia do Jacuípe é desenvolvido Companhia Artes Cênicas Rheluz, com o apoio da Secult - Secretaria de Cultura da Bahia em parceria com o GT de Cultura, a sociedade civil e o poder público dos municípios do território. "O evento foi significante e superou nossas expectativas", afirmou Rubens França, coordenador do projeto.

REPORTAGEM DE TV

FLICKR

BLOGUE

por Paulo Marcos



Tags deste artigo: bahia artes bacia do jacuípe cultura radialista rádio tv esportes