Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Logotipo

Twitter_logo_s

Facebook-32x32Flickr-32x32Youtube-32x32

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

404 Not Found

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
Tela cheia
 Feed RSS

Paulo Marcos no Rádio, TV e Internet

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Paulo Marcos, radiojornalista formado em Rádio e TV pela UNEB. Especialista em rádio, TV e comunicação digital junto a jovens e lideranças do movimento social. Coordenador da Rádio Barreiros/ADASB. É empreendedor individual e através da produtora NaCangaia presta serviços nas áreas de vídeo, fotografias e radiojornalismo.

Lídice da Mata homenageada na ALBA fala sobre Reforma Política

31 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Lídice é a primeira mulher baiana eleita senadora e fala que a Reforma Política deverá priorizar a participação das mulheres no poder

A Senadora Lídice da Mata (PSB/BA) foi uma das 14 mulheres homenageadas na tarde desta quinta-feira (31), durante a Sessão Especial do Março Mulher realizada pela Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa da Bahia.

Após a homenagem Lídice concedeu a uma entrevista sobre a Reforma Política brasileira, que está em discussão no Senado.

Para ouvir o áudio clique aqui

Para baixar em MP3 clique aqui

 

Ascom Mandato da Gente | Paulo Marcos



Julita Trindade é homenageada na Assembleia

31 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Julita Trindade é uma das 14 mulheres homenageadas na Assembleia da Bahia

A pintadense Julita Trindade de Almeida militante dos movimentos sociais do município de Pintadas foi homenageada nesta quinta-feira (31), durante a Sessão Especial do Março Mulher, na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador.

Durante a homenagem a deputada estadual Neusa Cadore (PT/BA) apresentou a biografia da homenageada que emocionada recebeu o carinho do público que lotava o Plenário da Casa. Ao todo foram homenageadas 14 mulheres da Bahia.

Confira a seguir o pronunciamento da deputada durante o evento.

“Formada em História pela Universidade do Estado da Bahia, Julita Trindade de Almeida é de Pintadas e milita nos movimentos sociais. Desde a juventude compreende a importância da participação política e seu papel transformador na sociedade, convicção que a levou a integrar o Partido dos Trabalhadores.  Julita possui uma sólida formação humanística e social decorrente da sua participação nas Comunidades Eclesiais de Base.

Desde a década de 1980 se envolveu na pelo direito humano à água e participou ativamente das ações que transformaram o município de Pintadas no primeiro do Nordeste a efetivar a cobertura de 100% de cobertura hídrica na zona rural, levando cidadania à população do campo, sobretudo à mulher.

Entre 1999 e 2004, exerceu a função de Secretária de Saúde de Pintadas fomentando a discussão do uso racional da água, tendo em vista o seu impacto na qualidade de vida e na saúde da população. Durante sua gestão estruturou toda a secretária, sobretudo na área de prevenção. Ainda nesse período, coordenou uma grande ação de educação ambiental, com apoio da Faculdade de Engenharia Sanitária da UFBA, projeto que resultou no Projeto Pintadas Viva ganhador do prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local, pela Caixa Econômica Federal em 2003. Foi coordenadora da Rede Pintadas, composta por organizações sociais que atuam coletivamente no desenvolvimento do município, premiado por órgãos nacionais e internacionais.

Julita recebe homenagem da deputada Neusa Cadore

Julita integra diversos movimentos ligados aos setores do cooperativismo, associativismo, agricultura familiar, mulheres e educação. Foi vice-presidente da Cooperativa de Crédito Rural de Pintadas e foi membro da diretoria da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária – UNICAFES. Participa do movimento de mulheres de Pintadas e da GROOTS, uma rede internacional que discute o papel da mulher no enfrentamento das catástrofes e elabora propostas para ações coletivas.

Julita se destaca pela sua liderança na atuação na defesa dos direitos das mulheres e no fomento à participação feminina nos espaços de poder e decisão; Pela busca incansável por mais autonomia das mulheres com ações de geração de emprego e renda; pelo fim da pobreza; pela luta em prol da erradicação da violência doméstica e familiar; Pela organização popular.

Julita Trindade de Almeida hoje exerce a função de coordenadora do Mandato da Gente. Julita é a pessoa mais sonhadora e mais generosa que eu conheço. É mãe, mulher, amiga. Uma mulher de fé, muita fé, é uma mulher de ação, atitude, que aprendeu e nos ensina que somos fortes quando construímos em nossa volta, uma rede com outras pessoas que acreditam e se juntam para pensar e buscar a realização de grandes sonhos. É assim que crescemos em comunidade. E como ela diz, na vida uma coisa nasce da outra, nós podemos ser como a água, que vai se infiltrando, abrindo caminhos, rompendo todas as barreiras e seguindo em frente.

Parabéns companheira, nós celebramos essa tua vida compartilhada conosco, com tanta plenitude. Somos profundamente gratos por tê-la entre nós. Siga em frente, sonhando e fazendo acontecer”.

Plenário da Assembleia da Bahia lotada durante homenagem às mulheres

 

Ascom Mandato da Gente
Louvivânia Soares | Paulo Marcos



Prefeitura de Pintadas faz tomada de preço para reforma da EFA

31 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A Escola Família Agrícola de Pintadas será reformada e ampliada pela Prefeitura local.

A tomada de preço para contratar a empresa que fará a obra foi divulgada hoje no Diário Oficial da Bahia.

Os recursos são provinientes de convênio do governo local com o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Confira a íntegra da publicação, realizada no Diário de nº 20.522 na 1ª página do Caderno de Municípios.



Mandato da Gente realiza Audiência Pública sobre Economia Solidária

30 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A deputada estadual Neusa Cadore (PT/BA), relatora do Projeto de Lei 18.636/2010, que dispõe sobre a criação da Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Estado da Bahia e do Conselho Estadual de Economia Solidária, realizará audiência pública para discutir e colher sugestões da sociedade civil para a proposta. O evento acontece no próximo dia 06 de
abril, às 10h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Participam do debate parlamentares, representantes dos movimentos de economia solidária, dos setores cooperativistas e do governo estadual.

De acordo com o Sistema de Informações em Economia Solidária, o Brasil possuía entre 2005 e 2007 cerca de 21.859 empreendimentos econômicos solidários, dos quais 50% na região Nordeste. Na Bahia existem 1.600 empreendimentos dessa natureza. Esse tipo de atividade vem sendo adotado como modelo de organização popular em diversas comunidades rurais e urbanas, sobretudo na agricultura familiar, incentivada pelos movimentos populares como estratégia de combate ao desemprego.

“Na atual conjuntura, a qual a presidenta Dilma Rousseff apresenta a erradicação da pobreza como principal compromisso do seu governo, a economia solidária pode se tornar um instrumento crucial no enfrentamento das desigualdades socioeconômicas que excluem milhares de cidadãos e cidadãs no nosso país e no nosso Estado”, afirma a deputada Neusa.

Apesar do crescimento do setor, um conjunto de dificuldades é apontado como empecilho ao pleno desenvolvimento e a sustentabilidade dos empreendimentos solidários, como a questão da comercialização, acesso à crédito e assistência técnica.

“O fomento à economia solidária torna-se parte de um projeto político assentado em valores republicanos e democráticos, ao reconhecer a existência dessas novas formas de produção, além de possibilitar aos sujeitos envolvidos o acesso aos bens e recursos públicos para seu desenvolvimento”.

Para ela, o papel do Estado é impulsionar a economia solidária por meio de políticas públicas que disponham de instrumentos e mecanismos adequados para o fortalecimento do setor.

Sobre a Economia Solidária - Baseia-se em princípios democráticos, autogestionários, de participação e construção coletiva. Engloba a tarefa da construção de uma outra economia baseada na cooperação, na democracia, na justiça social, na participação equitativa, nas relações de produção e consumo solidários, no respeito à diversidade cultural, sexual e étnica. É um jeito diferente de produção e comercialização de produtos que vem se configurando como uma alternativa de geração de trabalho, renda e inclusão social.



Assinados projetos para criar Secretaria da Mulher e ampliar licença-maternidade

30 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Ao invés de vermelho, um simbólico tapete lilás foi estendido na entrada do Palácio Rio Branco, na manhã desta quarta-feira (30), para recepcionar autoridades políticas e personalidades baianas. Todos acompanharam o governador Jaques Wagner ao assinar os projetos de lei destinados à criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres e à ampliação da licença-maternidade das servidoras estaduais.

A iniciativa marcou o encerramento das ações do Governo da Bahia inseridas no projeto Março Mulher.

“A criação da secretaria e a ampliação da licença são um reconhecimento da importância da mulher, da maternidade, da vida. Nós estamos evoluindo, não no sentido de dizer que mulher é melhor do que o homem, mas que cada pessoa tem suas características e devem compartilhar com igualdade de direitos os destinos de Salvador, da Bahia, do Brasil”, afirmou o governador.

Para ele, os dois projetos são um avanço na luta contra o preconceito.

“Todo dia é dia de lutar contra a discriminação e a intolerância. Quando o Governo do Estado dá o exemplo fica mais fácil de repercutir esta luta na mente da população. Não há nada mais difícil do que desfazer o preconceito arraigado na cabeça das pessoas”, disse.

Com a assinatura, os dois projetos de lei seguem para a Assembleia Legislativa. De acordo com o presidente do órgão, Marcelo Nilo, ambos devem ser votados em breve, o que vai garantir celeridade para a efetivação dos mesmos.

“Isso é um ganho muito grande para a Bahia. Chegou a hora das mulheres que construíram esse estado colherem os louros”, enfatizou Mãe Stella de Oxossi, ialorixá que representou as mulheres da sociedade civil durante a cerimônia.

Neusa participa do evento e apoia a iniciativa – Segundo ela nos últimos anos já houve avanços e importantes políticas públicas dirigidas ao segmento feminino, implementadas de forma transversal nas mais diversas áreas dos governos federal e estadual.

Para ela a criação da Secretaria aqui na Bahia irá contribuir de forma decisiva no fortalecimento dessas ações.

“Essas medidas simbolizam não apenas o compromisso prioritário do nosso estado para a garantia plena de todos os direitos das mulheres, mas reconfigura o seu papel nessa tarefa”, enfatizou a deputada.

Neusa explicou que “temos plena convicção de que a eliminação das desigualdades entre homens e mulheres não é tarefa só do governo ou só das mulheres, é uma tarefa de toda a sociedade que acredita na construção coletiva de um mundo mais justo e democrático”.

Questões de gênero
A nova Secretaria de Políticas para as Mulheres vai ser instalada a partir do desmembramento da atual Secretaria da Promoção da Igualdade (Sepromi). A primeira vai tratar das políticas públicas direcionadas à questão de gênero, a outra será dedicada à questão racial.

Segundo a secretária da Sepromi, Vanda Sá Barreto, trata-se “de um relativo deslocamento que vem fortalecer as duas temáticas. Isso, claro, a partir de ações transversais, numa parceria permanente”. Ela explicou que o projeto da secretaria foi elaborado com base em amplas discussões junto aos diferentes movimentos sociais referentes às mulheres.

Entre as ações previstas, estão na agenda da nova secretaria temas como o enfrentamento da violência contra a mulher, exploração sexual de crianças e adolescentes, discriminação de gênero e educação sexual. Para elaborar projetos nestas temáticas, as iniciativas serão articuladas com o Ministério Público, Delegacias de Atendimento à Mulher e Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA).

Para a presidenta da VSBA, Fátima Mendonça, a nova pasta deve ter centralidade no planejamento das políticas públicas. Ao discursar, ela enfatizou, com base em dados do IBGE, que hoje 29,3% dos lares nacionais possuem uma mulher como chefe de família e, na Bahia, esse índice é ainda maior, 31,9%. “São as mulheres que possuem força e determinação para criar os filhos e exercer a profissão, equilibrando razão e emoção. Temos a primeira presidenta no Brasil e a primeira senadora da Bahia. O contexto é expressivo. Agora vamos colher mais resultados a favor da mulher”, destacou.

Amamentação regular
Com relação à licença-maternidade, o benefício será ampliado de 120 para 180 dias às servidoras estaduais. Atualmente, segundo informações da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), 23 estados e 152 municípios já adotam o período de seis meses para a licença-maternidade concedida às servidoras públicas.

Para incentivar o setor privado a conceder o mesmo espaço de tempo, o governo federal elaborou o Projeto de Lei 2.513/07, criando o Programa Empresa Cidadã, posteriormente convertido na Lei 11.770 de 9 de setembro de 2008. Aprovada pelo presidente da República, a lei prevê incentivos fiscais para as empresas da iniciativa privada que aderirem à prorrogação da licença-maternidade. O período de seis meses, segundo a SBP, é o correto para manter a amamentação regular, que reduz em até 17 vezes as chances das crianças contraírem pneumonia, anemia e diarréia.

Presente no evento, a cantora Margareth Menezes resumiu o significado dos projetos. “São vitórias incontestáveis a todas as mulheres baianas que, hoje, ganharam reconhecimento pelo Governo do Estado”.

Fonte: Agecom Bahia



Governo libera recursos para o projeto de Irrigação do Jacuípe

30 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O Diário Oficial desta quarta-feira (30) publica a liberação de recursos na ordem de R$ 440 mil para o Projeto de Irrigação do Jacuípe localizado no município de Várzea da Roça-BA.

A iniciativa da irrigação ajuda no desenvolvimento da região e beneficia diretamente 800 agricultores familiares.

Confira a publicação na íntegra

Assista o vídeo produzido pelo Núcleo Pensar Filmes e conheça o projeto



Preconceito ainda é barreira para a ascensão feminina nas empresas, aponta pesquisa – Trabalhando na Mídia – Emprego e Trabalho no Brasil

30 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A participação de mulheres no mercado de trabalho vem crescendo, mas os números de cargos de liderança ainda são baixos. Pesquisas apontam que das 100 maiores empresas atualmente apenas 5% são dirigidas por mulheres. Isso parece muito pouco se pensarmos que hoje 200 milhões de brasileiros são chefiados por uma presidenta, a primeira mulher a ocupar o cargo na história do país. Sendo assim, qual será a maior barreira que as mulheres enfrentam para chegar a posições de comando dentro de uma empresa?

Para responder a essa pergunta, a Trabalhando.com Brasil realizou uma pesquisa com 240 mulheres e os resultados apontam que o preconceito (68%) sofrido dentro da empresa e com a própria equipe ainda é o principal obstáculo enfrentado para alcançar cargos de chefia. Os outros dois motivos são a dificuldade de conciliar a vida familiar com a carreira (24%) e o medo de competir com o parceiro (8%).

Apesar desse suposto preconceito, pesquisas apontam que as mulheres na liderança obtém resultados muito positivos. Um estudo realizado na Universidade Pepperdine, nos Estados Unidos, em 2009, publicado na Revista Fortune 500 mostra que as companhias com liderança feminina apresentam rentabilidade 66% mais alta que as demais. Portanto os números mostram que existe uma vantagem real em se ter as mulheres na gestão de uma empresa. No Brasil, em 2009, nas “100 melhores empresas para se trabalhar” 36% dos cargos de liderança eram ocupados por mulheres. “Em algumas áreas historicamente dominadas por homens, como construção civil, por exemplo, as empresas perceberam que as mulheres têm um olho mais atento para os detalhes e que possuem uma maneira mais sutil de lidar com os profissionais das obras. Em termos de resultados, isso pode significar menos gastos com desperdício de matéria-prima e menor turnover de funcionários, o que obviamente também gera economias”, afirma Renato Grinberg, diretor-geral da Trabalhando.com Brasil.

Um dos principais benefícios de ser liderado por uma mulher é a proximidade que elas permitem durante o cotidiano. “A mulher, hoje, mostra que não precisa se igualar ao homem para alcançar o sucesso. Suas características próprias passaram a ser valorizadas e não mais julgadas como ‘menores’. Complementaridade passou a ser a palavra de ordem para a formação de equipes competentes e, com certeza, a presença das características femininas são essenciais para qualquer equipe bem-sucedida”, explica.

viaPreconceito ainda é barreira para a ascensão feminina nas empresas, aponta pesquisa – Trabalhando na Mídia – Emprego e Trabalho no Brasil. Trabalhando.com.



Estado criará Secretaria da Mulher e ampliará licença-maternidade de servidoras para 180 dias

29 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A criação da Secretaria da Mulher e o projeto de ampliação do período de licença-maternidade das servidoras do Estado para 180 dias são destaques do programa de rádio do governador Jaques Wagner desta terça-feira (29). Wagner ainda parabeniza Salvador que está completando 462 anos e ressalta a ação policial no Nordeste de Amaralina, além da viagem ao interior para entrega de trechos recuperados de rodovias, inauguração de escola, entre outras ações.

Criada em seu primeiro mandato para atuar nas questões de gênero e etnia, a Secretaria da Promoção da Igualdade será desmembrada, dando origem a duas secretarias, conforme projeto que está sendo enviado à Assembléia Legislativa do Estado. “Uma será dedicada à questão racial, e a outra irá tratar especificamente da questão das mulheres”, explica.

Ao mesmo tempo estou assinando o Projeto de Lei, que amplia para 180 dias a concessão da licença-maternidade para as servidoras estaduais”, afirma Wagner ao relacionar que são duas formas do governo participar das comemorações do Dia Internacional da Mulher – 8 de março.

O governador fala sobre os 462 anos de Salvador festejados nesta terça e cita os diversos presentes que a primeira capital do Brasil já recebeu (e receberá), como a Arena Fonte Nova, o viaduto na região do aeroporto – que integra o Sistema Viário Dois de Julho -, as obras na Rótula do Abacaxi, que fazem parte da Via Expressa Baía de Todos-os-Santos, o Hospital do Subúrbio, a ampliação do Hospital de Cajazeiras, e vários Postos de Saúde da Família.

Wagner cita também outros projetos, principalmente na área de mobilidade urbana, e os preparativos para os jogos da Copa do Mundo de 2014 na capital, o que “trará mais benefícios para a população de Salvador, e fará a nossa capital ficar cada vez mais no coração dos baianos, dos brasileiros e de turistas”.

Sobre ações na área de Segurança Pública, enfatiza a intervenção no Nordeste de Amaralina, iniciada na madrugada da última sexta-feira (25). “Nosso trabalho foi muito bem aceito pela população. Seremos rigorosos no combate ao crime e ao tráfico de drogas”. O governador lembra ainda a Base Comunitária de Segurança que será instalada no bairro do Calabar em abril. Outras localidades de Salvador e do interior também receberão o equipamento que combina intervenções na área da segurança, patrulhamento ostensivo, policiamento comunitário e outras atuações do Estado com uma série de serviços públicos e ações sociais.

Inaugurações – Na semana passada, o governador entregou aproximadamente 47 quilômetros recuperados de rodovias, que beneficiam moradores dos municípios de Brejões, Quixabeira, Jaguaquara e região, com investimento de R$ 18 milhões. Já, em Capela do Alto Alegre, foi inaugurado o Colégio Estadual Professora Zenilda Fernandes, construída mediante recursos de R$ 1,5 milhão. No município de Jaguaquara, também foi assinada ordem de serviço para retomada das obras de esgotamento sanitário orçadas em R$ 5 milhões.

O governador afirma que, nesta terça-feira, ele e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, estarão em Guanambi para assinar a ordem de serviço relacionada às obras da Adutora do Algodão, que estão sendo transferidas ao Governo do Estado, devendo beneficiar a população do município e de toda região do Sertão Produtivo.

O programa Conversa com o Governador é produzido pela Assessoria Geral de Comunicação do Governo da Bahia (Agecom) e veiculado toda terça-feira, às 7h30, pela Rádio Educadora FM 105 MHz e reproduzido por vários veículos de comunicação, além de ficar disponível na página do Conversa e pelo telefone 0800-071-7328.

Ouça aqui no site do Mandato da Gente

 

Foto: Manu Dias|Agecom



Neusa diz que Sessão Itinerante é uma conquista da sociedade

29 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A deputada Neusa Cadore (PT/BA) afirmou que a realização da Sessão Itinerante no dia 13 de maio em Feira de Santana é uma conquista da sociedade. “Em muitos pronunciamentos nossos apresentamos aqui propostas de levar os debates desta Assembleia para o interior do Estado. Esta é uma reivindicação da comunidade que sempre ouvimos nas nossas plenárias. Fizemos isso com a Comissão dos Direitos da Mulher e agora estamos buscando levar outras comissões e ”, comunicou Neusa.

Sobre as sessões itinerantes - As sessões itinerantes serão realizadas, quadrimestralmente, ou em casos de datas excepcionais (2 de Julho de Cachoeira e outras) no interior do Estado. Em Feira, haverá uma sessão solene, à noite do dia 13, e no dia seguinte, as sessões ordinárias e extraordinárias, com comissões funcionando, plenário e tudo mais. A ideia é também votar um projeto que seja consensual no município.

Deputado Marcelo Nilo, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia

A 1ª Assembleia Itinerante da Bahia, no próximo dia 13 de maio de 2011, em Feira de Santana foi lançada hoje pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo.

O parlamentar participou da abertura do Seminário Introdução ao Parlamento Estadual, realizado nesta terça e quarta-feiras na Sala do Plenarinho. O evento realizado pela Escola do Legislativo, reúne novos assessores da Casa e visa abordar as ações que são realizadas pelo Poder. Do Mandato da Gente participam do encontro os assessores José Inácio Neto e Selma Mota.

Em seu pronunciamento Nilo comentou sobre o papel do deputado e do assessor. Orientou os participantes quanto a assessoria parlamentar e convocou a todos para contribuir na elaboração de proposições para seus deputados.

Áudio: Ouça aqui a entrevista coletiva (Mandato da Gente e TV Assembleia) com o Presidente Marcelo Nilo. Ele comenta sobre a elaboração de projetos e a realização da Assembleia Itinerante.


Paulo Marcos | Mandato da Gente



Quem disse que o artista não tem que ganhar dinheiro?

29 de Março de 2011, 0:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Por Toni Carvalho*

Francis Ford Coppola, diretor de Apocalypse Now e da trilogia “O Poderoso Chefão”, deu um susto em todo mundo com o seguinte posicionamento em recente entrevista: “…É preciso lembrar que há míseros cem anos, e olhe lá, os artistas trabalham com dinheiro. Artistas nunca tiveram dinheiro. Artistas tinham um patrono, seja ele o líder do estado ou o duque de algum lugar, ou a igreja, ou o papa. Ou eles tinham outro emprego. Eu tenho outro emprego. Eu faço filmes. Ninguém me diz o que eu tenho que fazer. Mas eu faço meu dinheiro na indústria do vinho (…) Eu vou levar um tiro por dizer isso. Mas quem disse que a arte custa dinheiro? E, portanto, quem disse que os artistas têm que ganhar dinheiro?”. Coppola ainda afirmou que está do lado desses “estudantes que baixam filmes” na internet.

Eu diria a Coppola, se tivesse a oportunidade, que não estamos mais naqueles séculos, é claro que os artistas precisam ser pagos (É até fácil dizer isso quando já se ganhou com o cinema o suficiente para investir em vinhos e com eles agora investir no cinema). Em que pese tudo isso, concordo que as artes não precisam fazer multimilionários, um ator precisa receber 35 milhões para gravar cenas de um filme? Nós sabemos que o rosto de um ator é uma marca por ele construída e agrega valor à produção (muito valor). Eu sei, e você sabe que o que inflaciona a arrecadação dos artistas, são as altas somas que envolve o mercado da arte. Se o artista gera um lucro de 200 milhões para um estúdio, é natural que ele possa abocanhar pelo menos 20 milhões.

O problema não pode ser analisado por uma ótica tão restritiva, ele não está só no campo da arte elitizada, está no mercado, está no capitalismo que felizmente ou infelizmente também faz as coisas acontecerem, como as grandes produções. Não adianta ficarmos discutindo isoladamente os salários de grandes estrelas do futebol, o quanto ganham certos músicos e modelos para subirem num palco ou passarela, além dos corredores de Fórmula 1 e tantas outras figuras. Tudo isso está conectado, nós bancamos parte do show da Lady Gaga na Alemanha se pagamos pelo refrigerante da marca que a patrocina, mas claro, você pagou e bebeu, agora fique na sua!

No semiárido baiano, por exemplo, é comum ver o artista que vive à base de ofícios, solicitando transporte para levar a sua arte a municípios da redondeza. O cachê pode até acontecer para estes, mas nem sempre paga a viagem de volta pra casa, e a roupa que comprou para a apresentação, quem dirá uma sobra. Mesmo que despretensiosamente se faça arte sem olhar a quem e sem pensar em quanto, a arte pode ser recompensada de alguma maneira, seja com uma porta aberta para outras paradas, seja pelo cachê, que não deve ser confundido com o famigerado “agrado pra pagar um refrigerante”. Há quem faça da arte seu ofício de sustentação econômica e ocupação do maior tempo de seus dias, e há quem faça disso uma doação em prol da alegria e da descontração alheias. Mas até mesmo este solidário artista terá razão se encarar suas peripécias, de um dia para outro, como um serviço.

Uma poderosa tríade construiu imensos tentáculos nas três últimas décadas: As corporações do entretenimento, das telecomunicações e das novas tecnologias. Elas não fazem campanhas para convencer, apenas ditam, sobrevivendo sobre imensas e luxuosas estruturas sustentadas pelos artistas (dos designers aos maquiadores), ou seriam vigas? Logo abaixo estamos nós, enfeitiçados diante de palcos, telas e vitrines. Os milhares que chamaram o IPAD – quando foi lançado – de tijolo sem nexo estavam necessariamente errados? A osmose promovida pelo marketing bem sucedido agora faz a pergunta “por que eu precisaria?” se transformar em “por que eu não tenho?”. E as perguntas só aumentam: “por que escrevi esse artigo?” e, “por que eu li até aqui, se tô cansado de saber de tudo isso?”, diria você. Não há nada de novo que precise ser dito, é preciso refletir antes de descartar o que muitos vem alertando há tempos, enquanto isso escrevemos músicas, faixas, poemas e tweets.  Aliás, se escrever é uma arte eu sou um exemplo pra você citar, Coppola, não ganhei nada, mas bem que gostaria…

Toni Carvalho – Escritor e Bacharel em Comunicação
Imagem:
dancarte-manela.blogspot.com



Tags deste artigo: bahia artes bacia do jacuípe cultura radialista rádio tv esportes