Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Escola Auto-didata

Flash backs

 Voltar a Caixa Preta
Tela cheia

Sem Terrinhas fazem jornada por escolas do campo no mês das crianças

10 de Outubro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1001 vezes


Por Vanessa Ramos e Meire Cardoso

Da Página do MST


Está chegando o dia 12 de outubro e a criançada fica ansiosa, louca por presentes. Não importa em que dia da semana será comemorado o tradicional Dia das Crianças, a data é sempre motivo de muita festa e de diversão. Certo? Mas não é só isso.

Para as crianças Sem Terrinha, filhos de acampados e assentados do MST, o Dia das Crianças é muito mais que ganhar presentes.

 

 

Jornada Sem Terrinha deve envolver 12 mil crianças entre 5 e 15 de outubro em todo o Brasil

No mês de outubro, se comemora o Dia das Crianças.

A data foi oficializada na década de 1920, pelo decreto nº 4.867, de 5 de novembro de 1924.

Mas só se tornou “popular” em 1960, quando a fábrica de brinquedos Estrela, em conjunto com a Johnson & Johnson, fez uma promoção para aumentar suas vendas, lançando a "Semana do Bebê Robusto".

Desde então a criança é uma “peça chave” para o consumo. O mercado tenta manipular seus desejos para promover vendas de produtos de todo tipo.

O MST fez do mês outubro uma referência de luta das crianças Sem Terrinha.

Desde 1994, buscamos desenvolver os Encontros Sem Terrinha nos estados onde estamos organizados. Os encontros são momentos de muita mística para toda a organização, pois as crianças se envolvem desde sua preparação até a realização.

É um espaço em que as crianças levam seu jeito de lutar, brincando, aprendendo e reivindicando.

Neste ano, 15 estados realizarão encontros estaduais e regionais, reunindo mais de 12 mil crianças em todo o Brasil.

O lema que nos motivará é o que construímos ao longo de nossa história e ainda é muito atual: “Por escola, terra e dignidade!”

 

 

veja o trabalho de arte comunicação dos Sem Terrinha aqui


Tags deste artigo: educação popular mst

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.