Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blogosfera d...
Tela cheia Sugerir um artigo

Aurelio A. Heckert: Mono, the trojan

24 de Fevereiro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 262 vezes

Nós, brasileiros de classe média, adoramos repetir "O povo não tem memória" como explicação para o fato de Arruda, ACM, Sarney, Maluf e outros serem reeleitos apesar de seu passado e, na seqüencia, protagonizam um novo escândalo.

Bem, isso não é uma característica exclusiva do "povo" brasileiro.

Steve Ballmer “Linux is a cancer that attaches itself in an intellectual property sense to everything it touches.”
Steve Ballmer, Microsoft CEO

 

Esse não foi o único ataque, mas parece sintetizar o pensamento da Microsoft sobre o Software Livre. Hoje muitos ignoram os riscos jurídicos de tecnologias baseadas em .Net, como o Mono.

O "pacto de não agressão" ao software livre referente a uso de .Net tem faltas que deveriam ser consideradas graves, mas a maioria nem as conhece. Fora isso a MS fez outro problemático "Pacto Moonlight" com a Novell, definindo diversos limites a sua implementação e uso.

O Pacto se opõe fortemente a GPL e, de imediato, foi retirado todo o código GPL do Monlight. É uma aberração e não tenho notícia de outro caso parecido com esse. Além disso só é possivel participar do desenvolvimento do Mono caso você ceda seus direitos a Novell, para que ela possa relicenciar o código de acordo com seus interesses. (isso é colaboração ou trabalho escravo?)

Apesar de todos os males (veja no Groklaw e no Boycott Novell) os desenvolvedores do Mono parecem se sentir blindados a mudanças de humor da MS e não se importam com o risco que estão criando para o ecossistema do SL. Na conclusão do Moonlight, Jeffrey disse:

"you're free to remain in the stone age, living in a cave, trying to write software by scraping coal along the cave walls"

...ou seja, não só não se preocupam, como ignoram/desrespeitam a existência de outras tecnologias (muitas livres), nas quais os desenvolvedores investem muito trabalho para que a web continue evoluindo.


Não quero Mono na minha máquina. O que faço?

Alguns softwares livres são baseados em .Net (Mono). Para facilitar o trabalho de impedir a instalação automática do Mono foram criados alguns pacotes para conflitar com o pacote do Mono e bloquear sua instalação. Baixe e instale: nomono.pkg para Arch e mononono.deb para Debian e Ubuntu.


Fonte: http://softwarelivre.org/aurium/blog/mono-the-trojan

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.