Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias

27 de Maio de 2014, 23:22 , por Paulo Santana - | 3 pessoas seguindo este artigo.

Roadsec 2018 | Porto Alegre

31 de Julho de 2018, 16:12, por Oscar Luz

 Bem-vindo ao Roadsec 2018 \ o /

O Roadsec é o maior evento sobre hacking, segurança e tecnologia do continente, levando a diversas cidades brasileiras uma mistura única de conhecimento, atividades, campeonatos, diversão e networking. Em 2018 o evento completo 5 anos de estrada , com mais de 40 edições realizadas por quais passaram mais de 30.000 participantes de todas as regiões do Brasil.

E pra comemorar 5 anos de história 2018 vai ser recheado de novidades: novos lugares para universidades, praças de lazer, crescimento de público, duas trilhas de conteúdo simultâneas, oficinas repaginadas, uma nova loja oficial! Mas, com o clima único de comunidade que só o Roadsec tem, além de todos os olhos voltados pro Hackaflag , um dos maiores campeões presenciais de invasão de sistemas do planeta!

Veja uma programação completa em: roadsec.com.br/portoalegre2018/

Keynote speaker confirmado: Joaquim Espinhara

Joaquim Espinhara é só um cara que gosta de computadores e (in)segurança. Durante o dia, é Principal Security Researcher na Threat Intelligence Pty, fazendo incontáveis testes de invasão em redes, aplicações e aplicações web e revisão de códigos com foco em segurança para várias organizações ao redor do mundo, incluindo governos, bancos, varejo etc. Também atua como Chief Hacking Officer no Bitwise Labs, um grupo de pesquisa em segurança focado em pesquisa de vulnerabilidades e desenvolvimento de exploits. Por último, mas não menos importante, é um jogador de CTF do time TheGoonies. Finalmente, como um palestrante "profissional", palestras recentes incluem Infiltrate, H2HC, YSTS, Confidence, Black Hat USA, Black Hat Brazil Summit, HITB Kuala Lumpur, HITB Amsterdam, Roadsec, Ruxmon, Ruxcon, Turbo Talks, Silver Bullet, Secure Brasil e outras.



Marcado pela resistência, FISL18 reúne mais de 1,5 mil participantes

15 de Julho de 2018, 0:33, por Gabriel Galli

42686830814 c1f0a411be z
Terminou neste sábado, às 20 horas, o FISL 18 - Fórum Internacional Software Livre -, um dos mais importantes eventos de tecnologias livres da América Latina.



Segundo dia do Fórum Internacional Software Livre tem mais de 100 atrações

13 de Julho de 2018, 12:33, por Gabriel Galli

42460484135 fc3e3e51a0 z

O segundo dia do Fórum Internacional Software Livre teve mais de 100 atrações entre palestras, rodas de conversa e exposições. Com um público superior aos 1.300 participantes do primeiro dia, o FISL pautou, nesta quinta-feira, temas como o software livre no setor público, a importância das tecnologias na educação básica, automação de residências, streaming de filmes gratuitos e a participação das mulheres no software livre.

Este último tema foi pautado, no final da manhã, em uma mesa aberta à participação de quem assistia. Claudia Archer, doutora em Políticas Públicas e ativista do software livre, foi a mediadora da conversa que jogou luz sobre a falta de representatividade feminina na área de programação. Dados da Unesco apontam que apenas 17% das vagas de programadores no Brasil são ocupadas por mulheres. "O nosso principal objetivo aqui hoje: incentivar meninas e mulheres a permanecerem na TI", frisou Archer.

Já na parte tarde, uma palestra, seguida de debate, pautou o software livre na educação com foco nas escolas de ensino fundamental e médio. Segundo o professor Nelson Pretto, da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia, é possível colocar a tecnologia livre como ponto crucial no processo de educação das crianças e jovens e não apenas o computador e a internet como mecanismos secundários no ensino dos conteúdos básicos. Um dos empecilhos levantados no debate foi a capacidade docente para fazer uso desses softwares.

"Durante muito tempo defendi que primeiro se preparasse os professores e depois se conectasse as escolas. Hoje entendo que temos que fazer as duas coisas juntas porque, neste meio tempo, acabamos não fazendo nem uma coisa, nem outra", defendeu Pretto.

O FISL 18 terá, ainda, cerca de 200 atrações nesta sexta e sábado, entre 8h e 20h. Quem não realizou inscrição antecipadamente pode fazê-la no próprio setor de credenciamento do evento. A programação completa está no site (http://fisl18.softwarelivre.org/).

São oito espaços, entre salas e ambientes no salão principal, com palestras e debates durante todo o dia. Além disso, empresas e organizações comprometidas com as discussões e a difusão das tecnologias livres mantêm seus estandes com diversos workshops, demonstrações com uso de softwares e debates.



Repúdio a invasão do site do FISL18

12 de Julho de 2018, 13:55, por Paulo Santana

Na tarde desta quarta-feira, o site da 18a edição do Fórum Internacional Software Livre foi hackeado. A plataforma transmite ao vivo todas as palestras e debates e é atualizado com fotos, vídeos e textos durante o evento. O autor veiculou, na página, ataques ao movimento feminista e à posição da Associação Software Livre (ASL.Org), promotora do evento, de apoio à pauta dos direitos das mulheres. O site voltou ao ar provisoriamente cerca de uma hora depois.

Texto hack fisl18

Abaixo, nota da Associação Software Livre sobre o episódio:

“A ASL.Org repudia veementemente este ataque. Desde a sua criação, o FISL tem compromisso com a participação feminina no evento, incentivando-as na busca pelo seu crescimento neste segmento. Vale lembrar que o FISL foi pioneiro no Brasil na implantação de uma política antiassédio, iniciativa replicada por vários outros eventos da área.

O FISL incentiva a participação e o protagonismo das mulheres, ministrando palestras e oficinas, valorizando perfis diversos, tais como desenvolvedoras, ativistas, pesquisadoras, professoras, autoras de livros técnicos, jornalistas, gamers entre outros, apostando no público feminino para gerar boas discussões e compartilhar conhecimento.

Ataques como este não nos farão voltar atrás. A ASL.Org reitera a necessidade de continuar combatendo o atraso do machismo e todas as consequências que este e outros discursos de ódio trazem para o mundo.

Associação Software Livre (ASL.Org)”

 



Primeiro dia do FISL18 reúne 1,3 mil pessoas em Porto Alegre

12 de Julho de 2018, 12:45, por Gabriel Galli

28476530247 27914b2b17 z 1
Cerca de 1,3 mil pessoas participaram do primeiro dia de atividades do Fórum Internacional Software Livre (FISL18), que começou nesta quarta-feira (11), em Porto Alegre. O FISL está na 18ª edição e ocorrerá até o sábado no Centro de Eventos da PUCRS. A abertura oficial ocorreu às 11h, no Espaço Multiuso, com a presença de diversas autoridades locais, nacionais e internacionais na área de tecnologia e do uso dos softwares livres, como o americano Jon Maddog Hall, diretor do Linux Professional Institute.

Paralelo a isso, das 8h às 20h as palestras e debates ocorreram nos oito espaços destinados às trocas de experiências e conhecimentos sobre o uso de tecnologias livres na internet. Temas como o uso de softwares livres no setor público, o cenário atual do acesso e do uso da internet no país, peculiaridades dos cybercrimes no Brasil e BigData foram debatidos neste primeiro dia de FISL 18.

Segundo o coordenador da Associação Software Livre (ASL) e do FISL, Sady Jacques, o evento ocorre neste ano também como uma forma de resistência e de reafirmação da importância dos debates em torno do livre uso de tecnologias para o desenvolvimento.

“São mais de 400 atividades e 47 horas de debates em torno desta temática. O FISL mantém, social e ideologicamente, a base da sua proposta histórica que é socializar o conhecimento. As dificuldades financeiras para a realização do evento não impediram que o grande propósito do fórum se perdesse, ainda que tenhamos, neste ano, um espaço físico menor”, destaca Jacques.

Além dos espaços destinados às apresentações, workshops e debates, várias empresas, entidades e organizações comprometidas com a difusão de ideias inovadoras sobre o uso de tecnologias livres têm seus estandes montados no salão maior do fórum. O FISL terá sequência nesta quinta, sexta e sábado, sempre das 8h às 20h. Ainda serão debatidos na edição deste ano temas como o futuro das criptomoedas, a influência dos algoritmos nos caminhos da democracia, análise de grandes volumes de dados e a participação das mulheres no Software Livre.

Site hackeado



trocar icone de pasatas criadas em thunar

28 de Junho de 2018, 14:21, por borges Lima

Fica aqui uma sugestao para trocar os icones das pastas criadas no thunar (xfce)

Criar un diretorio em qualquer lugar ex:

sudo mkdir /home/exemplo

criar um novo "launch" no desktop com os seguinte intens:

Nome: "qualquer um"

command: thunar /home/exemplo

o resto pode ficar vazio.

pode ate trocar o icone nesse momento ou depois .

criada a pasta ou melhor "launch" no desktop , clic propriedades e troque o icone, como em nemo ou nautilus;

o unico problema que tudo que vc criar nesta pasta, vai aparecer no diretorio home/exemplo tambem,

Agora é so usar a imaginaçao.

espero ter ajudado.



Vagas PHP / Ruby on Rails - Campinas / SP

28 de Junho de 2018, 12:58, por Robson Antonio Lima de Mendonça

Analista Desenvolvedor Ruby On Rails (JR/PL)

Local de trabalho: Campinas/SP

Perfil Técnico:

  • Experiência significativa em temas de Drupal Drupal 7 ou 8
  • PHP, Orientação a Objetos,Mysql,Controle de versão
  • Conhecimentos em temas Drupal (Twig)
  • HTML5,Frameworks CSS (Bootstrap) e processadores (LESS ou SASS)
  • Frameworks JS (Jquery)
  • Bom conhecimento como site builder.
  • Utilizar as novas funcionalidades do Drupal 8
  • Seguir padrões e boas práticas de desenvolvimento Drupal
  • API Rest
  • Forte experiência com mobile-first e responsive design
  • Experiência com frameworks front-end como Bootstrap
  • Experiência em medir e otimizar o desempenho do front-end.
  • Conhecimentos de problemas de compatibilidade entre navegadores ou dispositivos e a formas de trabalhar em torno deles, juntamente com a concepção de sites para atender aos padrões de acessibilidade da web.
  • Experiência com a definição de temas básicos e a criação de subtemas deles.
  • Experiência em escrever hooks theme e tpl
  • Saiba como escrever funções de tema personalizadas e também como alterar o comportamento de tema padrão
  • Experiência com módulos essenciais do Drupal, como Views, Media, Wyiswyg, WebForms
  • Paixão por criar experiências de usuário excepcionais

Responsabilidades:

  • Desenvolvimento de páginas web/api usando o framework Ruby on Rails;
  • Utilização de diferentes bibliotecas Open Source;
  • Utilização do banco de dados PostgreSQL(AWS);
  • Desenvolvimento front-end em Javascript/JQuery;
  • Versionamento no Github;
  • Deploy no Heroku;
  • Utilização da metodologia Scrum.
  • Experiência em Desenvolvimento Web e métodos Ágeis.

Analista desenvolvimento PHP c/ Moodle (PL/SR)

Local de trabalho: Campinas/SP

Perfil Técnico:

  • Desenvolvimento Web com PHP, MySQL e PL SQL
  • Conhecimento em framework (zend, laravel, cake ou similares)
  • Conhecimento avançado em programação c/ Mysql
  • Desejável - programação na plataforma Moodle (criação de plugins) ou similares
  • Drupal, Wordpress, magento
  • Plataforma cloud (diferencial)
  • Desenvolvimento para sistemas críticos (acima de 5000 acessos simultâneos)
  • Metodologias Ágil/Scrum
  • Linguagem de Internet (HTML, JavaScript, CSS, PHP, AJAX e Jquery)
  • Frameworks atuais para desenv. Camada Front-End (angular, react, ionic)-diferencial
  • Git, TFS Kanban (desejável)
  • Competências Técnicas
  • PHP, MVC, OOP, MySQL, JavaScript, Jquery, CSS, LESS, HTML5, Angular (desejável), SCRUM, JSON, WebAPI

 



Definida a programação do Fórum Internacional Software Livre 2018

7 de Junho de 2018, 13:18, por Gabriel Galli

Fisl18

Evento chega à 18ª edição consolidado como um dos mais importantes do mundo em tecnologia

Porto Alegre, 29 de maio de 2018 – O Fórum Internacional Software Livre – FISL - chega à sua 18ª edição neste ano com uma intensa programação que resultará em 370 atividades e 47 horas de debates em torno do uso de tecnologias livres na internet e difundindo iniciativas que visem ao conhecimento compartilhado para o desenvolvimento humano. O FISL18 será realizado de 11 a 14 de julho, no Centro de Eventos da PUCRS, em Porto Alegre. Serão quatro dias com palestras, encontros, debates e apresentações sobre diversos temas que circundam a ideia de cultura livre na internet.



15º Latinoware acontecerá de 17 a 19 de outubro de 2018 em Foz do Iguaçu

2 de Maio de 2018, 14:02, por Paulo Santana

"LatinowareUm dos maiores eventos de software livre do mundo. Assim é definido o Congresso Latino-americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware) , organizado pela Itaipu Binacional e Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil. Realizado desde 2004, o Latinoware oportuniza momentos de debate e troca de conhecimento sobre a evolução das tecnologias abertas e as suas aplicações com um público diversificado: comunidade, usuários, desenvolvedores, estudantes, pesquisadores, representantes governamentais e da iniciativa privada.

Em três dias de evento, os participantes conferem palestras, novas ferramentas, oficinas, sessões técnicas e acompanham casos de sucesso e principais iniciativas, que são apresentadas por especialistas e representantes de órgãos públicos e privados de diversos países da América Latina.



Linux Developer Conference Brazi 2018 abre chamada para apresentações

8 de Abril de 2018, 16:05, por Rafael Beraldo

Banner linuxdevbr 2018

A Linux Developer Conference Brazil anuncia a abertura da chamada para apresentações para a edição de 2018. A chamada, que dura até o dia 30 de abril, aceita apresentações e lightning talks em português e inglês sobre uma série de tópicos relacionados ao core dos sistemas Linux modernos. De escopo internacional, o evento acontecerá nos dias 25 e 26 de agosto de 2018, na Unicamp em Campinas, estado de São Paulo.

SOBRE A LINUXDEV-BR

A Linux Developer Conference Brazil – também conhecida como linuxdev-br – busca ser um ponto de encontro para as comunidades desenvolvendo Linux no Brasil e no mundo. Estamos abrindo espaço para apresentações sobre os temas mais recentes e relevantes para o desenvolvimento FOSS, incluindo kernel e drivers, bootloaders, rede e protocolos, containers e virtualização, segurança, IoT, desafios da indústria, entre outros. Independente do seu nível e experiência, venha compartilhar sua visão com o resto da comunidade open source.

ENVIE SUA APRESENTAÇÃO

Veja mais detalhes para submissão de apresentações no site da conferência.



Nova versão da plataforma livre para o mapeamento de iniciativas em agroecologia

8 de Abril de 2018, 16:05, por Marcelo Soares Souza

Mapa da Agroecologia

A plataforma Mapa da Agroecologia, uma ferramenta livre que permite o mapeamento de iniciativas em Agroecologia, disponibilizou uma nova versão. Esta traz correções e melhorias diversas, incluindo aprimoramentos na interface, adição de novos campos e a opção de tradução da interface (Português, Espanhol e Inglês).

A plataforma esta em constante evolução e é livre, estamos sempre buscando parceiros para aprimorar o sistema, não somente fornecendo informações sobre os locais que já realizam experiências em agroecologia mas com sugestões e dicas de como melhorar a plataforma em si. Por ser um Software Livre você pode contribuir com código, documentação e tradução da interface.



Parceria entre Curitiba Livre e Hostinger

21 de Março de 2018, 22:03, por Daniel Lenharo de Souza

Logo hostinger

É com grande prazer que a Comunidade Curitiba Livre oficializa parceria com a multinacional Hostinger Hospedagem de Sites.

Com mais de 29 milhões de usuários em 178 países, a Hostinger deu o seu pontapé inicial em 2004 e, desde então, segue em uma jornada fantástica de crescimento.

A Hostinger tem 3 anos de atuação no mercado brasileiro de tecnologia em hospedagem de sites, apresentando crescimento expressivo. Em 2017, quando começaram a estruturar os setores, equipes e processos, a empresa apresentou um crescimento de 155% de faturamento comparado ao período anterior. Eles acreditam fortemente que o potencial é de crescer muito mais nos próximos períodos!

A Hostinger fornece tecnologia em hospedagem de sites através de planos variados, para sites de tamanhos diferentes, servidores dedicados, registro de domínios e planos especiais para revenda de hospedagem. Isto tudo é acompanhado por material informativo, tutoriais, newsletters, vídeos e uma equipe de suporte de pronto atendimento 24/7. Além disso, eles oferecem migração de sites gratuita possibilitam não só o início de novos projetos por pessoas sem experiência em hospedagem como o crescimento e evolução destes projetos em empreendimentos mais complexos. Uma plataforma completa de empoderamento de negócios online, de pequenas até grandes empresas, é algo que só a Hostinger oferece por valores tão acessíveis.

Com esta parceria, a Comunidade Curitiba Livre receberá acesso a uma VPS gratuitamente para hospedar serviços e ferramentas de software livre que ajudarão em nossos trabalhos.



Curso COMPLETO de Shell Script (Básico ao Avançado)

5 de Março de 2018, 14:44, por Fernando Souza

Curso de Shell Script (Básico ao Avançado), com CERTIFICAÇÃO e caso o aprendiz precise (Nota Fiscal Eletrônica) da compra.



Formação em Software Livre através da Amizade

5 de Março de 2018, 14:44, por Laurence Victor

 



Você pode ajudar um projeto de Software Livre fazendo traduções

22 de Janeiro de 2018, 13:18, por Paulo Santana

Bandeiras eua br

Projetos de Softwares Livre que pretendem receber contribuições de pessoas de qualquer lugar do mundo adotam o inglês como língua padrão, por isso é comum ver os sites, os manuais, as trocas de mensagens entre seus contribuidores e os softwares originais em si, utilizando a língua universal. Os desenvolvedores de softwares livres já estão acostumados com esse ambiente internacional mas quando pensamos nos usuários, o uso de um software livre em inglês pode dificultar bastante a sua adoção, especialmente aqui no Brasil.

Para facilitar a utilização de softwares livres internacionais por usuários que tem dificuldades para ler em inglês é extremamente importante o trabalho de tradução realizado pelas comunidades. A tradução, também chamada de localização, é feita por pessoas que dedicam parte do seu tempo para converter os textos do inglês (en) para a língua do seu país. Como não poderia ser diferente, no Brasil existem várias comunidades que fazem as traduções para o português brasileiro (pt-br).

Em 2017 palestrei em alguns eventos mostrando como qualquer pessoa pode contribuir para o Projeto Debian de várias outras formas que não envolvem conhecimento técnico como empacotamento. Tem um vídeo disponível dessa palestra na Campus Party Brasília 2017 e um arquivo dessa apresentação. Decidi escrever esse texto para encorajar aquelas pessoas que gostariam de contribuir para um projeto de Software Livre internacional mas que não envolva o desenvolvimento de código. Se você é uma dessas pessoas, você pode ajudar com as traduções, para isso basta ter um conhecimento mínimo em inglês, uma vontade de trabalhar coletivamente e um espírito de colaboração. Os projetos de Software Livre precisam basicamente traduzir/localizar os seguintes itens:

  • O software propriamente dito;
  • O site oficial;
  • Manuais/tutoriais oficiais.

Uma terminologia importante para as equipes de tradução é a seguinte (crédito do Adriano Rafael Gomes):

  • I18N (internationalization): internacionalização é a modificação de um programa para que ele possa lidar com os múltiplos idiomas e culturas do mundo todo.
  • L10N (localization): localização é a implementação de um idioma específico para um programa já internacionalizada. Leia mais aqui.

Em todos os projetos você pode assumir dois papeis:

  • Tradutor: aquele que vai iniciar uma tradução do zero;
  • Revisor: aquele que revisar a tradução realizada por um tradutor e eventualmente propor correções.

Se você é um iniciante, algumas pessoas recomendam começar fazendo apenas revisões porque é mais fácil. Nas equipes de tradução também existem papeis que ajudam na organização interna, então alguém mais experiente com todo o processo pode assumir o papel de Coordenador para gerenciar os trabalhos.

Espero que esse texto te incentive a começar a contribuir com pelo menos um dos projetos que irei listar a seguir.



Eventos de Software Livre no Brasil