Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias

27 de Maio de 2014, 23:22 , por Paulo Santana - | 3 pessoas seguindo este artigo.

A Linux Developer Conference Brazil com uma proposta inédita acontecerá em 11 de novembro de 2017

20 de Outubro de 2017, 13:03, por Paulo Santana

Banner linux conference brazil

A Linux Developer Conference Brazil tem como objetivo elevar a comunidade brasileira de desenvolvimento Linux ao nível internacional. Seja você um curioso interessado em entender o ecossistema do Linux, alguém buscando contribuir com projetos open source ou mesmo um veterano colaborador, essa conferência é para você.

O escopo do evento engloba o desenvolvimento upstream de projetos como Linux Kernel, systemd, containers, wayland, Gstreamer, gcc, llvm, MESA, gdb, bootloaders, qemu, kvm, ChromeOS, tracing, segurança ou qualquer outro componente low level do mundo Linux. Em seu programa, a conferência tem como prioridade a diversidade de temas em variados graus de profundidade, buscando garantir que colaboradores veteranos possam trocar experiências e reforçar seus laços com a comunidade ao passo que novos desenvolvedores também aprendam e se beneficiem dos conhecimentos expostos.

Linux Developer Conference Brazil acontecerá em Campinas - SP no dia 11 de novembro de 2017 na UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas.



2ª PotiCon acontecerá dias 04 e 05 de novembro de 2017 e você pode ajudar

18 de Outubro de 2017, 11:42, por Paulo Santana

Banner 2a poticon

A PotiCon - Conferência Potiguar de Software Livre é um evento organizado pelo pessoal da PotiLivre - Comunidade Potiguar de Software Livre que tem o objetivo ampliar os conhecimentos dos participantes sobre as ferramentas livres de desenvolvimento, distribuições GNU/Linux e como anda o mercado atual do Software Livre, com isto o público poderá trocar experiências e impressões sobre os projetos inovadores de código aberto existentes no país. A proposta do PotiCon é reunir um amplo conteúdo de informações para que estudantes, professores, pesquisadores, profissionais e especialistas compartilhem os seus conhecimentos no mesmo ambiente.

A 2ª PotiCon acontecerá nos dias 04 e 05 de novembro de 2017 no Instituto Metrópole Digital na UFRN em Natal - RN.



Vaga Desenvolvedor Linux em Curitiba/PR

4 de Outubro de 2017, 15:56, por Marcos Polidoro

Experiência para atuar no desenvolvimento e manutenção de software OEM. Responsável por desenvolver e customizar um sistema operacional Linux OEM para diversos tipos de computadores desktops, all-in-one, notebook e netbook. Para atuar nesta posição é desejável que o profissional tenha conhecimentos de distribuições Linux e domínio de linguagens de programação como Shell Script, Python, C e/ou C++. As atividades envolvem a customização e eventual desenvolvimento nos mais diversos componentes chave do sistema operacional como o Kernel e device drivers, Xorg, Systemd, Udev, dbus, pm-utils e o ambiente gráfico KDE.



Assine a petição europeia Public Money, Public Code

26 de Setembro de 2017, 14:05, por Paulo Santana

Public Money Public Code A FSFE - Free Software Foundation Europe, criou uma campanha para conseguir aprovar uma legislação que garanta que todo software financiado com dinheiro público seja lançado como Software Livre. O título e slogan são:

Dinheiro público, Código público - uma campanha para liberar software financiado publicamente como Software Livre.

Para fortalecer a campanha a FSFE lançou o site https://publiccode.eu explicando toda a proposta onde está escrito:

Por que o software criado usando o dinheiro dos contribuintes não é lançado como Software Livre?

Queremos uma legislação que exija que o software financiado publicamente desenvolvido para o setor público seja disponibilizado publicamente sob uma licença de Software Livre e de Código Aberto. Se é dinheiro público, também deve ser um código público.

O código pago pelas pessoas deve estar disponível para as pessoas!

No site existe uma carta aberta direcionada aos legisladores que solicita:

Implementar legislação que exija que o software financiado publicamente desenvolvido para o setor público deve ser disponibilizado publicamente sob uma licença de Software Livre e de Código Aberta.



14º Latinoware acontecerá de 18 a 20 de outubro de 2017 em Foz do Iguaçu

22 de Setembro de 2017, 13:55, por Paulo Santana

"LatinowareUm dos maiores eventos de software livre do mundo. Assim é definido o Congresso Latino-americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware) , organizado pela Itaipu Binacional e Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil. Realizado desde 2004, o Latinoware oportuniza momentos de debate e troca de conhecimento sobre a evolução das tecnologias abertas e as suas aplicações com um público diversificado: comunidade, usuários, desenvolvedores, estudantes, pesquisadores, representantes governamentais e da iniciativa privada.

Em três dias de evento, os participantes conferem palestras, novas ferramentas, oficinas, sessões técnicas e acompanham casos de sucesso e principais iniciativas, que são apresentadas por especialistas e representantes de órgãos públicos e privados de diversos países da América Latina.

Entre os objetivos do evento, está oportunizar um espaço para discussões e reflexões sobre a utilização do software livre e a décima quarta edição do Latinoware promete ser o local para que o público possa encontrar as principais novidades da área. O evento será realizado de 18 a 20 de outubro de 2017, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), localizado na Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu - PR.



PythonBrasil[13] acontecerá de 06 a 11 de outubro de 2017 em Belo Horizonte

22 de Setembro de 2017, 13:39, por Paulo Santana

PythonBrasil[13]A PythonBrasil[13] acontecerá de 06 a 11 de outubro de 2017 em Belo Horizonte - MG. O evento tem como propósito reunir centenas de pessoas durante 6 dias para discutir sobre software livre, práticas de desenvolvimento e Python.

As atividades consistem em palestras com pessoas de destaque, que compartilharão suas experiências onde mostrarão as tendências e o futuro do Python; minicursos sobre Python e tecnologias relacionadas; sprints onde os participantes se reúnem conectando-se à comunidade Python através de sua contribuição prática na melhoria de um ou mais projetos de código aberto; open spaces que são uma forma de interação importante onde os participantes podem abrir espaços dinâmicos para exposição e discussão de assuntos diversos sem a necessidade de uma programação pré-estabelecida; e job fair que tem por objetivo estimular o mercado de desenvolvimento, principalmente para a comunidade Python.



Plataforma Livre Agroecologia Saberes e Práticas será apresentada no Congresso Latino-americano de Agroecologia

8 de Setembro de 2017, 13:44, por Marcelo Soares Souza

A plataforma Agroecologia Saberes e Práticas é uma ferramenta que permite o mapeamento e registro de iniciativas, experiências e práticas em Agroecologia em todas as suas vertentes. A agroecologia é o estudo dos agroecossistemas abrangendo todos os elementos humanos e ambientais e a proposta desta plataforma é potencializar estes aspectos através de interações entre os diversos fomentadores destes sistemas agroecológicos.



Vídeos, fotos e textos da palestra do Stallman em Curitiba em 2017

5 de Setembro de 2017, 15:01, por Paulo Santana

Richard Stallman (RMS), fundador do movimento Software Livre, do Projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF), e um dos autores da Licença Pública Geral GNU (GNU GPL) palestrou no dia 02 de junho de 2017 no auditório Prof. Ulysses de Campos do Setor de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do Paraná.

A vinda do Stallman foi organizada pela Comunidade Curitiba Livre e pelo Centro de Estudos de Informática (CEI), teve o patrocínio da empresa Ambiente Livre e os apoios do Departamento de Informática da UFPR, do Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL), e da Celepar.

A organização realizou uma campanha de financiamento coletivo para viabilizar a contratação da tradução simultânea e custear outras despesas. A campanha foi um sucesso, a lista de doadores e a prestação de contas podem ser vistas no site http://rms.curitibalivre.org.br

Vídeos da palestra - vários formatos e áudios em inglês e português (tradução simultânea):

http://stallman-brasil.softwarelivre.org/2017/curitiba-ufpr

Fotos:

https://www.flickr.com/photos/curitibalivre/sets/72157684615095686

Textos publicados sobre a palestra:

UFPR: Criador do Movimento Software Livre, Richard Stallman faz palestra para auditório lotado na UFPR

http://www.ufpr.br/portalufpr/blog/noticias/criador-do-movimento-software-livre-richard-stallman-faz-palestra-para-auditorio-lotado-na-ufpr

Jornal Comunicação UFPR: Quem controla o seu computador? Confira palestra do criador do sistema GNU em Curitiba

http://jornalcomunicacaoufpr.com.br/quem-controla-o-seu-computador-confira-palestra-do-criador-do-sistema-gnu-em-curitiba

Gazeta do Povo: Todos os olhos em você

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/nova-economia/todos-os-olhos-em-voce-a0cxax3k55o1oc9iqzuur74t4

A Free Software Foudation publicou em seu site uma notícia sobre a vinda do Stallman para o Brasil e as palestras nas cidades de Belo Horizonte, Campinas, Curitiba e Brasília.

https://www.fsf.org/blogs/rms/photo-blog-2017-may-june-campinas-curitiba-brasilia

 



FISL18 está adiado para julho de 2018

23 de Agosto de 2017, 14:23, por Paulo Santana

Caras e Caros apaixonadas e apaixonados, evangelistas, desenvolvedoras e desenvolvedores, difusores, entusiastas e usuários do Software Livre no Brasil:

Vocês foram os únicos responsáveis por dezessete edições do Fórum Internacional Software Livre. Vocês foram não apenas a razão de ser destas edições de quase duas décadas, mas também as pessoas que sustentaram cada uma delas, com suas milhares de inscrições e muitas centenas de patrocínios estimulados por seus movimentos e relações. Vocês foram as pessoas que deram a cada uma de suas edições, vida, alma, energia e razão para acontecer.

Em síntese, esse Movimento é de cada um de vocês, tem o crédito, a assinatura e a cara de cada um de vocês, com presença ano após ano, ou intercalados, ou episódicos, não importa. Mais que isso, ele é, e continuará sendo, o que cada um de nós estiver disposto a fazer com que ele seja.

Muitos acham que este Fórum Internacional Software Livre, carinhosamente chamado por todos nós de FISL, deveria ter outros formatos, outros tamanhos, outras finalidades.

Que ele deveria mudar e tornar-se mais parecido com este ou aquele evento, mais dinâmico, mais empreendedor, mais focado.

Talvez pelo fato de ter perdido o apoio financeiro dos governos federal, estaduais e municipais, combalidos pela crise econômica mundial, apesar da ironia de que justamente um investimento público maior e sistemático em softwares livres pudesse ajudá-los a mitigar, contornar ou mesmo encaminhar o problema da economia deste país.

Ou, talvez pelo fato de que as empresas, agora em situação dramática, cortam todas as suas despesas "supérfluas", esquecendo que muitas vezes cresceram e muitas vezes saíram da crise com o uso silencioso do software livre em seus processos, ou em seus serviços.

Desde o princípio, nós fizemos a opção pela liberdade. E dado que desejamos preservar nossa missão e radicalizar em nossos propósitos, fazendo o uso, a defesa e a difusão cada vez mais efetivos dos softwares livres, precisamos perseguir a independência total e absoluta de fornecedores.

Foi por esta principal razão que solicitamos não uma mera inscrição, mas uma doação equivalente a possibilidade de cada uma e cada um, em favor do PSL.Br . Um grande esforço nacional e coletivo para a preservação de uma grande ideia.

No entanto, a crise que atinge a nós todos tem provocado retrações e comedimentos de todos, sem exceção, fazendo com que não alcançássemos até aqui, a meta mínima necessária para garantir o evento, sem solução de continuidade para a ASL.Org e para o Projeto.

Nos cumpre informar, contudo, que não esmoreceremos!!!

O FISL está adiado para julho de 2018, na data de costume e por absoluta imposição da conjuntura.

Continuaremos em nosso esforço de captação de doações e patrocínios, assim como continuaremos a organização do temário em conjunto com todas as comunidades que representam esse maravilhoso movimento, mundo a fora.

Além disso, fruto da importância imperiosa de discutirmos acerca de nosso destino e de novas estratégias, no período anunciado de 01 a 04 de outubro, em Porto Alegre, faremos um sério debate, para o qual estão convidados desde já todas e todos que se sentem compromissados com a causa do software livre, para refletirmos sobre "O futuro do software livre no Brasil e no mundo", com o propósito de lançar as bases para a construção de novas estratégias que nos permita avançar na próxima década.

Venha com a gente, faça parte dessa construção.

Saudações livres!

Coordenação da ASL.Org

Software Livre - A tecnologia que liberta

Fisl18 - Fórum Internacional Software Livre

"Informação e comunicação abertas para a sociedade."

11 a 14 de julho de 2018 - Centro de Eventos da PUCRS - Porto Alegre - Brasil



Instâncias hispanófonas do GNU Social - 2

22 de Agosto de 2017, 16:40, por Anders Bateva

Listo abaixo as instâncias da rede federada GNU Social dedicadas principalmente ao espanhol, com detalhes sobre cada uma. Deixei de fora social.undernet.uy pois nela há apenas bots de sites comuns de notícias, então não serve pra usar como comunidade de interação humana.

Não existem instâncias significativas dedicadas à língua portuguesa. As instâncias foram descobertas em Fediverse.org , mas este site não inclui todas as informações que eu desejava.



4 razões para o linux ser o sistema operacional que mais cresce no mundo

22 de Agosto de 2017, 16:21, por Elisaudo Sousa

No início dos anos 90, Linus Torvalds, o criador do Linux, anunciou que tinha criado um sistema operacional livre, mas que só era um hobby. Naquele momento ele nem imaginava que este se tornaria um dos mais importantes sistemas operacional do mundo e que o Linux receberia o crédito de fazer decolar a internet, a cloud computing e a Internet das Coisas.



Projeto opensource 100% brasileiro (precisamos de colaboradores)

22 de Agosto de 2017, 16:21, por Adilson Magnus

Bom dia. Sou desenvolvedor e mantenedor de um sistema OPENSOURCE para provedores de telefonia IP, que desde 2014 passei o projeto para OPENSOUCE. Projeto 100% brasileiro.

Atualmente na versao 5 com a versao 6 BETA prontinha para sair um "release".

Trabalho praticamente sozinho neste projeto a 10 anos. Chegamos ja a um bom numero de usaurios pelo mundo a fora, mas lamentavelmente nenhum colaborador para transformar este projeto brasileiro maior do que ja é.



O começo do GNU Social

22 de Agosto de 2017, 16:21, por Anders Bateva

Este post é baseado no artigo What is GNU social and is Mastodon Social a “Twitter Clone”?, por Robek World.

Em 2007, Evan Prodromou desenvolveu o "esqueleto" do que eventualmente se tornaria o GNU Social. Na época de sua concepção, ele era conhecido como Laconica, e era utilizado em um serviço de microblogging chamado Identi.ca. Após ser financiado, Prodromou renomeou Laconica para StatusNet e começou o desenvolvimento do serviço. A ideia por detrás da StatusNet era que qualquer um pudesse baixar o software e rodar seu próprio serviço de microblogging. O nobre objetivo estava embrulhado em estratégia de marca, e buscas corporativas, na esperança de um dia levar o microblog para as massas (tanto marcas quanto indivíduos) tal qual WordPress fez para os blogs. Várias pessoas contribuíram código para a StatusNet e o projeto cresceu.

 



Descubrindo a magia do OStatus com GNU Social

22 de Agosto de 2017, 16:21, por Anders Bateva

Autor: Manuel Ortega. Tradução por Anders Bateva.

Graças ao OStatus, as instâncias do GNU Social não são jardins murados, e se conectam nentre si, permitindo a seus usuários comunicarem-se e seguirem uns aos ouros. OStatus é a engrenagem que dá vida à rede distribuída de nós/servidores do GNU Social.

Uma rede distribuída, também conhecida como a «federação», cujas implicações são chave para impulsionar um modelo social totalmente oposto ao de redes centralizadas, como Twitter e Facebook, e ao das descentralizadas também. Entender como funciona o OStatus facilita que novos desenvolvedores possam unir-se ao projeto e criar novas possibilidades para o GNU Social.



GNU Social é descentralizado ou distribuído? E de que importa afinal?

22 de Agosto de 2017, 16:21, por Anders Bateva

Autor: Manuel Ortega. Tradução por Anders Bateva.

 

 

Rede centralizada (azul); Rede descentralizada (vermelho); Rede distribuída (amarelo).



Eventos de Software Livre no Brasil