Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias

27 de Maio de 2014, 23:22 , por Paulo Santana - | 2 pessoas seguindo este artigo.

Lançado o Debian 9 - Stretch

18 de Junho de 2017, 17:26, por Paulo Santana

Banner stretch 380 Depois de 26 meses de desenvolvimento, o projeto Debian tem o orgulho de apresentar a sua nova versão estável 9 (codinome Stretch), que será suportada durante os próximos 5 anos, graças ao trabalho combinado da equipe de Segurança do Debian e da equipe de Suporte de Longo Prazo do Debian.

O Debian 9 é dedicado ao fundador do projeto, Ian Murdock, que faleceu em 28 de dezembro de 2015.

Na Stretch, a variante MySQL padrão agora é o MariaDB. A substituição dos pacotes do MySQL 5.5 ou 5.6 pela variante MariaDB 10.1 acontecerá automaticamente na atualização.

O Firefox e o Thunderbird retornam ao Debian com o lançamento da Stretch, e substituem as suas versões com as marcas removidas Iceweasel e Icedove, que estiveram presentes no repositório por mais de 10 anos.

Graças ao projeto "Reproducible Builds", mais de 90% dos pacotes fonte incluídos no Debian 9 construirão pacotes binários idênticos bit-a-bit. Essa é uma funcionalidade de verificação importante que protege os usuários contra tentativas maliciosas de adulterar compiladores e redes de construção. Versões futuras do Debian incluirão ferramentas e metadados para que usuários finais possam validar a procedência de pacotes dentro do repositório.



Bem-vindo Debian 9 Stretch

17 de Junho de 2017, 21:24, por Paulo Santana



Fotos da palestra do Stallman em Curitiba

6 de Junho de 2017, 15:52, por Paulo Santana

As fotos da palestra do Richard Stallman realizada no dia 02 de junho de 2017 no auditório Prof. Ulysses de Campos do Setor de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do Paraná estão aqui:

https://www.flickr.com/photos/curitibalivre/sets/72157684615095686

Stallman curitiba 2017 050



2º epsódio do podcast Papo Livre

6 de Junho de 2017, 14:15, por Paulo Santana

Gnu meditando

Hoje (06/06/2017) saiu um novo epsódio do podcast Papo Livre.

Neste segundo episódio, Antonio Terceiro, Paulo Santana e Thiago Mendonça discutem os diversos meios de comunicação em comunidades de software livre. A discussão começa pelos meios mais "antigos", como IRC e listas de discussão e chega aos mais "modernos", passando pelo meio livre e meio proprietário Telegram, e chega à mais nova promessa nessa área, Matrix (e o seu cliente mais famoso/viável, Riot).

Você pode ouvir o epsódio #1 - meios de comunicação aqui:

https://papolivre.org/1



Tchelinux Pelotas 2017 - Programação liberada e mais informações sobre o evento

6 de Junho de 2017, 14:05, por Jerônimo Medina Madruga

Tchelinux Pelotas 2017 - Programação liberada e mais informações sobre o evento



Apoiador do FISL18, COMCET sedia a 10ª Conferência

5 de Junho de 2017, 2:16, por Mariel Zasso

 



Cobertura da palestra do Stallman na UFMG

31 de Maio de 2017, 11:58, por Paulo Santana

Nesta segunda-feira (29/05/2017) Richard Stallman fez uma palestra no auditório Nobre do Centro de Atividades Didáticas da Universidade Federal de Minas Geraiss em Belo Horizonte. A palestra fez parte das comemorações dos 90 anos da UFMG.

A Universidade publicou um texto relatando a palestra que pode ser lido aqui:

https://www.ufmg.br/90anos/sistemas-digitais-nao-devem-existir-para-acumular-dados-sobre-as-pessoas-diz-ativista-richard-stallman-em-conferencia-no-campus-pampulha

A Clara Matheus e o Tavos Mata Machado do canal mimimidias fizeram um vídeo muito legal relatando suas impressões sobre a palestra.

 



Lançado o podcast Papo Livre

23 de Maio de 2017, 19:51, por Paulo Santana

Gnus microfone

Ontem (22/05/2017) foi lançado o podcast Papo Livre.

Neste primeiro episódio, Antonio Terceiro, Paulo Santana e Thiago Mendonça discutem a próximo vinda do Brasil de Richard Mattew Stallman (RMS), o fundador do movimento do Software Livre. RMS vai fazer uma série de palestras durante um período de 3 semanas a partir do final de maio de 2017.

Em seguida a conversa abrange diversos temas, como concepção e expectativas para este novo podcast, origens do software livre, conceitos básicos de software livre, e possíveis temas para episódios futuros.

Você pode ouvir o epsódio #0 - Piloto: RMS no Brasil e conceitos básicos de Software Livre aqui:

https://papolivre.org/0

 



QtCon Brasil 2017 acontecerá de 18 a 20 de agosto em São Paulo

23 de Maio de 2017, 18:07, por Paulo Santana

A QtCon Brasil 2017 é a primeira conferência da comunidade Qt no Brasil e na América Latina. O objetivo é viabilizar um ponto de encontro para que entusiastas, desenvolvedores, engenheiros e gerentes de projetos brasileiros e latino-americanos compartilhem suas experiências sobre criação de produtos e soluções baseadas no Qt. A QtCon Brasil é uma iniciativa realizada por um grupo de colaboradores das comunidades Qt e KDE. Serão reunidos os melhores especialistas do Brasil e do exterior para um conjunto de palestras e treinamentos sobre o estado-da-arte do Qt, ilustrando como o toolkit tem sido usado como tecnologia de base em muitos setores da indústria.

Nesta primeira edição da QtCon Brasil, a conferência terá como tema "Desenvolvimento Multiplataforma com Qt". O primeiro dia do evento é dedicado à realização de mini-sessões de treinamento. Nos dois dias seguintes, uma seleção especial de palestras abordarão desde aspectos básicos do Qt, passando por casos de uso na indústria brasileira, até as mais recentes novidades sobre Qt em plataformas desktop (Windows, Linux e OS X), plataformas móveis (Android e iOS), sistemas embarcados e IoT.

A QtCon Brasil 2017 acontecerá de 18 a 20 de agosto no Espaço Fit em São Paulo.

Mais informações:

https://br.qtcon.org

 



Tchelinux Pelotas 2017 - Chamada de Trabalhos e inscrições aberta!

23 de Maio de 2017, 18:05, por Jerônimo Medina Madruga


Stallman Tour Brasil 2017

4 de Maio de 2017, 17:57, por Paulo Santana

Stallman 2012

 

Richard Matthew Stallman (RMS), fundador do movimento Software Livre, do Projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF), e um dos autores da Licença Pública Geral GNU (GNU GPL) estará no Brasil entre maio e junho de 2017 visitando algumas cidades para palestrar.

A agenda dele confirmada até o momento é a seguinte (pode sofrer alterações):

29 de maio - Belo Horizonte - MG

A palestra fará parte das comemorações dos 90 anos da UFMG.

  • Título: A Free Digital Society
  • Horário: 14:00h
  • Local: Auditório Nobre do Centro de Atividades Didáticas (CAD) 1, Campus Pampulha UFMG.
  • Organização: Comissão 90 anos UFMG e Departamento de Ciência da Computação.
  • Inscrição: gratuita

31 de maio - Campinas - SP

A Palestra fará parte da programação da disciplina de Seminários sobre Software Livre.

  • Título: Your Freedom as a User of Computers and Cell Phones
  • Horário: 16:00h
  • Local: Sala CB-06 do Ciclo Básico I (antigo) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
  • Organização: Profa. Islene Calciolari Garcia
  • Inscrição: gratuita

02 de junho - Curitiba - PR

Site com todas as informações http://rms.curitibalivre.org.br

17 de junho - Brasília - DF

A palestra fará parte da programação da Campus Party Brasília

19 de junho - Brasília - DF

  • Título: Copyright and Community
  • Horário: 19h30min
  • Local: Auditorio do Departamenteo de Ciência da Computação da UNB
  • Organização:
    • Prof. Pedro Rezende
    • Prof. Ricardo Toledo Neder
  • Inscrição: gratuita

Veja a agenda completa de viagens do Stallman pelo mundo no site da FSF.

Notícias sobre as palestras do Stallman

Site da UFPR: Richard Stallman, fundador do movimento Software Livre, fará palestra na UFPR

G1: Campus Party Brasília terá palestra com idealizador do software livre

 



Palestra de Richard Stallman em Curitiba em 02 de junho

28 de Abril de 2017, 15:33, por Paulo Santana

Richard Matthew Stallman (RMS), fundador do movimento Software Livre, do Projeto GNU, e da Free Software Foundation (FSF), vem a Curitiba no dia 02 de junho de 2017 para fazer a palestra:

Free Software and Your Freedom.

Descrição: The Free Software Movement campaigns for computer users' freedom to cooperate and control their own computing. The Free Software Movement developed the GNU operating system, typically used together with the kernel Linux, specifically to make these freedoms possible.

Você pode contribuir com a nossa campanha de financiamento coletivo doando qualquer valor para ajudar a alugar uma cabine de tradução e contratar um tradutor, assim as pessoas que não entendem inglês poderão assistir a palestra com tradução simultânea.

http://rms.curitibalivre.org.br/financiamento-coletivo.shtml

Mais informações e inscrição gratuita:

http://rms.curitibalivre.org.br

Resumo:

Patrocínio:

Organização:

 

Banner rms

 

 



Chamada de propostas para o Dia Livre (Open Day) na DebConf17

23 de Abril de 2017, 19:34, por Paulo Santana

O time da DebConf gostaria de anunciar a chamada de propostas para o Dia Livre (Open Day) na DebConf17, um dia inteiro dedicado a sessões sobre Debian e Software Livre, e destinado ao público em geral. O Dia Livre antecederá a DebConf17 e será realizado em Montreal, Canadá, no dia 05 de agosto de 2017.

O Dia Livre na DebConf será uma grande oportunidade para usuários, desenvolvedores, e pessoas simplesmente curiosas sobre o nosso trabalho, conhecerem e aprenderem sobre o Projeto Debian, Software Livre em geral e tópicos relacionados.



I FLisol de Santa Izabel do Pará

7 de Abril de 2017, 19:50, por Rilson Lima

I FliSol de Santa Izabel do Pará 2017



Dataprev implementa M$ Office, ajudando a enterrar software livre no Governo Federal

7 de Abril de 2017, 19:50, por Marco Costa

A Dataprev (empresa pública federal, vinculada ao Ministério da Fazenda) divulgou neste dia 28 um artigo em sua intranet fazendo alarde ao início da instalação do Microsoft Office 365 como serviço de assinatura, englobando "os aplicativos Excel, Word, Powerpoint, Access e OneNote, inclusive em versões on-line" em equipamentos de 2 mil empregados.

Diz o artigo que "O valor da assinatura mensal por empregado ficou em torno de R$ 48. Considerando-se que para uma única conta de usuário será possível instalar o Office 365 em até 15 dispositivos (5 desktops, 5 telefones e 5 tablets), tanto corporativos como pessoais, o valor da assinatura fica em torno de R$ 3 por mês por cada dispositivo instalado." Ou seja, a empresa comemora o pagamento de R$ 48 por mês, por licença, pois assim beneficia também as necessidades pessoais dos empregados públicos. Ressalta isso no trecho "A instalação do pacote em equipamentos da empresa será efetuada por meio de abertura de chamado pelo Sistema de Gestão de Atendimento da Dataprev. "Já a instalação nos dispositivos pessoais é de responsabilidade do usuário""

Para tanto, a Dataprev realizou um pregão no Sistema de Registro de Preços para a assinatura de até cinco mil licenças, que poderão ser utilizadas por 36 meses, prazo que pode ser renovado. "Não se trata de uma aquisição. A empresa paga uma taxa mensal para utilizá-las" - deixando claro que trata-se de um aluguel, que torna a Dataprev refém do pagamento enquanto precisar do software.

"Além da boa relação custo-benefício, a ferramenta conta com opção de acesso on-line, facilitando a mobilidade dos empregados e o compartilhamento de arquivos." Aqui a Dataprev ainda destaca o fato de os empregados poderão guardar os arquivos da Empresa, que tem grande potencial de serem sensíveis e incluírem dados da Previdência Social brasileira, na nuvem pública da Microsoft, armazenada em território americano. Comenta adiante que os empregados devem respeitar os ditames de segurança da Empresa, mas não era mais fácil fechar a porta?

"A adoção da suíte de escritório para toda a empresa evita a disseminação de software não autorizado e padroniza licenças, versões e ferramentas adquiridas ao longo do tempo. “Perde-se tempo ao converter arquivos que não estão padronizados. A instalação desta licença em toda a empresa evitará a necessidade de conversão, refletindo positivamente no rendimento dos empregados”, explica o gestor da operaçao"." -- A Dataprev não explica porque tal padronização não é realizada utilizando um pacote de automação de escritório de software livre, cuja qualidade e funcionalidade não deixa qualquer coisa a desejar em relação ao proprietário, já há vários anos. Além disso, fica claro que a Empresa passará a ser refém eterna do Office, pois uma vez convertidos os arquivos, ninguém nunca mais irá querer voltar atrás.

Quase para fazer rir, a empresa registra uma linha no artigo para dizer que "Vale ressaltar, no entanto, que o Open Office não será desinstalado e poderá continuar a ser utilizado pelos funcionários que optem pela solução." - Oras, se o motivo alardeado para a instalação do Office é a padronização, como os funcionários poderão optar pelo Open Office, que irá sofrer com os documentos do MS Office cujos formatos não respeitam os padrões internacionais de interoperabilidade?

A situação é ainda mais triste se considerarmos não só o momento de dificuldade econômica pelo qual passa o Brasil, mas ainda o fato de que diversos gestores da Dataprev, que continuam na empresa (ou continuavam até poucos dias atrás, e assim participaram desta decisão) são ferrenhos defensores do Software Livre. Estão nesta lista o agora ex-Presidente, Rodrigo Assumpção, o Diretor de TI, Daniel Darlen, entre outros que ocupam cargos de confiança, como Elias Mussi, Corinto Meffe, Lucius Curado, etc. Nenhum deles se opôs a esta decisão?!

Matéria completa a seguir:

"
 Instalação do Office 365 permitirá padronizar ferramentas e aumentar produtividade

ter, 28/03/2017 - 11:00

Com o objetivo de apoiar as atividades profissionais e padronizar as ferramentas em uso na empresa, contribuindo para o aumento da produtividade, a Dataprev iniciou este ano a instalação da ferramenta de automação de escritório Microsoft Office 365. O serviço de assinatura mais recente da Microsoft engloba os aplicativos Excel, Word, Powerpoint, Access e OneNote, inclusive em versões on-line.

“Estamos em constante busca pela melhoria dos ambientes de trabalho, seja nas instalações, seja em ferramentas e equipamentos. Como também a nova solução para a Rede Lan, que está em fase de contratação, que objetiva a melhoria da performance da rede interna da Dataprev”, ressalta o diretor de Finanças e Serviços Logísticos, Álvaro Botelho.

Na primeira fase de instalação, que termina no fim deste mês, dois mil empregados de todos os estados serão contemplados. Segundo José Augusto Tovar, gerente da Divisão de Gestão de Infraestrutura de TIC Interna (DGII), o cronograma das próximas fases está sendo elaborado e a instalação será estendida a todo o quadro funcional.

A adoção da suíte de escritório para toda a empresa evita a disseminação de software não autorizado e padroniza licenças, versões e ferramentas adquiridas ao longo do tempo. Outras vantagens incluem melhor nível de segurança, integridade e consistência de dados e informações manipulados e armazenados no ambiente da Dataprev e a padronização tecnológica do ambiente. Há ainda a possibilidade de evitar retrabalho com uso de diferentes ferramentas. O ganho de produtividade, segundo relatório da consultoria Forrester, pode chegar a aproximadamente 4%.

“Perde-se tempo ao converter arquivos que não estão padronizados. A instalação desta licença em toda a empresa evitará a necessidade de conversão, refletindo positivamente no rendimento dos empregados”, explica Tovar.

Para tanto, a Dataprev realizou um pregão no Sistema de Registro de Preços para a assinatura de até cinco mil licenças, que poderão ser utilizadas por 36 meses, prazo que pode ser renovado. "Não se trata de uma aquisição. A empresa paga uma taxa mensal para utilizá-las", explica o gestor.

O valor da assinatura mensal por empregado ficou em torno de R$ 48. Considerando-se que para uma única conta de usuário será possível instalar o Office 365 em até 15 dispositivos (5 desktops, 5 telefones e 5 tablets), tanto corporativos como pessoais, o valor da assinatura fica em torno de R$ 3 por mês por cada dispositivo instalado.

Pessoa em frente ao computadorAlém da boa relação custo-benefício, a ferramenta conta com opção de acesso on-line, facilitando a mobilidade dos empregados e o compartilhamento de arquivos. A atualização de versão, por sua vez, não tem custos e o suporte é fornecido 24 horas, sete dias da semana. Caso ocorra algum incidente e o contrato de nível de serviço (SLA) não seja respeitado, a Dataprev recebe um crédito financeiro.

Instalação - A instalação do pacote em equipamentos da empresa será efetuada por meio de abertura de chamado pelo Sistema de Gestão de Atendimento da Dataprev. "Já a instalação nos dispositivos pessoais é de responsabilidade do usuário", ressalta Tovar.

Essas e outras orientações estão presentes em uma Comunicação Normativa, que estabelece diretrizes e procedimentos para utilização do Microsoft Office 365.

De acordo com o documento, por exemplo, o acesso à ferramenta e o armazenamento de informações devem estar de acordo com a Política de Segurança da Informação e Comunicação e o Manual de Segurança da Informação e Comunicação em vigor na empresa.

Vale ressaltar, no entanto, que o Open Office não será desinstalado e poderá continuar a ser utilizado pelos funcionários que optem pela solução.

Treinamento - Outra vantagem é a disponibilização de cursos on-line oficiais da Microsoft para os usuários da ferramenta. "O acesso aos treinamentos on-line estará disponível a todos que já tiverem a ferramenta instalada e quiserem aprofundar o conhecimento nos aplicativos do Office", informa Fabrício Granette, gerente da Divisão de Gestão de Treinamento e Desenvolvimento (DIGT).

Os treinamentos por e-learning estão disponíveis na modalidade "Tutoriais", que apresentam videoaulas com dicas e conteúdos específicos sobre determinadas funcionalidades. Já na modalidade "Cursos" o aluno se matricula e acessa o conteúdo completo das ferramentas.

Além dos recursos de e-learning, também está prevista a realização de workshops presenciais, cuja proposta é potencializar a produtividade dos usuários no uso da ferramenta. “Dentre as ferramentas do pacote Office, o Excell é a mais requisitada nas demandas de capacitação.

Recentemente, a DIGT realizou uma pesquisa para conhecer o nível de proficiência dos empregados nesta ferramenta. "A partir dos resultados da pesquisa vamos realizar ações de capacitação voltadas para os usuários que se autodeclararam nos níveis intermediário e avançado, visando expandir o conhecimento desses usuários em aspectos específicos do Excell", aponta Fabrício.

Para saber como utilizar os cursos on-line disponibilizados pela Microsoft, acesse aqui o Guia de Orientação aos cursos e tutoriais, elaborado pela DIGT
"



Eventos de Software Livre no Brasil