Ir para o conteúdo

FISL16

ou

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Mulheres que programam

9 de Julho de 2015, 20:22 , por Mariel Zasso - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 398 vezes

Por Ntidandara da Silva Gomes e Mariana Lettis, da Cobertura Colaborativa

 

Oficina de Programação "Só para mulheres", na tarde do segundo dia de FISL16. (Foto: Clarice Abraao/Divulgação)

A área de TI já tem visto ser quebrado o velho mito de que programação não é coisa de menina. Quem ainda guarda esse preconceito, desconhece, por exemplo, que o primeiro programador de que se tem noticia é uma mulher. Ada Lovelace (1815-­1852) tem nas suas anotações o primeiro algoritmo datado, fato que só foi admitido muito mais tarde. A liguagem de programação ADA, que é baseada em Pascal, tem esse nome em homenagem a ela.

Proposta por Juciellen Cabrera, da 4Linux, a oficina “Mulheres que programam??? Quebrando paradigmas!” apresentou o atual panorama da equidade de gênero no mundo da computação, e buscou desconstruir mitos, mostrando mulheres com contribuições marcantes na área na maioria das vezes pouco conhecidas.

Apesar das mentes estarem mudando, apenas 30% dos programadores são mulheres. Muito abordados também na exposição foram os o porquês dessa realidade. Porque ainda não temos equidade de gênero na area de TI? Falta de incentivo, falta de referências? Os exemplos de várias mulheres referências da área que passam despercebidas foram também uma forma de compartilhar conhecimento sobre o tema e empoderar outras mulheres.

Como um exemplo concreto de desconstrução esse mito, as palestrantes Juciellen e Camila Fernandes, programadoras formadas em Sistemas de Informação e Análise e desenvolvimento de sistemas (2013), trabalham atualmente na 4linux, empresa de capacitação e consultoria, e deram seus depoimentos sobre o que é ser uma "mulher que programa". Juciellen contou que seu interesse começou a partir do estímulo de seu pai, que lhe indicou o estágio no laboratório de informática no ensino médio. Já Camila contou que seu interesse por programação se desenvolveu depois de ter estagiado com um chefe que lhe apresentado a programação. Elas relataram casos de preconceito com mulheres na área de TI, e os relatos de participantes presentes na palestra ajudaram a contribuir para o desenvolvimento da conversa.

 

Conheça algumas mulheres que se destacaram  história da computação

 

Ada Augusta Byron King, "Ada Lovelace" - criou um algoritmo para o cálculo de Bernoulli, ficando conhecida como a primeira mulher programadora da história.

Grace Murray Hoper -  trabalhou na programação da série de computadores Mark I, um dos primeiros computadores digitais. 

Adele Goldberg - participou da criação da linguagem orientada a objeto Smalltalk-80;

Emmy Noether -  pesquisou álgebra abstrata que forneceu os fundamentos para a criação da linguagem PROLOG.

Lois Haibt -  desenvolveu um analisador de expressão aritmética, componente essencial para o compilador FORTRAN

Sister Mary Kenneth Keller -  participou no desenvolvimento da linguagem BASIC.

 

Como recado para as meninas que estão flertando com a área, Juciellen  convoca a todas a não desistirem dos seus sonhos:  "as mulheres que conseguem se organizar e entrar no mundo da programação são felizes nas suas carreiras e realizações".

 

 


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.


<script src="https://s7.addthis.com/js/152/addthis_widget.js"></script>