Faça o VLC automaticamente salvar/restaurar a posição de reprodução com o Srpos Plugin

3 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você sente falta de uma função que permita retomar sua reprodução no VLC, veja aqui como resolver isso.
vlc-media-player
O VLC é um grande reprodutor de mídia, mas ela não tem uma característica bem básica, mas muito importante: uma opção para reiniciar a reprodução a partir de onde você parou.

No entanto, VLC suporta plugins e há um chamado Srpos (disponível para Linux e Windows), que faz exatamente isso: ele permite que o VLC salve automaticamente a posição de reprodução quando você fecha o player e inicia automaticamente a reprodução a partir da mesma posição quando você abrir o arquivo novamente.

Ao contrário de algumas outras extensões que exigem que você clique em um botão para salvar/restaurar a última posição reproduzida, o Srpos faz isso automaticamente.

Conheça melhor o Srpos Plugin

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar e habilitar o Srpos VLC Plugin no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Srpos Plugin no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:samrog131/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install vlc-srpos-plugin -y

Passo 5. Uma vez instalado, inicie o VLC digitando no Dash:vlc
Passo 6. Clique no menu “Ferramentas” e depois em “Preferências”;
preferencias-vls
Passo 7. Na janela que aparece, clique na opção “Detalhado”. Em seguida, clique no item “Interface” e em seu sub item “Interfaces de controle”. Marque a opção “Save/restore position of the last played files”. Por fim, clique no botão “Salvar”.
ativarVia WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançada atualização do gravador de telas SimpleScreenRecorder

3 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O gravador de telas SimpleScreenRecorder, foi atualizado para a versão 0.3.0 nessa terça-feira (02). Se você quiser instalar ou atualizar o programa, veja a seguir como fazer isso.
gravador de telas
SimpleScreenRecorder é um gravador de telas para Linux que serve para gravar programas e jogos. Ele pode gravar sua tela usando qualquer recipiente (MP4, MKV, OGG, WebM e assim por diante) e codec de áudio/vídeo (H.264, VP8, Theora para vídeos e Vorbis, mp3, AAC, etc. para áudio), suportado por libav, com taxa de bits configuráveis.

A ferramenta vem com basicamente todos os recursos que você precisa em um aplicativo de screencast: gravar a tela inteira (com suporte multi-monitor), gravar um retângulo fixo, siga o cursor, gravar a atividade de aplicativos OpenGL (que pode ser usado para gravar jogos), grava entrada de áudio (PulseAudio, JACK e ALSA), opções para escalar o vídeo, gravar (ou não) o cursor, para pausar/retomar a gravação e assim por diante. Ele possui também suporte experimental a live streaming (transmissão ao vivo).

O programa é mais rápido do que o VLC e o ffmpeg/avconv e diferente desses dois, ele sincroniza áudio e vídeo corretamente. Ele também reduz a taxa de quadros de vídeo, caso o seu computador seja muito lento (ao invés de usar toda a sua memória RAM como o VLC faz), exibe estatísticas durante a gravação (o tamanho do arquivo, taxa de bits, o tempo total de gravação, taxa de quadros real etc…) e usa as bibliotecas libav/ffmpeg para a codificação, por isso suporta muitos codecs diferentes e formatos de arquivo.
trazendo suporte de perfil, um novo sistema de gravação de OpenGL, mais flexível, suporte nativo para microfones mono e outras mudanças interessantes.

Essa atualização, traz suporte a perfis, um novo e mais flexível sistema de gravação de OpenGL, suporte nativo para microfones mono e outras mudanças interessantes.

Conheça melhor o gravador de telas SimpleScreenRecorder

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o gravador de telas SimpleScreenRecorder no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o gravador de telas SimpleScreenRecorder no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:maarten-baert/simplescreenrecorder

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install simplescreenrecorder -y

Passo 5. Para suportar o formato H.264, você precisará instalar alguns pacotes extras com esse comando:

sudo apt-get install libavcodec-extra-* libavformat-extra-* -y

Passo 6. No Ubuntu de 64 bits, se você quiser gravar jogos de 32 bits, certifique-se também de instalar a biblioteca simplescreenrecorder-lib:i386. Para isso, use o comando a seguir:

sudo apt-get install simplescreenrecorder-lib:i386 -y

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:screen

Para outras distribuições Linux, veja as instruções disponíveis na página inicial do site do SimpleScreenRecorder.

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Instale o pacote de temas Ambiance e Radiance colors no Ubuntu 14.04

2 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O pacote de temas Ambiance e Radiance colors foi atualizado, trazendo 3 novas cores. Se você gosta desse pacote, veja aqui como instalar ele no Ubuntu 14.04.
pacote de temas
Ambiance e Radiance colors é um pacote que fornece o tema Ambiance e Radiance em várias cores. A nova versão também inclui novas cores: Aqua, Teal e Manila, suporte completo Nemo/Cinnamon (com um tema Cinnamon) e outras alterações. O pacote de tema suporta Unity, MATE, Xfce e Cinnamon.

Com esta atualização, o pacote de temas já está disponível em 12 variações de cores (o tema já incluiu as seguintes cores: azul, marrom, grafite, verde, laranja – diferentes do padrão de laranja -, rosa, roxo, vermelho e amarelo), todos disponíveis tanto como luz (Radiance) e escuro (Ambiente).

Conheça melhor o pacote de temas Ambiance e Radiance colors

Para saber mais sobre esse pacote, clique nesse link.

Como instalar o pacote de temas Ambiance e Radiance colors no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o pacote de temas Ambiance e Radiance colors no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione esse repositório com o comando a seguir:

sudo add-apt-repository ppa:ravefinity-project/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o pacote;

sudo apt-get install ambiance-colors radiance-colors

Depois de instalar, você pode usar o Unity Tweak Tool, Gnome-tweak-tool ou Ubuntu-Tweak para mudar o tema.

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Meizu responde algumas perguntas sobre o Ubuntu Touch

2 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

meizu-mx3-ubuntu

A notícia não é tão nova, mas é importante. Durante a Asia Expo a Meizu mostrou o Ubuntu Touch rodando em seu aparelho MX3, um smartphone de respeito com tela de 5.1 polegadas, processador de 8 núcleos, câmera de 8 mega pixels, 2 GB de memória e processador gráfico de 3 núcleos.

As repostas dadas pela empresa não são as mais animadoras. A primeira pergunta foi “Por que o sistema está levando tanto tempo para ser finalizado?”

R: Eles(Canonical) não conhecem muito bem o hardware de um smartphone e existem algumas deficiências nos drivers utilizados. O bom desta reposta é que a Meizu e a Canonical estão tendo tempo para fazer um sistema livre de bugs e muito estável, livre da lentidão vista em alguns momentos nas demonstrações.

A segunda pergunta foi relativa a data de lançamento do primeiro aparelho com Ubuntu de fábrica.

R: Infelizmente não existe um calendário, apenas a certeza de que usuários do MX3 serão os primeiros a poder desfrutar da versão final do Ubuntu Touch.

Sei que não são as respostas que todos gostaríamos de ler, mas são as únicas que temos por enquanto.



Deixe seu laptop Samsung mais fácil de usar com Samsung Tools

2 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Para aqueles que estão rodando Ubuntu em um laptop Samsung, instalem Samsung Tools e deixe ele bem mais fácil de usar.
laptop Samsung
Samsung Tools é uma aplicação altamente recomendada que permite uma melhor experiência de Ubuntu, em aparelhos da marca Samsung. O programa é o resultado do trabalho de um projeto open source. Ele permite o controle de uma forma amigável dos dispositivos disponíveis no laptops Samsung (bluetooth, wireless, webcam, iluminação, ventilador da CPU, teclas especiais) e do controle de vários aspectos relacionados com a gestão de energia, como a undervolting CPU (quando um kernel PHC-habilitado está disponível).
laptop Samsung

Conheça melhor o Samsung Tools

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link. Para responder as suas perguntas, visite o fórum do projeto, que discute sobre a instalação e configuração do Linux em laptops Samsung.

Como instalar o Samsung Tools no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Samsung Tools no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:voria/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install samsung-tools

Passo 5. Caso tenha algum problema, para remover samsung-tools, execute esse comando:

sudo apt-get remove samsung-tools && sudo apt-get autoremove

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:samsung

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Anotações em PDF: instale o Xournal 0.4.8 no Ubuntu

2 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O aplicativo de anotações em PDF, Xournal, foi atualizado para a versão 0.4.8. Se você quiser instalar ou atualizar essa versão, veja aqui como fazer.
xournal-048
Para aqueles não familiarizados com o Xournal, ele é uma aplicação GTK+ para fazer anotações, desenhar e manter um diário usando uma caneta em Tablet PCs e outras plataformas.

O aplicativo vem com várias ferramentas, tais como: caneta, borracha, marca-texto, ferramenta de texto e forma de reconhecimento. Além disso, traços e blocos de texto podem ser selecionados, movidos e copiados usando uma ferramenta de seleção retangular. Além de tomar notas ou esboços, essas ferramentas podem ser usadas para anotar em arquivos PDF (ele usa a biblioteca Poppler para processar documentos PDF) que podem ser salvos no formato de arquivo nativo do Xournal ou exportados para PDF.

Essa versão traz uma opção de exportação para PDF usando Cairo, um modo de visualização horizontal, várias correções de bugs e opções de configuração para dispositivos touchscreen, juntamente com outras mudanças.

Conheça melhor o Xournal

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Xournal 0.4.8 no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Xournal 0.4.8 no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install xournal

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:xournal

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje

No Post found.


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Hardware open source: instale o editor Fritzing no Ubuntu

1 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você gosta de criar circuitos (preferencialmente com hardware open source), experimente instalar o editor Fritzing no Ubuntu e exercitar seus conhecimentos em eletrônica.
hardware open source
Fritzing é uma iniciativa de hardware open source que torna a eletrônica acessível e atende a usuários que desejam produzir ou documentar circuitos e experiências. A empresa Fritzing oferece uma ferramenta de software (o editor Fritzing), um site da comunidade e os serviços necessários para fomentar um ecossistema criativo que permite aos usuários documentar seus protótipos, compartilhá-los com os outros, ensinar eletrônica em sala de aula e muito mais. Com Fritzing você pode facilmente e com baixo custo, transformar o seu circuito em uma realidade.

O Fritzing é um aplicativo que serve para montar protótipos de circuitos elétricos e oferece várias maneiras de criar facilmente a parte que você precisa. Ele é instalado com uma biblioteca de peças e cada nova versão traz novas peças. No programa, as peças são organizadas em “caixas” que podem ser acessados ​​a partir da paleta de peças à direita. Basta arrastar uma parte na área de desenho para usá-lo, e, em seguida, adaptar as suas propriedades na paleta info. Mas Embora o programa seja de fácil utilização (apenas clicar e arrastar), ele exige certo grau de conhecimento técnico para a composição dos itens de maneira apropriada.

Conheça melhor a iniciativa Fritzing

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o editor Fritzing (hardware open source) no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o editor Fritzing no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:ehbello/fritzing

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install fritzing

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:fritzing

Via NoobsLab

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como esconder o menu de inicialização do Grub

1 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você precisa esconder o menu de inicialização do Grub, veja aqui com fazer isso.
menu
Se você só tem apenas o Ubuntu instalado no seu computador, o menu do Grub fica oculto por padrão e para visualizar ele você precisa pressionar e segurar a tecla Shift para mostrar o menu durante a inicialização. Mas se você tiver mais que um kernel em seu sistema, o menu do Grub ficará aparecendo na inicialização, o que pode incomodar depois de um tempo, por isso, siga os passos abaixo para escondê-lo de novo.

Como esconder o menu de inicialização do Grub editando o arquivo de configuração

Para esconder o menu de inicialização do Grub editando o arquivo de configuração, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Abra o arquivo de configuração do grub, com o seguinte comando:

sudo gedit /etc/default/grub

Passo 3. Com o arquivo aberto, remova o simbolo “#” antes da linha que contém o valor “GRUB_HIDDEN_TIMEOUT = 0″ e defina “GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET = true”. Dessa forma o o arquivo ficará parecido com a listagem abaixo:


GRUB_DEFAULT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET=true

GRUB_TIMEOUT=10
GRUB_DISTRIBUTOR=”`lsb_release -i -s 2> /dev/null || echo Debian`”
GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT=”quiet splash”
GRUB_CMDLINE_LINUX=””

Passo 4. Salve e feche o arquivo;
Passo 5. Aplique as alterações executando o comando abaixo:

sudo update-grub

Como esconder o menu de inicialização do Grub usando a ferramenta gráfica Grub Customizer

Nesse outro método para esconder o menu de inicialização do Grub será preciso usar a ferramenta Grub Customizer, que é uma interface gráfica para configurar as definições e entradas de menu do GRUB2/BURG. Para isso, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:danielrichter2007/grub-customizer 

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install grub-customizer

Passo 5. Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:grub
executando-grubc
Passo 6. Na tela do programa, clique na aba “Configurações gerais”. Depois desmarque as caixas das opções “mostrar menu” e “procurar por outros sistemas operacionais”. Em seguida clique no botão de atualização e por fim, clique no botão “Salvar”.
mudando-menu
Pronto. Agora o menu do Grub ficará sempre oculto e só aparecerá quando você pedir.

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Conecte e gerencie servidores SSH e MySQL com o Guake Indicator

1 de Julho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você precisa conectar constantemente a servidores SSH e MySQL, instale e use o Guake Indicator em seu Ubuntu.
guake-indicator
Guake Indicator é um AppIndicator Ubuntu para usuários de terminais Guake, útil para aqueles que precisam para se conectar a vários hosts SSH com frequência: o indicador permite gerenciar facilmente seus anfitriões SSH favoritos e estabelecer novas conexões SSH via Guake.

Guake é um terminal drop-down de estilo Quake, que pode ser chamado com um simples toque de tecla e escondido, pressionando a mesma tecla novamente.

Os servidores SSH podem ser adicionados usando o Indicador GUI Guake ou editando o arquivo de configuração ~/.guake-indicator/guake-indicator.json
guake-indicator-add

Conheça melhor o Guake Indicator

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Guake Indicator no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Guake Indicator no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:gun101/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install guake-indicator

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:guake

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançado o Whisker Menu 1.4 para Xfce4: instale no Ubuntu 14.10 e 14.04

30 de Junho de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Foi lançado recentemente o Whisker Menu 1.4.0 para Xfce4. Se você quiser experimentar essa nova versão, veja aqui como instalar ela no Ubuntu 14.10 e 14.04.
Whisker Menu 1.4 para Xfce4
Whisker Menu é um lançador de aplicativos alternativo para Xfce, que coloca uma busca estilo Unity/Gnome3 na área de trabalho do ambiente gráfico xfce4 e ainda permite que você possa navegar através de todos os seus aplicativos instalados, clicando nos botões de categoria ao lado. Ele é o lançador de aplicativos padrão do Linux Mint edição Xfce, desde o Mint 15 Olivia, mas também pode ser instalado em qualquer variante do Ubuntu com o Xfce 4 instalado.

Conheça melhor o Whisker Menu 1.4 para Xfce4

Essa versão, traz novas funcionalidades e várias atualizações de tradução. Se quiser saber mais detalhes sobre ela, acesse a página do programa e clique no item “Release Notes”:

Como instalar o Whisker Menu 1.4 para Xfce4 no Ubuntu 14.10 e 14.04 e seus derivados

Para instalar o Whisker Menu 1.4 para Xfce4 no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:gottcode/gcppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install xfce4-whiskermenu-plugin

Se você não gosta de ficar adicionando repositórios no Ubuntu, pegue o pacote DEB diretamente da página do Whisker Menu no Launchpad e depois de baixar, dê um clique duplo nele para instalar.

Uma vez instalado, adicione o Whisker Menu no painel e mova-o para a esquerda.
Whisker Menu 1.4 para Xfce4
Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.