ArgoUML: uma boa alternativa ao Microsoft Visio

1 de Setembro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você procura uma boa alternativa ao Microsoft Visio, o ArgoUML pode ser que que precisa. Conheça mais um pouco sobre ele e instale-o no seu sistema.
alternativa ao microsoft visio
ArgoUML é um software para criar diagramas UML e que também é um forte candidato como uma alternativa viável para Linux, para quem precisa substituir o Microsoft Visio.

Para que não conhece, UML (Unified Modeling Language) é uma linguagem de modelagem unificada projetada principalmente para ser usada em projetos de software orientados a objetos ou para outros paradigmas de programação, claro, com uma utilização um pouco limitada. Normalmente, é possível criar e editar diagramas UML, por exemplo, com o LibreOffice ou o Apache OpenOffice Draw ou para quem quer um uso mais completo, usar um software mais especifico como ArgoUML.

ArgoUML é um software multiplataforma de código aberto desenvolvido para fornecer um completo editor de diagrama UML com muitas características que o tornam uma sério candidato, como uma das melhores alternativas gratuitas ao Microsoft Visio.

Entre as principais características do ArgoUML está o suporte para XMI com a possibilidade de exportar os gráficos nos formatos mais populares, como SVG ou imagens vetoriais, como GIF, PNG, PS, EPS e PGML.

O kit de ferramentas Dresden OCL incluído no ArgoUML permite executar sintaxe, também permite programar projetos em Java, C ++, C #, PHP4 e PHP5, o software também pode suportar outras linguagens de programação e traz uma “To Do List”, que permite fazer uma lista de coisas a fazer para o projeto.

Instalando o ArgoUML no Ubuntu e derivados

ArgoUML é um software escrito em Java que pode ser usado em Linux, Windows e Mac sem qualquer instalação, mas antes é preciso ter o Java instalado. Por isso, para instalar o ArgoUML no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (No Unity, use o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Se não estiver instalado, instale o JRE ou Java Runtime Environment, com o comando a seguir ou siga os passo desse outro tutorial:

sudo apt-get install openjdk-7-jre

Passo 3. Baixe o arquivo de instalação do programa com o comando abaixo:

wget http://argouml-downloads.tigris.org/nonav/argouml-0.34/ArgoUML-0.34.tar.gz

Passo 4. Descompacte o arquivo baixado com o comando a seguir;

sudo tar -zxvf ArgoUML-0.34.tar.gz -C /opt/

Passo 5. Agora crie um lançador para o ArgoUMLD, executando um editor de texto com o comando:

sudo gedit /usr/share/applications/argouml.desktop

Passo 6. Copie o conteúdo abaixo, cole no arquivo e salve-o;

[Desktop Entry]
Version=1.0
Type=Application
Terminal=false
Name=ArgoUML
Exec=java -jar /opt/argouml-0.34/argouml.jar
Icon=
Categories=Application

Pronto! Quando quiser, inicie o programa digitando no Dash:argouml

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Editor de Quicklist: Arronax 0.66 traz interface melhorada e otimizações

1 de Setembro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Já falei de um editor de Quicklist (alguém ainda lembra do QLE?) aqui no Blog, mas como é sempre bom ter opções, hoje mostrarei como instalar um outro editor dessa mesma categoria: o Arronax.
arronax
Entre os muitos recursos incluídos no ambiente Unity (padrão no Ubuntu) estão as Quicklist, ou seja, um menu de um aplicativo no lançador/barra lateral que contém links ou comandos, e que dá acesso rápido a algumas características de um software. O programa Arronax fornece uma interface gráfica simples e intuitiva em que o usuário pode rapidamente e facilmente criar novos links no menu de um aplicativo. Com ele você pode trabalhar em vários arquivos .desktop (que guardam o conteúdo da Quicklist eoutras informações), adicionando links e ícones personalizados nas Quicklist e neste último caso, você pode até arrastar o ícone novo diretamente na janela do Arronax.

A nova versão de 0.06 do Arronax traz alguns ajustes para a interface gráfica e novas otimizações para a criação de novos Quicklist para o Unity/Gnome Shell. Além disso, agora existe um novo plugin para o Nautilus que permite modificar rapidamente um arquivo .desktop ou criar um novo lançador diretamente a partir da opção “modificar este inicializador” no menu de contexto desse gerenciador de arquivos. Esse plugin é instalado automaticamente junto com o programa.
arronar-nautilus

Conheça melhor o editor de Quicklist Arronax

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o editor de Quicklist Arronax 0.06 no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o editor de Quicklist Arronax 0.06 no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:diesch/testing

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install arronax

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:arronax

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Resumo semanal – 25/08/2014 a 31/08/2014

31 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se por algum motivo você perdeu alguma postagem ou simplesmente ainda não viu tudo o que foi postado nessa semana que passou, não se preocupe, leia o resumo semanal e se atualize.
resumo semanal - 25/08/2014 a 31/08/2014

Resumo semanal do Blog do Edivaldo de 25/08/2014 a 31/08/2014

25/08/2014

26/08/2014

27/08/2014

28/08/2014

29/08/2014

Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 14.04

Para quem acabou de mudar para o Ubuntu 14.04, uma boa ideia é dar uma olhadas na últimas dicas de coisas para fazer depois de instalar o sistema:
Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 14.04

Ou se estiver usando uma versão anterior:

Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 13.10

Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 13.04


Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Editor de código para web: instale o Brackets no Ubuntu

29 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você trabalha com criação de código para web, experimente instalar e usar o editor de código para web Brackets em seu Ubuntu.
Brackets
Brackets é editor de código da Adobe. Ele é mais um editor de código, em vez de um editor de texto e é focado em web designers e desenvolvedores front-end. Brackets é construído de e para HTML, CSS e Java Script. Neste tutorial, você verá como instalar ele no Ubuntu 14.04 e seus derivados.

Conheça melhor o editor de código para web Brackets

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o editor de código para web Brackets no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o editor de código para web Brackets no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/brackets

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install brackets

Se você não quiser adicionar o repositório, você pode baixar os arquivos DEB de instalação a partir desse link e depois instalar, clicando duas vezes sobre ele.

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:brackets

Via It’s F.O.S.S.

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançado LibreOffice 4.3.1: instale ou atualize no Ubuntu e derivados

29 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Poucos dias depois do lançamento da versão 4.3, a Document Foundation anunciou o lançamento do LibreOffice 4.3.1, uma atualização de manutenção. Quer instalar ou atualizar esse pacote office no Ubuntu e derivados? Veja a seguir como fazer isso.
LibreOffice 4.3.1
Essa primeira atualização corrige cerca de 100 bugs relatados por usuários e desenvolvedores nos últimos dias. LibreOffice 4.3.1, portanto, não inclui nada de novo, mas simplesmente corrige vários bug tornando a suíte de escritório mais estável.

Entre os vários bugs corrigidos no LibreOffice 4.3.1 são resolvidos alguns problemas com a atualização da versão 4.2, a nova versão pode atualizar LibreOffice no Linux e Mac sem nenhum problema, também foi resolvido alguns dos problemas relacionados com a importação e exportação de documentos em formatos DOCX, RTF, PPTX e etc.

Para ver o que há de novo no LibreOffice 4.3.1, clique nesse link.

Conheça melhor o pacote office LibreOffice

Para saber mais sobre o programa, clique nesse link

Instalando ou atualizando o pacote office LibreOffice 4.3.1 no Ubuntu e derivados

Se você já instalou a versão 4.3, basta atualizar o sistema. Senão, para instalar o LibreOffice 4.3.1 no Ubuntu e derivados e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:libreoffice/libreoffice-4-3

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Se o LibreOffice já estiver instalado, apenas atualize com o comando:

sudo apt-get upgrade

Passo 5. Se por algum motivo você não tiver ele no sistema, use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install libreoffice

Passo 6. Use o comando abaixo para instalar as traduções do programa;

sudo apt-get install libreoffice-l10n-pt-br libreoffice-help-pt-br

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançado primeiro beta do Ubuntu 14.10

29 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Foi lançado o primeiro beta do Ubuntu 14.10 Utopic Unicorn, a próxima versão do sistema da Canonical. Se você quer experimentar esse release e instalar ou atualizar o Ubuntu, veja aqui como fazer isso.
primeiro beta do Ubuntu 14.10
Como sempre, a distribuição principal do Ubuntu não participa neste primeiro beta e por isso, só estão disponíveis imagens ISO do Kubuntu, Lubuntu, Ubuntu Kylin, Xubuntu e Ubuntu GNOME.

O que há de novo?

Ubuntu GNOME 14.10 Beta 1 inclui, como aconteceu com a versão alfa anterior, GNOME Shell 3.12 e a adição dos aplicativos tempo e Mapas, instalados por padrão.

Kubuntu 14.10 Beta 1 inclui a Plataforma KDE 4.14, lançada há pouco mais de uma semana atrás. Testes para a próxima geração Plasma 5 de desktop ainda está em curso em uma imagem separada.

Xubuntu ficou de fora os alfas, mas o Xubuntu 14.10 Beta 1 está disponível com suporte a theming para GTK 3.12, controles de teclado backlight através do gerenciador de energia do Xfce, e uma série de atualizações para o XFCE que você pode encontrar no anúncio oficial .

Para mais informações sobre o lançamento desse primeiro beta do Ubuntu 14.10, basta consultar as notas de versão disponíveis nesta página.

Se quiser experimentar o primeiro beta do Ubuntu 14.10, faça o Download acessando os links abaixo:

Kubuntu 14.10 Utopic Unicorn

Xubuntu 14.10 Utopic Unicorn

Lubuntu 14.10 Utopic Unicorn

Ubuntu GNOME 14.10 Utopic Unicorn

UbuntuKylin 14.10 Utopic Unicorn

Ubuntu Cloud 14.10 Utopic Unicorn

Atualizar o Ubuntu da versão 14.04 para a 14.10

Mas se você está no Ubuntu 14.04, você também pode atualizar para o primeiro beta do Ubuntu 14.10 para ajudar a testar esta versão de desenvolvimento, usando as informações (genéricas) dos posts abaixo. Observe que você não deve fazer isso em máquinas de produção.

Como atualizar o Ubuntu Desktop da versão 13.10 para a 14.04

Como atualizar o Ubuntu Server da versão 13.10 para a 14.04

Programação de lançamentos do Ubuntu 14.10

O Ubuntu 14.10 será lançado em outubro. Para mais detalhes, consulte o calendário de lançamentos abaixo:

  • 26 de Junho: Alpha 1
  • 24 de Julho: Alpha 2
  • 21 de Agosto: Inicio do ciclo de estabilização
  • 28 de Agosto: Beta 1
  • 25 de Setembro: Beta final
  • 16 de Outubro: Versão final

Via OMG! Ubuntu!

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Gravador de tela: Kazam screencaster ganha suporte a Webcam e YouTube Live

28 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você procura um bom gravador de tela, o Kazam screencaster pode ser o que você precisa. Ainda mais agora que ele recebeu suporte a Webcam e YouTube Live, além de indicador de teclado e de clique do mouse na tela.
kazam-screencaster
Kazam é um gravador de tela e ferramenta de screenshot para Linux, baseada no GStreamer. O programa suporta a gravação de toda a tela (com suporte multi-monitor), uma janela ou uma área, vem com suporte aos formatos de vídeo MP4 (H264), WebM (VP8) e AVI (RAW, Huffyuv e sem perdas JPEG), além de permitir framerate customizáveis, mostrar/ocultar o mouse durante a gravação, gravar o som dos alto-falantes e/ou microfone, atalhos de teclado, atraso configurável antes de capturar e salvar arquivo automáticamente.

A versão 1.5.3 do Kazam inclui alguns novos recursos muito úteis como o suporte para webcams (pode gravar apenas a webcam ou ele pode exibir o webcam em uma janela no alto do screencast), suporte a YouTube Live, indicador de teclado e indicador de clique do mouse na tela e nova contagem regressiva.

Aqui estão os screenshots com algumas dessas mudanças:

kazam-click-indicator

Indicador de mouse na tela

kazam-keys

Indicador de teclado na tela

kazam-webcam

Suporte a webcam

kazam-youtube

Suporte a YouTube Live

Conheça melhor o Kazam screencaster

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Kazam screencaster no Ubuntu e seus derivados

Kazam está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu, mas é uma versão antiga que ele não tem os novos recursos mencionados neste artigo. Para instalar o Kazam screencaster no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:kazam-team/unstable-series

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install kazam python3-cairo python3-xlib

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:kazam

Via webupd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



DontWaitUp: Faça o sistema executar uma tarefa quando o título de uma janela mudar, quando ela for fechada ou redimensionada

28 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Já imaginou poder executar uma tarefa quando o título de uma janela mudar, quando ela for fechada ou redimensionada? Isso agora é possível graças ao DontWaitUp, conheça um pouco mais sobre ele e instale-o em seus sistema.
dontwaitup
DontWaitUp é um novo aplicativo que permite que você atribua uma ação quando a janela de um aplicativo é fechada, seu título mudar ou quando é redimensionada. Você pode usá-lo, por exemplo, para encerrar ou suspender o computador quando um vídeo terminar de tocar, quando algum gerenciador de download ( que não tem esse recurso embutido) termina o download de um arquivo grande e assim por diante.

Eis como funciona: quando você iniciar DontWaitUp, uma lista de janelas abertas é exibida na guia Eventos e você pode atribuir uma ação para cada uma destas janelas. Asssim, quando ocorrer mudanças no título da janela, quando a janela é redimensionada (por exemplo, quando um jogador sai de vídeo em tela cheia depois de terminar a reprodução de um vídeo), ou quando a janela é fechada, DontWaitUp desencadeia a sua ação que foi atribuída.

Por padrão, DontWaitUp vem com as seguintes ações: desligar, reiniciar, suspender, hibernar ou reproduzir um som, mas você pode adicionar suas próprias ações personalizadas (comandos). Para cada ação, você pode selecionar para exibir uma janela de confirmação opcional ou para executar diretamente a ação.
dontwaitup-actions

Para completar, o programa vem com um Ubuntu AppIndicator opcional que pode ser desativado a partir de suas preferências. Em suas preferências, você também pode configurar por quanto tempo a caixa de diálogo/confirmação abortar é exibido (se habilitado) e se as janelas do sistema devem ser exibidas ou não.

dontwaitup-indicator-settings

O aplicativo é bem básico e não permite que você insira manualmente o título da janela em que uma ação deve ser acionado (para que você não possa executar ações para aplicações com títulos dinâmicos, quando um título específico vem à tona – como um exemplo, o aplicativo não será capaz de executar uma ação quando um leitor de música pára de tocar, se o seu título da janela muda para cada nova canção, ou se o título da janela exibe o tempo restante). Mas, mesmo sendo é muito simples e não oferecendo muitas ações por padrão, o DontWaitUp ainda pode vir a ser muito útil em várias situações e é praticamente certo que alguns de vocês vão precisar dele em algum momento.

Conheça melhor o DontWaitUp

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o DontWaitUp no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o DontWaitUp no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:alessandro-blarco/ppa

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install dontwaitup consolekit

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:dontwaitup

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como ocultar a lista de usuários e a sessão de convidado no LightDM

28 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você quiser desativar/ocultar a lista de usuários e a sessão de convidado no LightDM, veja aqui como fazer isso.
ocultar a lista de usuários
Você pode ocultar a lista de usuários e a sessão de convidado no LightDM por questões de segurança, porque há muitos usuários ou qualquer outra razão, entretanto, no primeiro caso, que você terá que inserir manualmente o seu nome de usuário e depois a senha. Ciente disso, basta seguir as instruções abaixo para deixar a tela de login do LightDM como você realmente quer.

Como ocultar a lista de usuários e a sessão de convidado no LightDM

Para desativar a lista de usuários e a sessão de convidado no LightDM, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Caso ainda não exista, crie a pasta /etc/lightdm/lightdm.conf.d, usando o seguinte comando:

sudo mkdir -p /etc/lightdm/lightdm.conf.d

Passo 3. Crie um arquivo chamado 50-my-custom-config.conf dentro da pasta criada anteriormente, usando o comando abaixo:

gksu gedit /etc/lightdm/lightdm.conf.d/50-my-custom-config.conf

Passo 4. Se quiser “apenas” ocultar a lista de usuário da tela de login LightDM, cole o comando abaixo no arquivo criado:

[SeatDefaults]
greeter-hide-users=true
greeter-show-manual-login=true

Passo 5. Se quiser “apenas” desativar a sessão de convidado no LightDM, cole o seguinte comando no arquivo criado:

[SeatDefaults]
allow-guest=false

Passo 6. Se você quiser esconder a lista de usuário da tela de login LightDM e também desativar a sessão de convidado, então cole o comando a seguir no arquivo criado:

[SeatDefaults]
greeter-hide-users=true
greeter-show-manual-login=true
allow-guest=false

Passo 7. Em seguida, salve e feche o arquivo;
Passo 8. Por fim, reinicie o sistema.

Como reverter as alterações feitas

Caso seja necessário, para reverter as alterações feitas seguindo as instruções acima, tudo que você precisa fazer é apagar o arquivo de configuração criado, usando o comando a seguir em um terminal e novamente, reinicie o sistema:

sudo rm /etc/lightdm/lightdm.conf.d/50-my-custom-config.conf

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Instale quatro extensões para Nemo e deixe ele mais completo para seu uso

27 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você usa o gerenciador de arquivos Nemo, experimente instalar essas extensões a seguir e deixá-lo mais completo para seu uso.
linux-mint-14-nemo
O responsável pelo repositório WebUpd8 adicionou quatro novas extensões feitas para o gerenciador de arquivos Nemo, que podem ajudar bastante no dia a dia.
Agora, usando esse repositório você pode instalar a extensão Nemo Emblems para poder adicionar emblemas em arquivos ou pastas, a Nemo Folder Color para alterar a cor da pasta para algumas cores pré-definidas, como preto, azul, marrom, turquesa, verde, cinza, laranja, rosa, roxo, vermelho, branco ou amarelo, A Nemo Image Converter para redimensionar imagens rapidamente ou Girar e a Nemo Filename Repairer, para reparar nomes de arquivos que usam a codificação errada no Nemo.

Abaixo você pode ver screenshots com estas extensões Nemo em ação:

nemo-emblems

Nemo Emblems

nemo-folder-color

Nemo Folder Color

nemo-image-tools

Nemo Image Tools

nemo-filename-repairer

Nemo Filename Repairer

Como instalar as extensões para Nemo no Ubuntu e seus derivados

Para instalar as extensões para o Nemo no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/nemo

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install nemo-emblems nemo-filename-repairer nemo-folder-color nemo-image-converter

Passo 5. Uma vez instalado, reinicie o Nemo usando o seguinte comando:

nemo -q

Pronto! Inicie o Nemo digitando nemo no Dash e comece a usar essas novas extensões.

Para ver mais informações sobre o Nemo e até outras extensões publicadas no blog, clique nesse link.

Via WebUpd8

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.