Servidor Torrent no Ubuntu Server com Transmission.

10 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Criando um Servidor Torrent Web com o Transmission (Bit Torrent) no Ubuntu Server

Transmission

Não vou ensinar a instalar o Ubuntun Server, só o Transmission

Vamos lá primeiro.

Sempre o velho: sudo apt-get update

Agora a Instalação do Transmission: sudo apt-get install transmission-daemon

  • Para editar o arquivo "settings.json"  primeiro tenha certeza de que o serviço está parado.

sudo service transmission-daemon stop

  • Agora vamos editar o arquivo "settings.json"

sudo nano /etc/transmission-daemon/settings.json

{
    "alt-speed-down": 50, 
    "alt-speed-enabled": false, 
    "alt-speed-time-begin": 540, 
    "alt-speed-time-day": 127, 
    "alt-speed-time-enabled": false, 
    "alt-speed-time-end": 1020, 
    "alt-speed-up": 50, 
    "bind-address-ipv4": "0.0.0.0", 
    "bind-address-ipv6": "::", 
    "blocklist-enabled": false, 
    "blocklist-url": "http://www.example.com/blocklist", 
    "cache-size-mb": 4, 
    "dht-enabled": true, 
    "download-dir": "/home/[my_username]/Downloads", 
    "download-queue-enabled": true, 
    "download-queue-size": 5, 
    "encryption": 1, 
    "idle-seeding-limit": 30, 
    "idle-seeding-limit-enabled": false, 
    "incomplete-dir": "/home/[my_username]/Downloads", 
    "incomplete-dir-enabled": false, 
    "lpd-enabled": false, 
    "message-level": 2, 
    "peer-congestion-algorithm": "", 
    "peer-limit-global": 240, 
    "peer-limit-per-torrent": 60, 
    "peer-port": 51413, 
    "peer-port-random-high": 65535, 
    "peer-port-random-low": 49152, 
    "peer-port-random-on-start": false, 
    "peer-socket-tos": "default", 
    "pex-enabled": true, 
    "port-forwarding-enabled": true, 
    "preallocation": 1, 
    "prefetch-enabled": 1, 
    "queue-stalled-enabled": true, 
    "queue-stalled-minutes": 30, 
    "ratio-limit": 2, 
    "ratio-limit-enabled": false, 
    "rename-partial-files": true, 
    "rpc-authentication-required": true, 
    "rpc-bind-address": "0.0.0.0", 
    "rpc-enabled": true, 
    "rpc-password": "{[password_hash]", 
    "rpc-port": 9091, 
    "rpc-url": "/transmission/", 
    "rpc-username": "[my_username]", 
    "rpc-whitelist": "127.0.0.1", 
    "rpc-whitelist-enabled": false, 
    "scrape-paused-torrents-enabled": true, 
    "script-torrent-done-enabled": false, 
    "script-torrent-done-filename": "", 
    "seed-queue-enabled": false, 
    "seed-queue-size": 10, 
    "speed-limit-down": 100, 
    "speed-limit-down-enabled": false, 
    "speed-limit-up": 100, 
    "speed-limit-up-enabled": false, 
    "start-added-torrents": true, 
    "trash-original-torrent-files": false, 
    "umask": 18, 
    "upload-slots-per-torrent": 14, 
    "utp-enabled": true
}


Basicamente só precisa alterar três linhas.

"rpc-username": "seu usuário",

"rpc-password": "sua senha",

"rpc-whitelist": "127.0.0.1, 192.168.*.*",

Esta Ultima linha permite que usuários da rede, se sua rede for 192.168.*.* possam ter acesso. 

Agora é só acessar o ip do seu servidor na porta 9091 exemplo. 192.168.0.10:9091 e pronto você tem acesso a transmission pelo navegador, varias coisas podem ser adicionadas, mais sugestões é só escrever abaixo.

Transmissinon_web

  • para fazer o Transmission inicializar com o Ubuntun Server é só rodar o comando;

sudo update-rc.d transmission-daemon defaults



Resumo semanal – 04/08/2014 a 10/08/2014

10 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você perdeu alguma postagem ou simplesmente ainda não viu tudo o que foi postado, não se preocupe, leia o resumo semanal e se atualize.
resumo semanal

Resumo semanal do Blog do Edivaldo de 02/06/2014 a 08/06/2014

04/08/2014

05/08/2014

06/08/2014

07/08/2014

08/08/2014

Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 14.04

Para quem acabou de mudar para o Ubuntu 14.04, uma boa ideia é dar uma olhadas na últimas dicas de coisas para fazer depois de instalar o sistema:
Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 14.04


Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



PlayOnLinux chega a versão 4.2.4: veja como instalar no Ubuntu

8 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Saiu a versão 4.2.4 do PlayOnLinux, uma interface simplificada para o Wine. Se você quer simplificar o uso do Wine, experimente instalar esse incrível aplicativo no Ubuntu.
PlayOnLinux
PlayOnLinux é um software livre baseado no Wine, com eles você não precisa possuir uma licença do Windows para usar programas Windows no Linux. Na prática, o PlayOnLinux é um front-end gráfico do Wine ou melhor, uma interface simplificada para o Wine que fornece um visual limpo e amigável para que usuários de Linux possam instalar e usar aplicativos e jogos do Windows.

Atualmente, poucos aplicativos e jogos com versões Windows são compatíveis com Linux e certamente, esse é um fator que pesa na hora da migração para este sistema. PlayOnLinux traz uma solução eficiente e acesso livre de custo para este problema. Com ele, você facilmente instala e usa vários aplicativos e jogos projetados para funcionar com o Microsoft Windows.

Para conhecer os aplicativos e jogos projetados para funcionar com o Microsoft Windows que funcionam no PlayOnLinux, consulte essa lista.

Conheça melhor o PlayOnLinux

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o PlayOnLinux no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o PlayOnLinux no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/apps

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install playonlinux

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:playonlinux

Via NoobsLab

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Plugin Rhythmbox Cover Art Browser 2.0 disponível para Ubuntu 14.04

8 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Cover Art Browser, famoso plugin para Rhythmbox, chegou a sua versão 2.0. Se você quiser instalar ou atualizar para essa versão, veja aqui como fazer.
rhythmbox-coverartbrowser-flow4
Cover Art Browser é um plugin para o Rhythmbox que permite navegar e reproduzir a sua biblioteca de músicas usando uma visão de arte do álbum. Ele vem vem com muitos recursos úteis que basicamente transformam Rhythmbox em um novo player de música.

Características do Cover Art Browser

  • Pesquisa configurável (todos os campos, álbuns, artistas, etc);
  • Exibe todas as suas músicas ou apenas a fila de reprodução, os mais votados, recentemente adicionado ou reproduzidos recentemente;
  • Se integra com outro plugin para permitir o download capa de todos os seus álbuns;
  • Exporta álbuns de arte nas pistas, úteis para apresentar a arte da capa em dispositivos móveis;
  • Um painel de faixas opcional está disponível para que você possa facilmente visualizar as faixas disponíveis em um álbum;
  • Pode ser configurado para iniciar automaticamente quando o Rhythmbox for executado.

Conheça melhor o plugin Cover Art Browser

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o plugin Cover Art Browser no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o plugin Cover Art Browser no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:fossfreedom/rhythmbox-plugins

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install rhythmbox-plugin-coverart-browser -y

Uma vez instalado, inicie o leitor Rhythmbox e ative os dois plugins, acessando o menu “Ferramentas” e clicando no item “Plugins…”.
ativar-plugin-cover-art
Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançada a versão 2.0 do visualizador de imagens Nomacs: instale no Ubuntu 14.10/14.04/12.04

8 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O visualizador de imagens Nomacs finalmente chegou a versão 2.0, com suporte a plugins e outros novos recursos. Se você quiser instalar ou atualizar para essa versão no Ubuntu 14.10, 14.04 e 12.04, veja aqui como fazer.
visualizador de imagens Nomacs
Nomacs é um visualizador de imagens livre sob a licença GPLv3, multiplataforma e com uma grande quantidade de recursos. O programa tem versões para Linux, Windows e Mac. Ele é leve, prático, rápido e tem habilidade para lidar com a maioria dos formatos comuns que também inclui imagens RAW. Além disso, ele oferece sincronização com vários usuários no mesmo computador ou em diferentes computadores através de LAN, o que torna a aplicação única.

Com o Nomacs você pode cortar, redimensionar, girar, arrastar e soltar imagens, fazer ajustes de cor, exportação para o formato TIFF multi página, pré-visualização de miniaturas, apresentação de slides e muito mais.

Os formatos suportados pelo programa são os seguintes: PNG, JPG, JPEG, TIF, BMP, PPM, ARW, PSD, DNG, TGA, ICO, CRW, MPO, GIF, XPM, XBM, PBM, PGM, NEF, CRW, ARW e CR2. Ele também pode exibir as informações EXIF ​​para cada imagem, onde existe a metadados.

Conheça melhor o Nomacs Image

Para saber mais sobre o programa, clique nesse link.

Instalando o Nomacs Image no Ubuntu e derivados

Para instalar o Nomacs Image no Ubuntu e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione esses repositórios com os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:nomacs/stable

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o programa com o comando:

sudo apt-get install nomacs

Depois de instalado, o programa pode se executando a partir do Dash, digitando: nomacs

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Instalando o VLC 2.1.6 no Ubuntu

8 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você quer experimentar VLC 2.1.6, veja aqui como instalar ele no Ubuntu e derivados.
vlc-media-player
O VLC media player é um reprodutor multimídia, framework, streamer e encoder. Ele pode reproduzir arquivos, streams de rede, DVDs, CDs de áudio, Blu-Rays, dispositivos de captura e telas. Ele pode reproduzir a maioria dos codecs e formatos de áudio e vídeo (MPEG 1/2/4, H264, VC-1, DivX, WMV, Vorbis, AC3, AAC, MKV, etc.) e também pode ser usado para converter formatos diferentes ou enviar fluxos através da rede.

Conheça melhor o VLC

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Instalando o VLC 2.1.6 no Ubuntu e derivados

Para instalar o VLC 2.1.6 no Ubuntu, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (Usando o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Adicione o repositório do aplicativo com o seguinte comando:

sudo add-apt-repository ppa:videolan/stable-daily

Passo 3. Atualize o Apt digitando o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o programa com o comando:

sudo apt-get install vlc

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:vlc

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Opera Developer 25 disponível para donwload: Instale no Ubuntu

7 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Curioso para saber como ficará o Opera? Para resolver isso, basta baixar e instalar o Opera Developer.
Opera Developer 25
Opera Developer é versão de desenvolvimento do famoso navegador multiplataforma desenvolvido pela Opera Software. Disponível para Linux, Microsoft Windows e Mac, Opera Developer é baseado no Chromium, incluindo várias otimizações e várias personalizações com extensões dedicadas e suporte para extensões nativas feitas para o Chrome. Atualizado algumas vezes por semana, o Opera Developer dá uma prévia das funcionalidades futuras e de experiências que podem se tornar realidade no futuro.

Já está disponível o Opera Developer 25, uma nova versão que corrige alguns problemas na interface gráfica com um grande suporte para AppMenu no Unity e suporte para Pepper Flash do Chromium, permitindo assim, ter a última versão do Adobe Flash Player. Essa versão também traz melhorias no suporte para exibição de alta densidade de pixels, comumente chamado HiDPI. A versão para Linux melhorou o suporte para a reprodução de arquivos multimídia MP3 e H.264.

Para mais informações sobre o Opera Developer 25, consulte as notas de lançamento que estão disponíveis junto com o changelog completo.

Conheça melhor o Opera Developer 25

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Instalando o Opera Developer 25 no Ubuntu e derivados

Para instalar o Opera Developer 25 no Ubuntu e derivados, basta baixar o pacote DEB, dar um duplo clique nele e confirmar a instalação. Se preferir fazer isso usando um terminal, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (No Unity, use o Dash ou pressionando as teclas CTRL+ALT+T);
Passo 2. Infelizmente, o programa só tem versão para 64 bits, por isso, confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, abrindo as “Configurações do Sistema” e clicando em “Detalhes”. Ou se preferir, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 3. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo:

wget http://get.geo.opera.com/pub/opera-developer/25.0.1583.1/linux/opera-developer_25.0.1583.1_amd64.deb

Passo 5. Agora instale o programa com o comando:

sudo dpkg -i opera-developer_25.0.1583.1_amd64.deb

Passo 6. Caso seja necessário, instale as dependências do programa com o comando:

sudo apt-get install -f

Depois de instalado, execute o programa digitando no Dash:opera

Se por algum motivo você quiser remover o Opera Developer, basta digitar o comando abaixo em um terminal:

sudo apt-get remove opera-developer

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Cinnamon já está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu 14.10

7 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Boa noticia para os fãs do ambiente Cinnamon, ele agora já está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu 14.10 Utopic Unicorn.
cinnamon-ubuntu1410
Cinnamon é um ambiente desktop baseado no GTK+ 3. O projeto inicialmente começou como um fork do GNOME Shell. Ele foi inicialmente desenvolvido por (e para) a distribuição Linux Linux Mint, tornando-se um dos ambientes padrão dessa distro.

Normalmente, para instalar esse ambiente no Ubuntu é preciso fazer um procedimento de inclusão de um repositório e tudo mais. Com a chegada dele aos repositórios oficias do Ubuntu 14.10, isso significa que você não terá mais que adicionar qualquer repositório de terceiro, bastará procurar e instalar o Cinnamon pela Central de programas.
Versão disponível é v2.2.14.

Conheça melhor o ambiente Cinnamon

Para saber mais sobre o ambiente Cinnamon, clique nesse link.

Como instalar o ambiente Cinnamon no Ubuntu 14.10 e seus derivados

Para instalar o ambiente Cinnamon no Ubuntu 14.10 e seus derivados, e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra a central de programas, pesquise e instale o Cinnamon ou abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 3. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install cinnamon

Depois que você instalar o Cinnamon, saia da sessão atual e quando aparecer a tela de login, clique no circulo que fica ao lado do nome de usuário a opção “Cinnamon”. Depois, entre com seu usuário e senha e depois comece a experimentar o ambiente.
cinnamon-login

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Stream de vídeos em HTML5: Instale e experimente o Ht5streamer

7 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Procurando um jeito de fazer stream de vídeos em HTML5? Então instale e experimente o Ht5streamer.
vídeos em HTML5
Ht5streamer é um aplicativo de streaming, desenvolvido usando tecnologias web como o CSS, HTML5 e JavaScript. Ele é um aplicativo multiplataforma disponível para Linux, Windows e OS X em que você pode acessar a maior parte da famosas sites como YouTube e DailyMotion direito de seu desktop. Ele faz stream de vídeos do YouTube, Dailymotion e possui plugins para outros serviços, que pode podem ser instalados para acessar o stream destes.

Com Ht5streamer, você será capaz de pesquisar (com filtros como HD ou 3D) e ver os vídeos ou listas de reprodução de vídeo (playlist), extrair o áudio do vídeo, salvar vídeos para o disco rígido local (disponível em qualidades diferentes), ou procurar vídeos sugeridos. Seu player oferece todas as funcionalidades como reprodução em qualidade HD, suporte a tela cheia, suporte para vídeos mais populares ou melhor avaliados, pesquisa de categoria e funcionalidade de navegação, bem como a reprodução de vídeos salvos no disco rígido local com suporte a base de dados.

Conheça melhor o Ht5streamer

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Ht5streamer no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Ht5streamer no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/apps

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install ht5streamer -y

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:ht5streamer

Via NoobsLab

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançado o Intel Graphics Installer 1.0.6: instale no Ubuntu para obter o suporte para placas gráficas da Intel

7 de Agosto de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

A versão 1.0.6 do Intel Graphics Installer para Linux foi lançado nessa segunda-feira (4). Se você possui uma placa dessa marca, veja aqui como instalar o programa no Ubuntu.
Intel Graphics Installer
Se seu computador possui uma placa gráfica da Intel e você quer ter o driver mais atual para ela, você precisa instalar o software Intel Graphics Installer no Ubuntu.

O Intel Graphics Installer para Linux é uma ferramenta gráfica simples, que permite que o usuário possa facilmente instalar os mais recentes drivers para as placas gráficas da Intel em seu computador. Isso permite que você mantenha-se atualizado com os mais recentes aprimoramentos, melhorias, otimizações e correções para o Intel Graphics Stack para garantir a melhor experiência do usuário com o seu hardware de gráficos Intel.

A nova versão 1.0.6 inclui suporte a Broadwell, melhorias para baytrail e muitas melhorias e otimizações os recursos de economia de energia. Para mais detalhes sobre essa versão, acesse a nota de lançamento.

Conheça melhor o Intel Graphics Installer

Para saber mais sobre o programa, clique nesse link.

Instalando o Intel Graphics Installer no Ubuntu

Antes de instalar o programa, dê uma boa olhada na lista de compatibilidade de hardware dele.
Depois, para instalar o Intel Graphics Installer no Ubuntu 14.04 e derivados, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal;
Passo 2. Baixe e importe as chaves do programa com os seguintes comandos:

wget -q -O- --no-check-certificate https://download.01.org/gfx/RPM-GPG-KEY-ilg  |  sudo apt-key add -
wget -q -O- --no-check-certificate https://download.01.org/gfx/RPM-GPG-KEY-ilg-2 |  sudo apt-key add -

Passo 3. Instale algumas dependências do programa com este comando:

sudo apt-get install ttf-ancient-fonts aptdaemon

Passo 4. Confira se o seu sistema é de 32 bits ou 64 bits, para isso, abras as “Configurações do Sistema” e clique em “Detalhes”. Ou se preferir, use o seguinte comando no terminal:

uname -m

Passo 5. Se seu sistema é de 32 bits, use o comando abaixo para baixar o arquivo .DEB do programa:

wget https://download.01.org/gfx/ubuntu/14.04/main/pool/main/i/intel-linux-graphics-installer/intel-linux-graphics-installer_1.0.6-0intel1_i386.deb

Passo 6. Se seu sistema é de 64 bits, use o comando abaixo para baixar o arquivo .DEB do programa:

wget https://download.01.org/gfx/ubuntu/14.04/main/pool/main/i/intel-linux-graphics-installer/intel-linux-graphics-installer_1.0.6-0intel1_amd64.deb

Passo 7. Agora instale o programa com o comando:

sudo dpkg -i intel-linux-graphics-installer_1.0.6-0intel1_*.deb

Passo 8. Uma vez instalado, inicie o aplicativo usando o Dash e digitando: intel
intel
Passo 9. Se for solicitado, digite a senha par autorizar a execução do programa;
intel
Passo 10. Depois, é só clicar no botão “Begin” e seguir as instruções do programa, que em pouco tempo estará tudo pronto.
intel

Intel Graphics Installer em outras distribuições

Na página do programa, também tem pacotes para o Fedora. Para quem usa outras distribuições, o código-fonte com gpg do instalador está disponível para configurar, compilar e instalar em qualquer Linux distribuição.

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


Compartilhe isso:

This entry passed through the Full-Text RSS service — if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.