Ir para o conteúdo
Ir ao Topo
ou

FISL 14

Rádio Software Livre

FISL 14 - Ao vivo

Patrocinadores

#Ficadica

 

 

Mostra de Projetos

Assine nossa news!

Receba nossas notícias no seu email

TV Software Livre

Teaser fisl14 - Participe! :-)
 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

ARM 64 é tema de palestra de Jon “Maddog” Hall

5 de Julho de 2013, 0:00 , por Rafaela Melo - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 810 vezes
Traduções

Por Rafaela Melo e Breno Neves

O diretor executivo da Linux International, Jon “Maddog” Hall, foi a grande atração do início da manhã desta sexta-feira na fisl14. “Maddog” foi eleito coordenador da comunidade de programadores que portaram aproximadamente 1400 módulos diferentes para a arquitetura ARM 64 bits. Maddog investigou o funcionamento desta arquitetura, e falou do desafio de portar códigos escritos na época em que o ARM tinha apenas 16 bits.

Diante de centenas de espectadores, Maddog apresenta um breve relato da história da programação, mostra a importância e ainda encoraja o público a estudar e programar em linguagens denominadas de “baixo nível”, como Assembly e Assembler (linguagem de máquina), principalmente em tempos em que as “linguagens de alto nível interpretadas” como por exemplo, Java, Python e .Net, prevalecem nos currículos das universidades.



Maddog afirma que há bons compiladores, com boa otimização, mas mesmo assim defende que dá pra fazer melhor utilizando linguagem de máquina. Maddog conta que como coordenador deste projeto, montou algumas equipes em que o foco destas era de realizar a  otimização do código. Ele citou um dos casos, como a da C Math library  e afirmou que após o lançar este desafio para sua equipe, em poucos dias já tinha na sua caixa de e-mail uma nova versão com desempenho 30% superior.

Jon “Maddog” Hall conclui sua apresentação, mencionando que a versão escolhida é baseada em diversos testes que é feito da seguinte maneira: primeiramente testa-se a versão original do módulo, em seguida aplica-se as modificações neste e testa-se novamente o módulo. Se a performance deste módulo testado for satisfatória essa mudança passa a integrá-lo. E por fim, Maddog divulga que o  “Maddog and Linaro’s GNU/LINUX Optamization Program”, será oficializado na próxima semana em Dublin na Irlanda.


Tags deste artigo: casos de sucesso maddog