Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a FISL
Tela cheia Sugerir um artigo

Rede livre é instalada em bairro de Porto Alegre através de parceria com a ASL

8 de Julho de 2011, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1904 vezes

Img_8387_small Depois de três dias de discussão e oficinas durante o 3º Encontro Latino-americano de Redes Livres, que aconteceu juntamente com o fisl12 - Fórum Internacional Software Livre, o grupo de pesquisadores de redes livres de vários países iniciou a instalação de uma Rede Livre no bairro Rubem Berta, em Porto Alegre.  A iniciativa foi possível através de uma parceria entre Associação Software Livre.Org (ASL) e o Centro Social Marista (Cesmar).

Inicialmente três pessoas do grupo participariam da instalação juntamente com a criadora da nova geração de protocolos para redes livres, B.A.T.M.A.N (Better Aproach To Mobile Ad-hoc Networks), a alemã Corinna "Elektra" Aichele. No entanto, a ideia motivou os demais participantes de Argentina, Chile e Colômbia, que passaram três dias no bairro fazendo testes com antenas e hackeando equipamentos, conforme contou o coordenador do GT-Robótica do fisl, Eloir Rockenbach.

O bairro Rubem Berta é o mais populoso de Porto Alegre e foi escolhido principalmente por ser bastante carente e por ter a sede do CRC-Cesmar, o Centro de Recondicionamento de Computadores. "Vamos instalar a Rede primeiro dentro do Cesmar e depois expandir para todo o bairro", explicou Eloir.

A Rede instalada permitirá que alunos e membros da comunidade tenham acesso remoto aos conteúdos do CRC, mas a ideia é estimular os próprios cidadãos a produzirem conteúdo para a Rede. O próximo passo será a instalação de totens de acesso à Rede em espaços públicos como padarias, cooperativas e centros comunitários. "O objetivo é levar uma rede com caráter social a lugares onde a infra-estrutura de rede convencional das telecons não chega", explicou o coordenador financeiro da ASL, Felipe Santos.

A iniciativa será replicada no bairro Santa Marta, na cidade de Santa Maria também em parceria com o CRC-Cesmar. Felipe explica que a rede não terá acesso a internet, porque para isso é preciso que haja um provedor. "Nós vamos oferecer acesso a rede wireless livre, onde os próprios membros da comunidade vão definir os conteúdos", contou. Para ele, o projeto é bastante inovador por partir da ideia de cidades digitais, mas com um olhar para o bairro, para a comunidade.

Sobre as Redes Livres

As Redes Livres ou Redes Mesh funcionam geralmente baseadas em princípios das comunidades colaborativas, trabalhando com o objetivo de ter uma rede de dados construída e administrada por seus próprios usuários e aberta à comunidade. Cada rede tem suas particularidades técnicas e de gestão, de acordo com os objetivos de cada grupo. Em alguns casos, somente prestam serviços locais e trocam dados entre os nós conectados, enquanto que em outros casos, somam a esta tarefa a extensão do acesso a Internet para colocar ao alcance dos cidadãos de maneira livre e gratuita.

De todas as formas, a rede é de área metropolitana e se limita à cidade onde funciona, oferecendo uma via de comunicação alternativa, gratuita e autogestionada, que pretende democratizar o acesso a informação e promover o uso de tecnologias e softwares livres.

Ll_logo_3oencontro_redeslivres_afEm março deste ano, o balneário de Iporá, no Uruguai, foi palco das Segundas Jornadas Regionais de Redes Livres, que contou com a participação do grupo de pesquisas em redes livre da Associação Software Livre.Org (ASL). Neste encontro foi definido como base técnica o Wireless Network for Development World (wndw.net) e a Wireless Common Licence (WCL) utilizada pela rede Guifi.net como licença compatível, que permite definir e proteger legalmente as redes livres.

Para saber mais, acesse.

Foto: pesquisadores de Redes Livres de vários países no bairro Rubem Berta.


Tags deste artigo: fisl2011
Fonte: ASL

1212 comentários

  • Otto falls mini minorOtto
    8 de Julho de 2011, 20:22

    ótima iniciativa ...

    Muito boa iniciativa camaradas !
    Creio que um bom motivador para o uso da rede de bairro é a idéia que o colegas latinos aplicam : criar serviços de rádios web ,,,tv web e um portal com uma rede social colaborativa para troca de conteúdo.

    Até+ver


    • 55543705e24b7622a03e292b75a84c01?only path=false&size=50&d=404Pedrosa(usuário não autenticado)
      9 de Julho de 2011, 12:24

      Elogios!

      Otto, camarada Parabens! pelo comentário!
      #Gostaria de ter um amigo assim!#
      Vc disse tudo. O projeto Software
      Livre Brasil, vem fazendo por merecer seus
      elogios. Elogios de quem também merece, VC!!!
      ==========================================
      ... cidades digitais para cidadãos dos bairros, das comunidades... Isso vai ser
      bom-de-maaais!!!


    • 8c0d482c24e3a9e8ebe2f82ad7ff8497?only path=false&size=50&d=404jibran(usuário não autenticado)
      7 de Fevereiro de 2012, 10:08

      Winnebago Hire

      Segundo a Canonical, os usuários terão até 2GB gratuitos para armazenar seus dados na nuvem. www.​f1rv​.com​/


  • 4f980efd34e49b93478b9a4891325ee0?only path=false&size=50&d=404Ronald Costa(usuário não autenticado)
    12 de Julho de 2011, 9:15

    Informações sobre a iniciativa

    Gostaria de entrar em contato com os organizadores desta iniciativa, para verificar a possibilidade de testar essa iniciativa no âmbito do Programa Nacional de Banda Larga do Ministério das Comunicações.


  • 4298b3c144725f61fe66eda005ab5ea7?only path=false&size=50&d=404Edmar Aparecido dos Santos(usuário não autenticado)
    12 de Julho de 2011, 21:25

    Interessante a rede livre, mas....

    Como funciona o controle de quem acessa essa rede.
    e no caso de Lan House no bairro, como foi a aceitação, tiveram prejuiso, existe a possibilidade de fechar?
    É possivel que um usuário mal itensionado use essa rede para disciminar conteudo pornografico, pedofilia, e pirataria, como controlam isso?
    Lembre-se vcs se referem as grandes Teles mas e as pequenas, como ficam nesse caso?


  • 07d96ed0d5833e6cb8de05d61abf5938?only path=false&size=50&d=404Orenilton(usuário não autenticado)
    14 de Julho de 2011, 10:13

    Web Solidária

    Olá Companheiros

    Esta iniciativa é muito importante para a democratização do acesso a comunicação e produção de conteúdo. Mais legal ainda por ser feito de forma colaborativa e autogestionária e melhor ainda feito pela a própria comunidade.

    Neste sentido aqui no bairro Granja Portugal em Fortaleza Ceará onde moro, elaborei um projeto em 2007 chamado de WEB SOLIDÁRIA, quando eu erá coordenador da unidade do Projeto Casa Brasil que tinha como objetivo conectar através de uma intranet 5 comunidades carentes através de rede Wireless onde nós teríamos um servidores de conteúdo multimidia para que as comunidades pudessem compartilhar suas conteúdos entre si.

    Inicialmente este rede seria instalada em comunidades organizadas a partir de grupos produtivos de Economia Solidária para que eles pudessem conversar e trocar experiencias, fazer formação, qualificação e comercializar tudo via rede na própria comunidade no sentido de aprimorar a cadeia produtiva.

    E posteriormente seria expandido para a população em geral para quem quisesse. Tambem seria criada uma WEB TV e Uma WEB Rádio tudo dentro dessa INTRANET.

    Infelizmente este projeto ainda não foi possível executar, mas tenho fé que iremos colocar para funcionar, principalmente agora que vejo essa experiencia demostrada nesta noticia que muito me alegra.
    Gostaria do Contato dos organizadores para posterior troca de informações discutir a possibilidade de construirmos uma rede livre aqui na Granja Portugal em conjunto com o Projeto WEB SOLIDÀRIA.

    Um Grande abraço

    Orenilton VIdal


  • Otto falls mini minorOtto
    17 de Julho de 2011, 21:50

    contatos do projeto ,,,

    estão na rede os contados...
    Entre em contato com ASL pelos e-mails:

    Contato: asl@softwarelivre.org

    Comunicação: thais@softwarelivre.org

    Ou pelo endereço:

    Associação Software Livre.Org - ASL
    Rua dos Andradas, 1560, sala 1606 - 16ºandar Centro
    Caixa Postal nº 443 - CEP: 90020-010 - PORTO ALEGRE/RS BRASIL
    Fone/Fax: + 55 (51) 3228-0181
    -----------------

    Só para esclarecer : intranet não é internet .
    E os objetivos das redes livres não é acabar com as lanhouses.
    Creio que elas podem até complementar o serviço das mesmas.
    Ou alguma lan house tem serviço de wifi sem custo ? web tv , rádio web , messenger local , repositório de conteúdo , rede de relacionamento local ???
    Alguma lanhouse dissemina a colaboração local , economia solidária e/ou o uso de ferramentas livres ??
    eu ainda não conheço nenhuma ...


  • D9a0cb94ad565af7d5378fb15a15abd9?only path=false&size=50&d=404juliano machado (usuário não autenticado)
    22 de Julho de 2011, 20:00

    t.i

    eu adorei a idéia de criar uma
    rede livre,assim os moradores
    poderão se conecitar aos seus
    arquivo.


  • 57c22b79b4b4dec7ab0a5277733c5f4e?only path=false&size=50&d=404niceperson(usuário não autenticado)
    21 de Fevereiro de 2012, 6:34

    News Blog

    It is the most amazing article ever read on this earth. Guess what!!! Today for the first time I read your article and in one shot I liked your article and the way you write.
    craftmatic adjustable bed prices
    www.​simp​lyre​st.c​om/a​djus​tabl​ebed​s


  • 08c97af8b86a2f337f282c4d7f345637?only path=false&size=50&d=404LLA Tech(usuário não autenticado)
    17 de Março de 2012, 9:51

     

    de Argentina, Chile e Colômbia, que passaram três dias no bairro fazendo testes com.
    llat​ech.​com/


Eventos de Software Livre no Brasil