Ir para o conteúdo
29 JUN / 02 JUL 2011
Centro de Eventos PUCRS - Porto Alegre - Brasil
Agende-se para o fisl13! De 25 a 28/07/2012
ou

<a href='/fisl12/patrocinadores'><span>Patrocinadores</span></a>

<a href='/fisl12/mostra-de-solucoes-e-negocios-livres'><span>Mostra de Negócios Livres</span></a>

Transmissão

Tvsl_horizontal

Nossa Rede!

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

3º Encontro Latino-americano de Redes Livres

23 de Março de 2011, 0:00 , por Desconhecido - 3939 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 6768 vezes
Traduções

Ll_logo_3oencontro_redeslivres_afDurante os dias 1 e 2 de julho, junto a programação do fisl12, acontecerá o 3º Encontro Latino-americano de Redes Livres, reunindo representantes do Uruguai, Argentina, Venezuela, Chile, Colômbia, Brasil e outros países.

O encontro terá a presença da desenvolvedora especialista em protocolos para  Redes Livres, Corinna "Elektra" Aichele. Criadora da nova geração de protocolos para redes livres, B.A.T.M.A.N (Better Aproach To Mobile Ad-hoc Networks), Elektra, participou da construção de redes livres e ministrou aulas sobre o tema em Bangladesh, Índia e África. É autora do livro Mesh: Drahtlose Ad-hoc-Netz e co-autora do livro livre, Wireless Networking in the Developing World, referencia mundial na área de redes livres com milhões de downloads.

O objetivo do encontro é difundir o conceito de redes livres, trocar experiência entres os grupos e atrair novos usuários. O encontro que será realizado em Porto Alegre terá um dia de palestras e outro de oficina com antenas e uma batalha mesh (wireless mesh battle). O evento também tem o propósito de reunir assinaturas para o manifesto das redes livres da América Latina, redigido no encontro anterior.

Em março deste ano, o balneário de Iporá, no Uruguai, foi palco das Segundas Jornadas Regionais de Redes Livres, que contou com a participação do grupo de pesquisas em redes livre da Associação Software Livre.Org (ASL). Neste encontro foi definido como base técnica o Wireless Network for Development World (wndw.net) e a Wireless Common Licence (WCL) utilizada pela rede Guifi.net como licença compatível, que permite definir e proteger legalmente as redes livres.

Quem pode participar?

Entre os grupos de redes livres estão administradores de sistemas, representantes de comunidades, engenheiros de telecomunicação, programadores, empresários, advogados e muitas outras pessoas interessadas em ajudar a construir redes livres em suas comunidades. Todos os inscritos no fisl12 podem participar do encontro.

Sobre as Redes Livres

As Redes Livres ou Redes Mesh funcionam geralmente baseadas em princípios das comunidades colaborativas, trabalhando com o objetivo de ter uma rede de dados construída e administrada por seus próprios usuários e aberta à comunidade. Cada rede tem suas particularidades técnicas e de gestão, de acordo com os objetivos de cada grupo. Em alguns casos, somente prestam serviços locais e trocam dados entre os nós conectados, enquanto que em outros casos, somam a esta tarefa a extensão do acesso a Internet para colocar ao alcance dos cidadãos de maneira livre e gratuita.

De todas as formas, a rede é de área metropolitana e se limita à cidade onde funciona, oferecendo uma via de comunicação alternativa, gratuita e autogestionada, que pretende democratizar o acesso a informação e promover o uso de tecnologias e softwares livres.

Programação

Data: 1 julho - 2 julho

Abertura
Leitura e discussão do que ocorreu dentro de 2 dias e na rede.
Coletiva sexta, 01/07/2011 - 9:00-10:00

10 anos montando uma rede livre em Buenos Aires
É possível fazer uma rede livre civil auto-gerida? Sim, temos quase 10 anos de tentativas e nos deixou muita experiência, sucessos e fracassos. Nosso wiki é um exemplo de um colectivo que tem inspirado a criação de novas redes. Atualmente estamos trabalhando com outras redes na América Latina.

OSIRIS Alejandro Gómez - BuenosAiresLibre - Buenos Aires - Argentina
Sexta, 01/07/2011 - 10:00-11:00

Redes Livres no Uruguai
Equalização de conceitos. Introdução às Redes Livres. Quais são eles? Apresentação do projeto MontevideoLibre. Tour histórico do projeto. Outras redes livres no Uruguai. Comparação Redes Livres e Software Livre. Conclusões. Convite para participar da criação, utilização e disseminação de redes livres.

barbanegra - MontevideoLibre, HackSpace Montevideo, Debian Uruguay - Montevideo, Uruguay
Sexta 01/07/2011 - 11:00-12:00

Mesh Bogotá
Processo de criação de uma rede comunitária sem fio livre na cidade de Bogotá. Colômbia e na emergência da comunidade BogotaMesh. Por que trabalhar com nightwing e nenhum outro firmware livre?

Hollman Enciso e Jorge Rojas - BogotaMESH - Bogotá - Colombia
Sexta 01/07/2011 - 12:00-13:00

Caso ASLmesh & Cesmar
Demonstrar a integração entre os dois grupos distintos por uma experiência de uma rede livre em um subúrbio da cidade de Porto Alegre, Brasil.

Rodrigo Troian - Associação Software Livre - Porto Alegre - Brasil
Sexta 01/07/2011 - 13:00-14:00

Educação e Redes Livres
Tendo a experiência que existem em nossa cidade sobre a utilização das redes livres na educação. Mostrar a parte técnica e filosófica das Redes Livres chamada CasaresLibre. Participação de alunos, antigos alunos, professores e instituições da Comunidade.

Juan Bidini - CasaresLibre power by EEST Nº 1 Escuela de Educación Secundaria Técnica Nº 1 - Carlos Casares - Argentina
Sexta, 01/07/2011 - 14:00-15:00

Tráfego de vídeo e Anillosur
...
Capo
Sexta, 01/07/2011 - 15:00-16:00

B.A.T.M.A.N
...
Corinna "Elektra" Aichele - BATMAN - Berlim - Alemanha
Sexta, 01/07/2011 - 16:00-17:00

Liberdade na democratização da internet
Mostrar que é possível Democratizar a internet para a população de forma consciente e com qualidade, quando se usa o recursos do software livre e usando o poder publico como provedor de acesso a internet fazendo assim sua parte a inclusão digital das pessoas.

Antonio El Achkar e Silvio Palmieri - Prefeitura Municipal de Pirai do Sul - Parana - Brasil
Sexta, 01/07/2011 - 17:00 - 18:00

Rede Mesh como Infraestrutura de Comunicação em Linhas de Transmissão de Energia
O projeto ReMoTE, desenvolvido pelo Laboratório MídiaCom em parceria com a TBE (Transmissores Brasileiros de Energia), desenvolveu uma solução para infraestrutura de comunicação para linhas de transmissão de energia utilizando redes mesh. Essa solução está instalada em uma linha de transmissão que conecta a Usina Hidrelétrica de Machadinho (RS) à Subestação de Campos Novos (SC). A rede possui 41 nós mesh instalados ao longo da linha que possui aproximadamente 40km de extensão.
Rafael Valle - Laboratório MídiaCom - Universidad Federal Fluminense - Rio de Janeiro - Brasil
Sáb, 02/07/2011 - 10:00 - 11:00

Interoperabilidade entre sistemas de gerenciamento de redes livres
...
Ariel Cammino - BuenosAiresLibre - Buenos Aires - Argentina
Sáb, 02/07/2011 - 11:00-12:00

Workshop de Redes Mesh
Fazer uma oficina coletiva com membros de grupos diferentes de redes livres, para trocar firmwares por firmwares livres, instalação e configuração de diferentes protocolos ruteamento e criação de três grupos para fazer uma batalha mesh no final da reunião pela área do campus.

Coletiva Sáb, 02/07/2011 - 12:00-15:00

Batalha Mesh
Usar os roteadores da oficina para fazer testes em um espaço aberto da Universidade, em um formato de batalha mesh.

Coletiva Sáb, 02/07/2011 - 16:00-18:00

Confraternização de encerramento das atividades
Confraternização na Pousada Casa Azul na Cidade Baixa.

Público Sáb, 02/07/2011 - Dom, 2011/03/07 - - 21:00 00:00


Tags deste artigo: redes livres mesh asl fisl

3636 comentários

Enviar um comentário
Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.