Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia
 Feed RSS

Blog

26 de Maio de 2009, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.

Wattpad e Podcasts e Contos de Natal

31 de Dezembro de 2016, 16:58, por Cordeis.com - 0sem comentários ainda

Se você não sabe, tenho um podcast tratando de política, o Politicast! Ele tem tido publicações mais ou menos em dia. Se você também não sabe, existe um projeto de financiamento social estilo patronato chamado Padrim. O Politicast está lá no Padrim, para quem quiser e puder contribuir financeiramente com o projeto. O que vir a receber dessa forma será investido em equipamentos simples (headsets e gravadores digitais, por exemplo) e publicidade (não apenas do podcast, mas reforçando a importância da boa política). De qualquer forma, embora esperemos ter alguns patronos no futuro, uma das razões de colocar o Politicast no Padrim foi que funciona também como uma forma adicional de divulgação do projeto. Tanto é que foi assim que eu conheci o Wattcast.

O Wattpad é um serviço de "rede social para escritores" que permite escrita e publicação dos livros através da própria ferramenta. É bem provável que haja uma descrição melhor que esta para o serviço, caso sinta falta procure mais a respeito no site do do Wattpad. Pois bem, o Wattcast é um podcast que trata do micromundo do Wattpad. Como um podcast literário, seu conteúdo varia entre dicas gerais para escritores (independente da ferramenta utilizada) e dicas mais específicas ao mundo do Wattpad. Venho acompanhando o podcast e recomendo.

Pois bem, agora vamos ao que eu gostaria de falar. A equipe do Wattcast lançou um concurso de conto de Natal. Escrevi especificamente para este concurso o conto Pesquisa Espacial, que terminou ganhando por pouco. :-) Então, é isso. Feliz Ano Novo! Que tenhamos um 2017 tão bom quanto possível nessa conjuntura do cão. E vejam lá o Politicast, o Wattcast, o Wattpad e a Pesquisa Espacial, se ainda não viram. Até ano que vem!

-- Cárlisson Galdino

P. S.: Imagem do post é do Wattcast (mas acho que nem precisava dizer).

Anexo Tamanho
Image icon Natal-Wattcast-768x384.png 310.79 KB
Special: 
Avalie: 
No votes yet


Anti-Política

17 de Dezembro de 2016, 22:58, por Cordeis.com - 0sem comentários ainda

Você pode estar sofrendo com a crise econômica atual. Pode estar indignado com o que certos políticos fazem com o dinheiro público. Pode até querer botar a culpa no PT (embora deva ser informado que ele tem parte da culpa). Mas por favor não venha com essa de todo político é corrupto ou nenhum político presta.

Primeiro porque existem sim políticos que não entram nesses esquemas de corrupção. No mínimo, aqueles de partido ideológico que raramente chegam ao poder, mas acredito que haja mais do que esses. Políticos assim enfrentam dificuldades para se elegerem, dificuldades para exercerem suas atividades em um ambiente de corrupção institucionalizada. Quando você os iguala com os corruptos, além de ser injusto, você arruina a vida de quem já enfrenta dificuldades demais no dia a dia.

Segundo porque a Política é a conversa, a busca pelo meio termo, a negociação, a mediação. Em uma Democracia é saudável termos grupos com visões diferentes debatendo para chegar a uma posição comum. O debate em busca de soluções é a essência da Democracia. Quando se retira a Política de cena o que sobra é o Autoritarismo. O Fascismo e o Nazismo nasceram em ambientes assim, de anti-política.

Não existe fórmula mágica ou solução milagrosa. O cenário político brasileiro só ficará mais saudável com envolvimento e estudo da população sobre o que é Política e sobre como os poderes funcionam, com acompanhamento do que seus representantes estão fazendo e com cobrança constante. Sim, isso leva tempo. Muito tempo, mas buscar atalho nesses assuntos é garantir a enorme chance de chegar onde você nunca quis.

Imagem da postagem: Otpor!, de Calvin Webster;

Anexo Tamanho
Image icon protesto.jpg 46.34 KB
Special: 
Avalie: 
No votes yet


Os 4 Pilares da Consciência

20 de Outubro de 2016, 23:41, por Cordeis.com - 0sem comentários ainda


 

Quando Michel Temer assumiu, ainda interinamente, a Presidência da República, várias coisas me chamaram a atenção. Além da falta de mulheres entre os novos ministros, da nomeação de Alexandre de Moraes (que mandou a polícia de São Paulo bater em professores) como Ministro da Justiça, o fim da Controladoria Geral… Me chamou a atenção como ele tentou atacar, de uma só vez, os que poderiam ser considerados os quatro pilares da formação da consciência.

A educação: a simples nomeação de Mendonça Filho, aquele que entrou no STF (e perdeu, ainda bem) contra a política de cotas nas universidades. Que é do Democratas, partido que se coloca contra muito do avanço que a Educação teve no país.

A cultura: não precisa nem falar. Temer extinguiu o Ministério da Cultura e só voltou a recriá-lo porque “deu ruim” pra ele.

A informação: de cara, Temer trocou (ilegalmente) o presidente da Empresa Brasil de Comunicação, quem mantém, entre vários veículos, a TV Brasil. No espectro de TV aberta, a TV Brasil era a única que tentava mostrar os dois lados da disputa contra/a-favor do impeachment/golpe. Com cientistas políticos comentando as manifestações e posicionamentos, bons programas de entrevista. Pois bem, os cientistas políticos foram mandados embora e os programas de entrevistas acabaram em poucas semanas.

A comunicação: alguns comentários de sua equipe se colocavam “contra a Internet”. Incluindo comentários sobre a necessidade de cadastro com CPF para poder comentar em qualquer site.

Esses quatro ataques, em conjunto, desde o início, não vêm por coincidência. De lá pra cá já aconteceu muita coisa. O MEC está tentando alterar a grade curricular do Ensino Médio, cortando matérias como Sociologia, Filosofia e História. A EBC teve seu Conselho Curador desfeito e trocado por um Conselho Administrativo. Leia-se: “sai fora sociedade civil. Quem manda agora é o Governo”. Assim a TV Brasil deixou de ser Pública e se tornou Estatal, caminhando para se tornar mais ou menos o que é hoje a TV Cultura, aparelhada em São Paulo com a Folha e Veja mandando lá dentro.

Agora querem congelar os “gastos” com serviços públicos por 20 anos, sem colocar impostos no andar de cima e sem questionar a Dívida Pública.

Fiquemos atentos aos próximos capítulos. Governos ilegítimos não costumam ter paciência com pensamento discordante. “Escola Sem Partido” (leia-se: de partido único, sem espaço para contestação dos conservadorismos) parece ser a próxima jogada.

-- Cárlisson Galdino

Anexo Tamanho
Image icon 4pilares.png 79.81 KB
Arquivo 4pilares.svg 401.97 KB
Special: 
Avalie: 
No votes yet


O Elixir

19 de Junho de 2016, 20:49, por Cordeis.com - 0sem comentários ainda

Um pingo de luz desliza
Por seu corpo indescritível
Ao som de divina banda
Tocando um metal-canção

Sabes que em meu coração
Teu olhar manda e desmanda
Com comandos de alto nível
Nem mesmo falar precisa

Desse Sol nos vem a brisa
Faz seu corpo transparente
Mas no toque sei te ver

Deixa o tempo transcorrer
Se entregue a mim totalmente
Que o Amor imortaliza

-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet


Regime Temeroso #01

18 de Maio de 2016, 0:21, por Cordeis.com - 0sem comentários ainda

Semana passada o Brasil iniciou uma nova era, a Era da Temeridade, segundo Bemvindo Siqueira em seu canal do YouTube (vale a pena ver). Também criei uma nova categoria aqui no site: Golpe de 16. Nela, você encontrará tudo o que escrevi e publiquei (por enquanto, muito pouco) por aqui sobre o golpe ocorrido este ano.

Pois bem, o Regime Temeroso é uma nova série de Cordéis.com. Desta vez, uma série em cordel! Não tem periodicidade certa (por enquanto), mas confira aí! Espero que goste!


No dia 12 de maio
Em 2016
De repente, como um raio
A madrugada se fez
E não se sabe dizer
Quando é que o Sol vai nascer
Para haver dia outra vez

Foi uma conspiração
De elite, banco e revista
Rancor da oposição
Um congresso oportunista
Ambição, ódio e dinheiro
Daqui e do estrangeiro
Um sentimento fascista

Pra não ter corrupção
Pois era esse seu lema
Surgiu uma multidão
Sem entender o sistema
Gritando e fazendo pose
Sob efeito de hipnose
Pra "resolver o problema"

Terminaram conseguindo
O que essa corja queria
Após cada estágio findo
Se aproximava esse dia
"Combater corrupção
Dando o poder a ladrão"?
Piada, golpe, enfim, fria

Foi pela força da imprensa
Manipulando inocente
Que veio a triste sentença
Botando assim, de repente
Na Câmara e no Senado
O vice autovazado
Traidor pra presidente

-- Cárlisson Galdino

Avalie: 
No votes yet