Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Governo dos EUA divulga metas do plano de banda larga nesta quarta 17

17 de Março de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1825 vezes

A Federal Communications Commission (FCC), órgão regulador e formulador de políticas de comunicação dos EUA, divulgou um resumo dos principais pontos que deverão fazer parte do Plano Nacional de Banda Larga a ser enviado ao Congresso norte-americano nesta quarta, dia 17. Os principais problemas a serem enfrentados são a ausência de disponibilidade de banda larga para 14 milhões de pessoas e o fato de que 100 milhões de norte-americanos não utilizam banda larga ainda hoje.


O plano tem os seguintes objetivos:

1) Conectar 100 milhões de domicílios com um serviço de 100 Mbps a um custo razoável, de modo a tornar os EUA o país com a maior cobertura de banda larga do mundo.

2) Permitir que todas as comunidades tenham a possibilidade de adquirir conexões de 1 Gbps para que escolas hospitais e instalações militares possam estar plenamente conectadas à ultra banda larga.

3) Garantir a liberação de pelo menos mais 500 MHz de espectro.

4) Ampliar de 65% para 90% o grau de familiaridade com a tecnologia dos estudantes no momento em que deixam o ensino médio.

5) Levar banda larga para comunidades rurais a um preço razoável por meio do fundo de universalização, hoje destinado a tecnologias analógicas.

6) Promover a competição em toda a cadeia de valor da banda larga, por meio da redução das barreiras de entrada e por meio da análise de qualidade, preço e disponibilidade dos serviços em diferentes localidades.

7) Desenvolver uma rede de segurança pública wireless para serviços emergenciais.

O trabalho da FCC é parte do plano de recuperação econômica dos EUA, estabelecido em fevereiro de 2009. Para a elaboração do plano de banda larga, foram realizadas 36 seminários, nove audiências públicas e 31 chamamentos públicos que produziram mais de 75 mil páginas de contribuição. O resumo do plano a ser divulgado pela FCC está disponível no site TELETIME.


A
Federal Communications Commision (FCC), órgão regulador e formulador de políticas de comunicação dos EUA, divulgou um resumo dos principais pontos que deverão fazer parte do Plano Nacional de Banda Larga a ser enviado ao Congresso norte-americano nesta quarta, dia 17. Os principais problemas a serem enfrentados são a ausência de disponibilidade de banda larga para 14 milhões de pessoas e o fato de que 100 milhões de norte-americanos não utilizam banda larga ainda hoje.

O plano tem os seguintes objetivos:

1) Conectar 100 milhões de domicílios com um serviço de 100 Mbps a um custo razoável, de modo a tornar os EUA o país com a maior cobertura de banda larga do mundo.

2) Permitir que todas as comunidades tenham a possibilidade de adquirir conexões de 1 Gbps para que escolas hospitais e instalações militares possam estar plenamente conectadas à ultra banda larga.

3) Garantir a liberação de pelo menos mais 500 MHz de espectro.

4) Ampliar de 65% para 90% o grau de familiaridade com a tecnologia dos estudantes no momento em que deixam o ensino médio.

5) Levar banda larga para comunidades rurais a um preço razoável por meio do fundo de universalização, hoje destinado a tecnologias analógicas.

6) Promover a competição em toda a cadeia de valor da banda larga, por meio da redução das barreiras de entrada e por meio da análise de qualidade, preço e disponibilidade dos serviços em diferentes localidades.

7) Desenvolver uma rede de segurança pública wireless para serviços emergenciais.

O trabalho da FCC é parte do plano de recuperação econômica dos EUA, estabelecido em fevereiro de 2009. Para a elaboração do plano de banda larga, foram realizadas 36 seminários, nove audiências públicas e 31 chamamentos públicos que produziram mais de 75 mil páginas de contribuição.


Confira a íntegra do Plano Nacional de Banda Larga norte-americano elaborado pela FCC

Plano de banda larga dos EUA - íntegra

Fonte Teletime


Tags deste artigo: banda larga plano pnbl nacional redes eua qualidade preço disponibilidade

Eventos de Software Livre no Brasil