Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Briga por frequência complica plano de Banda Larga nos EUA

23 de Março de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1801 vezes

O governo Barack Obama terá mais uma batalha pela frente para implantar o seu megaprojeto de acesso rápido à Internet. Nos EUA, como aqui no Brasil, a briga por espectro antagoniza as teles móveis e os radiodifusores.

O plano da FCC, a Anatel norte-americana, divulgado nesta terça-feira, 16, de retomar 120 MHz dos radiodifusores nos próximos cinco anos para transferir essas frequências para a oferta de banda larga móvel acirrou ainda mais esse embate.

Ao fazer seu Plano Nacional de Banda Larga, a FCC fez escolhas. Entre elas, a de retirar frequência dos radiodifusores. Até porque somente 10% da população do país consome TV aberta tradicional. Para a agência, a devolução de espectro não será tarefa complicada, uma vez que a maior parte não é utilizada.

Mas a reação foi negativa. Os radiodifusores cogitam, inclusive, ir à justiça para manter suas frequências. E já há um 'lobby' pesado para uma mudança de rota no projeto. "A FCC foi muito agressiva conosco. A perda é de 40%. Vamos lutar contra", declarou John Hane, representante legal dos radiodifusores.

"E podem acreditar que essa briga será longa. A FCC não poderá fazer leilão antes de 2012 ou 2013", completou. O plano de Banda Larga da FCC prevê que 500 MHz serão disponibilizados para a oferta de serviços de banda larga móvel até 2020. O projeto prevê ainda que 300 MHz serão disponibilizados nos próximos três anos.

A resistência dos radiodifusores já era esperada pela FCC. Tanto que o plano prevê 'programa de incentivos' para a devolução de frequência, especialmente, os 120 MHz que quer ter 'voluntariamente', mas a oferta não agradou.

"Estamos preocupados com o fato de a FCC ter feito um plano que não era o discutido até então. Estão sendo impostas situações negativas aos radiodifusores", declarou em comunicado ao mercado, Dennis Wharton, vice-presidente da Associação Nacional de Radiodifusores.

 

Fonte Converência Digital


Tags deste artigo: fcc plano obama banda radiodifusores internet larga

Eventos de Software Livre no Brasil