Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a FISL
Tela cheia Sugerir um artigo

Conhecendo o Presidente do Brasil no FISL 10

15 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 5447 vezes

Por Jon ‘maddog’ Hall

Maddog_lulaO FISL 10 em Porto Alegre, Brasil, foi o melhor de todos os tempos, por muitos motivos. Durante muito tempo eu me impressionei com a forma como os organizadores do FISL (a maioria, se não forem todos voluntários) têm reunido o governo, a indústria e a comunidade num evento cada vez maior e mais complexo.

Este ano, no décimo aniversário do FISL, o evento foi maior e melhor do que nunca, com muitas palestras simultâneas, muitos palestrantes internacionais bem como brasileiros, e um bom número de stands governamentais, industriais e comunitários. No entanto, o evento que animou até mesmo os mais experientes participantes da conferência foi a visita do Presidente Luiz Inácio "Lula" da Silva, que é conhecido simplesmente como "Lula".
Continua

Eu recebi um aviso prévio desta visita por meio de um email do meu amigo Marcelo Branco, Coordenador Geral da Associação de Software Livre. A associação tentava trazer o Lula há vários anos, todavia, dado o agitado calendário de um presidente de um país do tamanho do Brasil, falhou várias vezes. Desta vez, parece ter sido uma sorte grande.

Na noite anterior à visita, os seguranças apareceram e colocaram grades para controlar a multidão. O FISL teve cerca de seis mil visitantes este ano, e foi agendado para o Lula um tour no espaço do evento, bem como fazer um discurso em uma pequena sala. Três tipos de bottoms foram entregues: um para todos os grupos de usuários e stands, para que pudessem chegar aos seus stands, um tipo para as pessoas que iriam ouvir o Lula falar e outro tipo para dezesseis pessoas sortudas para ter um encontro "privado" com Lula. Em razão do meu longo envolvimento com o movimento de Software Livre, e em particular no Brasil, fui um dos 16 escolhidos pela associação para se encontrar com Lula.

Eu já havia partido para o Brasil quando recebi o email sobre o Lula. Felizmente trazia comigo peças de joalheria, graciosamente fornecidas pela empresa 4Linux. Brincos, um grampo de gravata e um broche de lapela do Tux. Normalmente eu entrego estas peças de joalheria aleatoriamente para pessoas que penso que gostarão deles, mas decidi dar um de cada para o Lula, para que ele pudesse usar o broche e o grampo no caso de a Microsoft visitá-lo. Eu também tinha comigo uma cópia do "Big Buck Bunny", que eu havia comprado da organização Blender. Decidi entregá-la a Lula também, para ilustrar o que o software livre pode fazer junto à mídia livre licenciada através da Creative Commons.

Vesti-me cuidadosamente naquela manhã. Em vez da tradicional camisa polo da Linux International, eu usava uma camisa oxford azul de botão com um broche vermelho do Tux e um suéter V-neck leve. Tentei parecer arrumado e apresentável para o presidente, pois me senti representante da comunidade Linux, e não apenas eu mesmo.

Assim que a hora mágica se aproximou, um organizador veio para me levar à sala onde me encontraria com Lula. Outros estavam lá, claro. Além de mim, havia membros da comunidade brasileira de Software Livre, em particular o meu bom amigo Pablo "spectra" Lorenzzoni, Sérgio Amadeu da Silveira e palestrantes internacionais, como Bdale Garbee da Hewlett Packard e Software in the Public Interest e Michael Tiemann da Red Hat, assim como Richard Stallman.

Nos foram dados alguns segundos para falar com o Presidente "Lula". Ele foi muito receptivo e simpático, recebendo meus presentes, usando um Fedora vermelho e tirando fotos. Em seguida, todos nós fomos ao espaço para os discursos. Houve uma palestra apresentada por Marcelo Branco, que havia escoltado Lula em torno do espaço do FISL, e depois um bom discurso sobre a utilização do Software livre no Brasil e o quanto ele tinha ajudado o país. Finalmente Lula foi para o pódio. Ele falou por cerca de quinze minutos. Felizmente eu estava sentado na primeira fila, diretamente em frente a ele, e felizmente eu havia trazido a minha câmera. Filmei toda a sua fala com a intenção de pô-la no YouTube, com legendas em várias línguas. Embora eu não tenha entendido tudo o que ele disse em razão da tentativa de ouvir o tradutor enquanto o filmava, entendi que ele falou sobre a importância do software livre para um país como o Brasil.

Ele falou sem um teleprompter e sem anotações. Isto significa que ou ele memorizou um discurso de quinze minutos, ou ele falou do coração. Acho que foi a última opção.

Algumas pessoas no Brasil não gostam do governo Lula. Alguns não gostam do Lula pessoalmente. Nenhuma destas coisas realmente importam para a mensagem que ele enviou esse dia. Aqui estava o presidente da décima segunda maior economia do mundo, o "B" em "BRIC", tomando uma quantidade considerável do seu tempo para visitar uma conferência de software livre e falar às pessoas e dizer-lhes como seu trabalho é importante para a economia e futuro do Brasil. Não foi apenas o presidente Lula dizendo que o software livre é importante, foi ele falando para o povo brasileiro.

Assim como a eleição de Obama aumentou as expectativas dos jovens negros nos Estados Unidos, o discurso do Lula aumentou a campanha pelo software livre no Brasil e em toda a parte. Agora, quando os alunos desejarem utilizar o software livre em suas aulas, eles podem apontar para o discurso do Lula e dizer que software livre é importante. Quando os funcionários públicos desejarem usar softwares livres para resolver um problema e seu chefe disser para "usar softwares da Microsoft", os trabalhadores terão um novo argumento para usar.

Como eu viajo ao redor do mundo conversando com líderes governamentais, diretores de universidades, proprietários de empresas etc., posso mostrar a eles este discurso no YouTube e dizer "Isto é o que o presidente do Brasil tinha a dizer sobre Software Livre".


Meu trabalho tornou-se muito, muito mais fácil. Carpe Diem.

Fonte: Blog maddog na Linux Magazine


Tags deste artigo: fisl2009

Eventos de Software Livre no Brasil