Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

Computerworld

Invalid feed format.

PC World

Invalid feed format.

IDG Now!

Invalid feed format.

Info

Invalid feed format.

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Colômbia

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Taurion lança ebook: Adotando o ODF como Padrão Aberto de Documentos

22 de Julho de 2009, 0:00 , por Desconhecido - 66 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 5696 vezes

O amigo Cezar Taurion lança ebook "Adotando o ODF (OpenDocument Format) como Padrão Aberto de Documentos" na web.

É o primeiro livro sobre Open Document Format ODF!

Parabéns ao Taurion pela publicação desse importante ebook, é uma memória do que foi conhecido como "A Guerra dos Padrões". Esse livro é uma orientação aos dirigentes e técnicos do Governo, Empresas e Sociedades.

Cezartaurion

Li o ebook, é excelente. Recomendo a você que está lendo este post e aos seus amigos.

Segue alguns trechos do ebook:

"Ler esta coletânea de artigos do Taurion sobre ODF foi para mim como ver um filme (ou ler um resumo) da minha própria vida nos últimos anos. É muito legal ver como o tema ODF amadureceu no Brasil e no mundo, e ver ainda que conseguimos alcançar muitos dos nossos objetivos com o padrão, além de termos colocado o Brasil no mapa dos padrões abertos e internacionais."  Jomar Silva.

"A decisão foi técnica e absolutamente lógica. O Grupo de Trabalho que analisou a proposta era composto por profissionais de grande competência e conhecimento do OpenXML, tendo entre outros Fernando Gebara da Microsoft, Jomar Silva da ODF Alliance, Avi Alkalay da IBM, Vitorio Furusho da Celepar e Leandro Goulart da Unesp, que inclusive apresentou palestra sobre OpenXML na Sucesu SP. Todos participantes dos GT e da CE (Comissão de Estudo) puderam ter acesso a centenas de documentos que circularam e ainda circulam pela Internet (este blog teve humilde participação levantando posts e links para muitos destes documentos.). Além disso empresas como Sun, IBM e Microsoft criaram grupos de estudo internacionais para melhor avaliar as questões técnicas e disseminaram amplamente estas informações."

"Esta foi a proposta do ODF (Open Document Format), padrão desenvolvido e mantido por uma entidade aberta (OASIS, http://www.oasis-open.org/ ) e não controlada por nenhuma empresa, disponível para uso sem pagamento de royalties e sem restrições de uso. O ODF foi aceito pela ISO em 2006, já sendo, portanto, um padrão mundial, sob o nome ISO/IEC 26300:2006. Em 12 de maio de 2008, o ODF foi oficialmente aprovado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como a norma NBR ISO/IEC 26300:2008.

Pessoalmente, acompanhei bem de perto, como representante da IBM, as discussões que envolveram a adoção deste padrão pela ABNT, aqui no Brasil, bem como os acalorados debates com relação à proposição da Microsoft e Ecma de submeter seu padrão OpenXML à aprovação da ISO. A ABNT, como órgão de padrões brasileiro e membro da ISO, deveria se posicionar com relação ao voto do Brasil nesta discussão então em curso na ISO.

O Technical Committe (TC) do OASIS, para após a conclusão do ODF 1.2 (próxima versão do padrão aberto de documentos ODF), está abrindo o debate para buscar idéias e propostas para o futuro ODF, chamado provisóriamente de “ODF Next”. É uma boa oportunidade para o Brasil influenciar o seu desenvolvimento. Já temos um brasileiro, Jomar Silva, diretor da ODF Alliance Brasil, no TC do OASIS, mas vejo aqui uma boa oportunidade para ISVs, pesquisadores, empresas privadas e governo, além da academia, se envolverem mais com este padrão." Cezar Taurion.

Você pode obter o ebook nos seguintes sites, totalmente grátis:

* Smashwords

* Scribd


Tags deste artigo: jomar furusho deivi broffice.org odf avi taurion openoffice.org abnt gebara iso

66 comentários

Enviar um comentário
  • C4872a857851feef1ff96c8f109c92bc?only path=false&size=50&d=404lp(usuário não autenticado)
    23 de Julho de 2009, 7:41

    Interoperabilidade

    Só conquistamos grandes avanços tecnológicos graças a disposição de grandes pessoas na colaboração e busca por padrões abertos!


  • 529a826c1844e6c34409260906ec00e2?only path=false&size=50&d=404Paulo César(usuário não autenticado)
    24 de Julho de 2009, 9:39

    onde está o .odt?

    Incongruente, é o que posso dizer!; Procurei a versão .odt para ler em meu br-office e não encontrei!
    Um livro em defesa do padrão e o mesmo não é enconrado no padão que defende.. Desculpe-me o autor, mas está em tempo de corrigir!.


  • Andre perfil minorAndré Martínez
    26 de Julho de 2009, 15:07

    Ler mais, falar menos..

    Este é um comentário no mínimo precipitado. Precisamos entender que o formato ODF é destinado a edição! Para leitura existe o PDF...


  • 529a826c1844e6c34409260906ec00e2?only path=false&size=50&d=404Paulo César(usuário não autenticado)
    31 de Julho de 2009, 13:50

    odf

    André, você não entendeu meu comentário; O que disse é que no link smashwords não tem o arquivo no padrão aberto do br-office que é o .odt Lá tem o arqivo em pdf, palm doc, lrf, .txt; mas não em .odt que é produzido no Br-office/openoffice.


  • 4f84d0b870362bbda35800cb32dd022d?only path=false&size=50&d=404Hélio Bezerra Filho(usuário não autenticado)
    3 de Agosto de 2009, 18:54

    TODAS AS COMUNIDADES

    OLÁ PESSOAL. NÃO DEU TEMPO PARA ACESSAR TODAS AS COMUNIDADES, PORÉM, DA PARA OBSERVAR QUE TODAS TEM UM PAPEL MUITO IMPORTANTE, COMO EU TRABALHO COM LINUX, CREIO QUE TODAS SÃO IMPORTANTÍSSIMAS...


  • Furusho com logo tdf minorFurusho
    6 de Maio de 2010, 11:27

    onde está o .odt?

    Paulo César, apenas uma correção, o nome correto da suite escritório é BrOffice.org e OpenOffice.org. Náo tem - e tem .org


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.