Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Paraná: Monitores são capacitados para atuar nos telecentros das Bibliotecas Cidadãs

11 de Março de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 1Um comentário | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 2179 vezes

O secretário especial de Assuntos Estratégicos, Nizan Pereira, apresentou, nesta terça-feira (9) durante a Escola de Governo, os monitores dos telecentros que estão fazendo o curso de capacitação para atuar nos laboratórios das Bibliotecas Cidadãs. Durante esta semana, 30 monitores terão cursos de 32 horas/aula no laboratório da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, aprendendo aulas básicas de Hardware, Linux e sobre os serviços públicos disponíveis na internet.


Na foto, o Secretário para Assuntos Estratégicos, Nizan Pereira, a Secretária  da Cultura Vera Mussi, e o Secretário de Obras,  Júlio Cesar Araújo.

De acordo com Nizan, a capacitação dos monitores é fundamental para a continuidade do trabalho desenvolvido nos telecentros. “O governo faz todo o acompanhamento, mas a partir da instalação das salas o programa passa a ser administrado pela comunidade, através dos conselhos gestores que definem seu funcionamento e o programa de atividades”, explicou.

O secretário lembrou da meta do governo, de que todos os municípios paraenses tenham uma biblioteca pública até o final deste ano. “Nós vamos fechar este ano com 300 Bibliotecas Cidadãs, que não seguem os moldes tradicionais de biblioteca pública pois são dotadas de todos os meios de tecnologia de informação. É uma biblioteca para o século XXI, com um telecentro e uma enorme quantidade de livros”, afirmou.

O programa Biblioteca Cidadã envolve as secretarias de Cultura, Obras, Assuntos Estratégicos e a Celepar. “Este trabalho nos entusiasma pois pretende a plena cidadania. Nós construímos cidades não apenas com obras, mas com seres humanos, e estes seres precisam se desenvolver. Na essência, a Biblioteca Cidadã é o espaço para esse desenvolvimento”, disse a secretária da Cultura Vera Mussi.

Segundo o secretário de Obras, Julio Araújo Filho, 88 bibliotecas já foram inauguradas, outras 20 já estão prontas e há ainda 140 unidades em construção. “Fico extremamente contente quando vejo, nestas pequenas cidades, a importância que tem uma biblioteca, principalmente estas que têm os telecentros, que abrem as portas ao mundo pela internet”, afirmou.

CAPACITAÇÃO– Segundo Marilaide de Quadros, gerente de Inclusão Digital da Secretaria de Assuntos Estratégicos, os monitores são responsáveis pela inclusão digital em seu município e a troca de experiências proporcionada pelos cursos é parte importante neste processo. “No curso temos módulos de normas e regras de uso dos computadores, aulas básicas de hardware, de Linux (que é o sistema operacional utilizado), e ainda ensinamos a eles utilizar os serviços públicos disponíveis via internet”, explicou.

Estão participando da capacitação os monitores provenientes dos municípios de Califórnia, Santa Maria do Oeste, Espigão Alto do Iguaçu, Santa Lucia, Pitangueiras, Campo Bonito, Cambira, Nova Esperança do Sudoeste, Anahy, Paula Freitas, Prado Ferreira, Três barras do Paraná, Cafezal do Sul, Manoel Ribas, Marquinhos e Reserva do Iguaçu.
Os Telecentros Paranavegar funcionam com Linux Desktop Paraná, Firefox, BrOffice.org, Totem, Gimp e demais sofwares. O Desktop Paraná é desenvolvido pela Celepar.

* fonte: SEAE


Tags deste artigo: telecentro celepar debian nizan furusho biblioteca firefox paraná mussi broffice.org

1Um comentário

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.