Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Divulgação

MiniDebConf

COMCET

.

ASL

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Associação Software Livre marca presença na iMasters Developer Week

26 de Novembro de 2015, 21:40 , por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 314 vezes

F3a8c056-957e-432e-96d1-c95ba3fb54e9

A Associação Software Livre.Org marcou presença na iMasters Developer Week, que aconteceu de 17 a 19 de novembro no SENAC de Porto Alegre. A iniciativa é um ciclo de eventos técnicos focado em desenvolvedores web, que reúne um total de 2 mil profissionais nas cidades de Vitória, Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro. A edição gaúcha reuniu players mundiais, nacionais e regionais do mercado digital.

O evento contou com palestras e workshops sobre desenvolvimento para web, construção de APIs, deploy de aplicações, técnicas de segurança para desenvolvimento com WordPress, internet das coisas, além de oficina de criação de startups de tecnologia.

A ASL foi representada pelo coordenador de relações institucionais José Henrique Schwengber e pelo sócio Nick Vidal (foto).

Captura_de_tela_de_2015-11-26_19_31_05

Representando a comunidade software livre, o professor, pesquisador e consultor CodeClub Brasil e JabutiEdu Luiz Henrique Rauber Rodrigues realizou o encerramento do iMasters Developer Week com a palestra "A cultura hacker e o fim da 'bundamolecencia'", em que abordou características do desenvolvimento colaborativo e a importância do código aberto.

A atividade foi organizada pelo grupo iMasters, um dos mais tradicionais portais de cursos e eventos da internet brasileira, que recebeu, nos 14 anos em que está online, mais de 2 milhões de posts nos seus fóruns. O portal conta com mais de 3 milhões de usuários por mês, 1.800 autores e colaboradores, 13 mil artigos e 10 milhões de visitas mensais.

Mais informações no site do evento.


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.