Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Rádio Softwa...
Tela cheia Sugerir um artigo

Sessentões da Feira aproximam crianças da leitura

8 de Novembro de 2014, 15:11 , por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 333 vezes

Quer aproximar os pequenos que ainda não leem do mundo da leitura? É justamente o que o grupo Sessentões da Feira, formado por artistas contadores de histórias, busca fazer no QG dos Pitocos.

Com o objetivo de incentivar a leitura entre crianças não leitoras, com idades entre 0 e 6 anos, o grupo Sessentões da Feira se dedica à contação de histórias no QG dos Pitocos, localizado próximo à Praça da Alfândega. O nome, criado em comemoração aos 60 anos da Feira do Livro de Porto Alegre, descreve o grupo formado, entre outros, pelos artistas Juliano Canal, Gustavo Duarte e Drica Lopes.

Eles estiveram no Licença Poética da #RadioLivrenaFeira para falar sobre o trabalho com os pequenos, além de dar uma prévia de uma das histórias dos Sessentões. Segundo Juliano Canal, de 500 a 1.000 crianças passam, por dia, no QG. Para o ator, o trabalho é gratificante, principalmente pelo contato com o público, como no caso de um menino que vem ouvir histórias desde os 3 anos. Hoje, aos 8, ainda retorna, pedindo sempre pelas mesmas histórias. "Temos um estilo de interagir com o público, que é sempre chamando para participar, questionando sobre a história."

Quanto à influência das tecnologias, Juliano não enxerga mudanças ou indícios de que elas atrapalhem a atenção das crianças. Pelo contrário, ajudam a divulgar o trabalho e ainda reúnem filas de ouvintes que tentam posar para fotos com os personagens ao final de cada apresentação.

Quer saber mais sobre os Sessentões da Feira?

ESCUTE a entrevista COMPLETA:

 


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.