Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Rádio Softwa...
Tela cheia Sugerir um artigo

Bicicleta para mudar o mundo!

9 de Novembro de 2014, 13:17 , por Gabriel Galli - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 323 vezes

Andar de bicicleta pode ser um modo prático e eficiente para melhorar a qualidade de vida nas grandes cidades. O cicloativismo foi o tema do programa Ação Direta deste domingo na #RádioLivreNaFeira, com a participação da jornalista Lívia Araújo.

O uso irracional do automóvel acabou gerando efeitos colaterais nocivos para toda a sociedade. Engarrafamentos, poluição e estresse são apenas algumas consequências deste modelo esgotado de transporte. Diante desse cenário, a bicicleta ressurgiu com toda força no mundo inteiro. "Aqui no Brasil, o carro ainda está associado ao status. É um símbolo de que a pessoa melhorou de vida, enquanto lá fora os ricos andam de metrô", destacou Lívia.

Na avaliação da cicloativista, não se trata apenas de promover o uso da bicicleta ou travar uma guerra contra o carro. "É preciso investir na multi-mobilidade, criar ciclovias e estimular meios alternativos de transporte. Para isso, o ônibus e o metrô também precisam funcionar bem, pois o pior meio de todos para se depender é o carro. Muitas vezes nós vamos de carro até a academia para andar de bicicleta ergométrica".


ExpoBici
O crescimento do uso da bicicleta também aqueceu a economia nesta área. Além do aumento nas vendas de bicis, diversos ativistas começaram a desenvolver materiais e acessórios para este público. É o caso de Lívia, que junto com uma sócia, criou a marca de capas de chuva Bikedrops. "Eu ficava muito chateada de não poder andar de bicicleta nos dias de chuva e por isso comecei a pesquisar alternativas", contou.

A veia empreendedora dos cicloativistas poderá ser conferida de perto no evento ExpoBici, que será realizado no dia 23 de novembro, no Parque Harmonia, em Porto Alegre. "O evento acontece na Casa do Gaúcho e reúne um monte de lojas de bicicletas e acessórios. Também há diversas oportunidades para trocas e vendas de verdadeiras relíquias", contou Lívia, que será uma das expositoras.

A entrevista com a cicloativista abordou ainda temas como o movimento Massa Crítica e a difícil implantação do plano cicloviário de Porto Alegre.

ESCUTE o bate-papo COMPLETO:

 



0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.