Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

Computerworld

Invalid feed format.

Wwwhat's New?

Invalid feed format.

PC World

Invalid feed format.

IDG Now!

Invalid feed format.

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

No route to host - connect(2) for "drupal.usla.org.ar" port 80

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Colômbia

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Compilador livre Clang está mais próximo de conseguir compilar o kernel Linux

25 de Outubro de 2010, 22:00 , por Desconhecido - 0sem comentários ainda | No one following this article yet.
Visualizado 600 vezes

Cerca de 6 meses após conseguir compilar integralmente o FreeBSD, o compilador livre Clang (integrante do projeto LLVM, sob licença NCSA) parece prestes a alcançar mais um marco interessante: Bryce Lelbach divulgou, no grupo dos desenvolvedores do Clang, que com algum esforço já conseguiu compilar com sucesso parte considerável do kernel Linux, e em algumas semanas espera conseguir completar o suporte.

O kernel Linux é historicamente compilado com o GCC, e usa extensões desenvolvidas especificamente no âmbito deste compilador, o que é uma razão a mais pela qual se torna um alvo interessante para testar a capacidade e compatibilidade de outros compiladores: os testes e esforços feitos com o não-livre ICC, da Intel, como os mostrados neste paper, são bastante ilustrativos e detalham inclusive algumas das peculiaridades do tratamento que o GCC dava ao código do kernel na época.

Naturalmente, em seus testes com o Clang, Bryce também encontrou peculiaridades similares, inclusive uma que se manifesta em todas as áreas do kernel relacionadas a criptografia (que até o momento ainda estão pendentes de solução).

Mas o kernel hibridamente compilado com o Clang pelo Bryce tem suporte a bastante coisa: roda o Debian no notebook dele em runlevel 5 (boot completo multiusuário em modo gráfico e com rede IPv4), com os filesystems, ACPI, PCI, SMP, POSIX IPC, pthreads, NUMA, swap IPV4, os drivers necessários, suporte a som, webcam, usb, touchpad, drive de DVD, teclado e gráficos – o kernel compilado por ele rodou até mesmo o Flash player para assistir a vídeos.

E o mais interessante: embora o conjunto ainda não esteja 100% self-hosted (porque o Clang não conseguiu compilar o kernel completo), o kernel compilado por ele foi capaz de permitir compilar novamente um kernel igualmente funcional, usando o Clang rodando sobre si.

Além das questões relacionadas aos códigos de criptografia, ainda há outros, incluindo problemas específicos no carregamento de módulos, e especialmente 2 outros previamente conhecidos (relacionados a assembly inline feito do “jeito GCC”) que no momento foram resolvidos via compilação específica com o GCC destes 2 trechos.

Estes problemas listados já estão em variados graus de solução, em sua maioria por meio de mudanças no comportamento do Clang, embora o histórico demonstre que projetos em condições similares aceitaram de bom grado patches para remover situações que ox tornavam compatíveis apenas com o GCC.

Em paralelo, o Bryce está portando alguns kits de testes e benchmarks desenvolvidos inicialmente pela Intel, para facilitar a tarefa de verificar o resultado produzido.

No momento o desenvolvedor leva cerca de 15 minutos para compilar o kernel em seu notebook, e planeja ter completado em algumas semanas o desenvolvimento necessário para ter kernels Linux em qualidade de produção e completamente compilados com o Clang. (via lwn.net)


Fonte: http://br-linux.org/2010/compilador-livre-clang-esta-mais-proximo-de-conseguir-compilar-o-kernel-linux/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.