Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias do FISL

3 de Julho de 2013, 0:00 , por Valessio Brito - | 1 pessoa seguindo este artigo.
O Fórum Internacional de Software Livre (FISL) acontece anualmente na cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. O FISL é considerado um dos maiores eventos do mundo na área por proporcionar uma discussão técnica, política e social sobre software livre de forma integrada. Reúne discussões, palestras, personalidades e novidades nacionais e internacionais do mundo do software livre.

Escolhas, escolhas...

25 de Outubro de 2014, 2:54, por Sady Jacques - 0sem comentários ainda

Nasci em 1963, um ano antes do golpe militar, tendo sido adotado aos dois anos por uma professora e um oficial da reserva que desejaram que eu fosse alguém na vida.

Até os 16, não sabia o que seria, e comecei um caminho que segue até hoje, tempo em que tento concluir minha formação acadêmica em administração, após estudar engenharia civil, arquitetura, psicologia, filosofia, ciência da computação e psicanálise.

Cresci sob o manto abafado da ditadura. Pouco ou nada sabia até meus 16, idade em que passei a frequentar cinemas, teatros e colóquios e comecei a entender a história. Após completar meus 21, soube-me pai. E busquei dar o melhor de mim para garantir sustento e amor ao meu primeiro filho, Tiago. Aprovado em três concursos diferentes, escolhi em 1987 o que me pareceu melhor e ao qual permaneço vinculado até hoje, a PROCERGS.

Em 1989 percorri todas as seis regionais no Estado, integrando um grupo orientado a falar de uma proposta de plano de cargos e salários. Em 1990, fui convidado a fazer parte da comissão de trabalhadores e em 1992, fui eleito diretor sindical, atuando no movimento até 1998, quando – mesmo bem antes de saber os resultados das urnas – decidi que retornaria para a empresa. Antes disso, perderia o direito de acesso por enfrentamento direto à direção, ao questionar em auditório, os procedimentos informados para iniciar a operação do famoso “printcenter” de São Leopoldo.

Ao retornar, fui convidado pelo novo presidente Marcos Mazoni, indicado pelo Governador Olívio Dutra, a colaborar com um projeto político transformador, que priorizava as pessoas, as instituições públicas e a ética. Fui gerente da maior divisão da empresa, com mais de 200 colegas sob minha gestão, revertendo a migração do printcenter, criando o serviço de avisos a advogados, a equipe de baixa plataforma, a primeira sala de gestão do Estado; depois fui coordenador da área operacional inteira, que representava um terço dos cerca de 990 funcionários à época e, por último, gerente de recursos humanos, criando em 2002, pela primeira vez em 30 anos de empresa, um espaço formal para a comissão de trabalhadores, que até então nunca havia sido disponibilizado.

Saí por dois anos em 2003, após o nascimento de meu segundo filho, Lucas, para auxiliar o Secretário da SMIC, Adeli Sell, a gerenciar a Supervisão de Desenvolvimento Tecnológico, área responsável pelas politicas de inovação e gestão de polos e parques tecnológicos, de cadeias produtivas e regiões de potencial tecnológico (REPOT’s). Fui o titular da SMIC no Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia e na Coordenação dos Telecentros de Porto Alegre, quando criei os telecentros temáticos do Mercado Público e da Associação Comercial da Azenha, para geração de trabalho e renda. Ainda naquele ano, passei a integrar a coordenação da Associação Software Livre. Org, entidade responsável pela realização de um dos cinco maiores eventos mundiais de tecnologia, neste segmento, na qual permaneço militando e colaborando até hoje.

Em 2008, por outros dois anos, fui convidado a assessorar a presidência nacional do SERPRO, nas questões relativas às comunidades de software livre. Quando iniciou o governo Tarso, em 2011, assumi uma vaga no Conselho de Administração da PROCERGS e a assessoria da presidência, até ser indicado Diretor de TI&Telecom, da Secretaria Geral de Governo, respondendo cumulativamente pelas funções de presidente do CGTIC e do CETIC, comitês responsáveis pela definição e controle das políticas de TIC em toda a administração direta, além de balizador da indireta.

Destas funções fui destituído à revelia, ao final de 2012, quase ao tempo em que recebia a adoção de meu terceiro filho, Andriele. No início de 2013, reassumi a assessoria no SERPRO, novamente a convite do Diretor-presidente, Marcos Mazoni e onde permaneço até hoje.

Durante todo o tempo que estive na PROCERGS, exerci as funções de estagiário, programador treinee, programador júnior, programador sênior, programalista, analista de sistemas e consultor, sempre com zelo e dedicação, com profundo respeito aos meus colegas e com o senso do dever próprio de todo servidor público sério e bem intencionado.

Isto, é apenas um depoimento. Falo isto, para que seja possível entender a experiencia de vida que acumulei até aqui e as razoes pelas quais posso afirmar, sem sombra de dúvidas: não há outro caminho a não ser continuar apostando em um projeto de transformação social como o de Lula, Dilma e Tarso!

Atrás de todo o discurso, não há concessões para a maior parte da população, por aqueles que acumulam riquezas e poder a gerações e gerações, porque é da nossa exploração que vem a abundancia que eles exibem.

O projeto de Lula , Dilma e Tarso não é perfeito. Para melhorá-lo, é preciso participação e engajamento. Engajamento às oportunidades que uma administração popular oferece o tempo todo, generosamente. E participação permanente na reivindicação e no controle social sobre o Estado.

Não haverá isso com Aécio, Sartori, Ana Amélia, Lazie, Rigotto ou Yeda. Porque eles representam a ideia de Estado mínimo, de custo Brasil mínimo, portanto de direitos mínimos. Sim, estes direitos que já são poucos e que devem diminuir ainda mais, na visão deles, porque “tornam caros os negócios”.

Neste domingo, consulte seu coração, mas vote com a razão. O Coração não trabalha, não paga contas, não vai ao supermercado. O coração é emoção, mas a vida é realidade, e realidade depende sempre de boas escolhas.

Aqui no Rio Grande do Sul, dia 26 de outubro de 2014, vote 13 – Tarso, 13 – Dilma, e confirme que você entendeu o que eu disse.



Seja um inspirador! Ou: A inspiração deveria ser a base da comunidade colaborativa

26 de Setembro de 2014, 23:13, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

 Original aqui.

  

Sou uma esponja. Leituras dinâmicas, discussões e infelizmente pouca reflexão sobre conteúdo. Com tanta informação, adquiri o hábito de descobrir as histórias de vida de quem eu sigo.

Se me perguntarem quem me inspira, de cabeça te diria 5, do âmbito espiritual ao profissional. É normal nos inspirarmos em histórias alheias e tentar nos aproximar ao máximo do sucesso retratado.

Histórias inspiradoras me motivam a ir em frente

Um dos conselhos sobre carreira que mais me tocaram foi o do Davi Ferreira. É incrível o quanto as pessoas se esforçam para trazer algo bom e positivo para você, em um mundo em que ser pessimista é moda. E esse cara é apenas um desses.

Pessoas como ele me motivam a continuar em frente e a ter um norte.

Faço questão de falar sobre quem me inspira nas palestras que participo. Afinal de contas, devo muito da coragem em aceitar desafios ao brilho nos olhos que eles me proporcionaram.

  

Inspire alguém!

 

 

A grata surpresa do dia é: você também é inspirador.

Acredite em mim. Estou certa de que se não já, em algum momento da sua vida alguém irá desejar ser como você. Seja seu irmão mais novo ou seu filho.

Talvez você se ache o “zé-ruela” na sua área de atuação. E se estou certa, você nunca irá se achar bom, porque seus ídolos são pica-das-galáxia.

Olha só: Sempre existirá alguém com menos conhecimento que você.

Essa foi uma das lições mais gratas de se aprender, a qual devo muito a comunidade de software livre.

É ótimo ter um comparativo alto para nos mostrar que dá pra melhorar. Mas é bom não se esquecer que existem outros querendo subir também.

Uma das coisas mais chatas e desnecessárias que acompanhamos hoje é discussão-em-forum-após-pergunta-chata. É uma zoeira daqui, outra patada de lá. Já pensou que um dia você também teve necessidades básicas? Que um professor teve paciência para te explicar coisas simples?

Já vivemos dias tão pesados. Não faz mal dar uma mãozinha à quem usa muletas (não a metáfora pesada e negativa).

Todo mundo já teve que começar de baixo. Todo mundo já deu a sorte (acredito) de encontrar um mentor que te inspirou.

Meu desafio é: Esteja disponível para esse papel.

  

Imagine quando você estiver velho, assistindo o sucesso do cara que subiu na vida com tua ajuda! Não é demais?

 

Como prêmio final, você receberá um dia a gratidão de alguém que, assim como eu, foi inspirada por alguém.

A quem me inspira:

Obrigada pelas respostas à perguntas inoportunas. Obrigada por estarem sempre online e disponíveis as 03:00 am.
Aos meus mentores de antes e de sempre, gratidão.

Saudações!

@barros_val



Empreendedorismo e inovação serão temas da Semana do Software Livre no Tecnopuc

28 de Agosto de 2014, 21:44, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Atividade marca o aniversário de 11 anos da Associação Software Livre.Org e a entrada oficial da instituição no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS.

Entender as relações entre empreendedorismo, inovação e tecnologias livres é um dos objetivos da Semana do Software Livre no Tecnopuc. O evento gratuito pretende reunir profissionais e estudantes da área de T.I. interessados no tema e estimular a criação de novos projetos empresariais utilizando metodologias ágeis. Palestras e oficinas acontecerão de 9 a 11 de setembro no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), no prédio 99A da universidade, em Porto Alegre.

Na terça-feira (9), as 18h30, na sala 217, sócios da ASL.Org explicarão ao público o que é Software Livre e como se organiza o movimento no Brasil, além de dar dicas àqueles que se interessem em ajudar de alguma forma.

Já na quarta-feira (10), no mesmo horário, na sala 204, acontece o Startup Livre Dojo, um evento focado em inovação e empreendedorismo que utiliza técnicas de brainstorming e modelagem de negócios. Os participantes poderão formar equipes para debater problemas e soluções, criando novos projetos.

As inscrições para as atividades podem ser realizadas gratuitamente neste link. As vagas são limitadas devido a capacidade do auditório.

Na quinta-feira (11) a ASL.Org inaugura sua sala no Tecnopuc em evento voltado a sócios da instituição, consolidando a relação entre a associação e o parque tecnológico da universidade.

As atividades marcam o aniversário de 11 anos da Associação Software Livre.Org, organizadora do Fórum Internacional Software Livre (FISL), que acontece há 15 anos em Porto Alegre e se consolidou como um dos maiores eventos de tecnologia da América Latina.



Vídeo do Richard Stallman falando sobre Software Livre no TEDx Geneva 2014

28 de Agosto de 2014, 21:43, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Tradução do site da FSF. Texto original em Richard Stallman's TEDx video: "Introduction to Free Software and the Liberation of Cyberspace".

Você está em busca de uma maneira fácil de explicar aos outros o que o Software Livre é e porque isso é importante? Ou talvez você esteja se perguntando porque eu devo ficar preocupado com a liberdade dos usuários de computador? Se sua resposta for sim, então essa palestra do RMS no TEDx é o que você está procurando!

RMS foi convidado para dar uma palestra no TEDx "LIBERDADE (@ era digital)" em abril e teve a oportunidade de explicar os fundamentos do movimento do Software Livre para o público em geral. Neste discurso, RMS especifica a questão e faz as apostas claras; ele explica que é um computador e quem o controla, quais são as várias implicações do software livre e do software proprietário para você, o usuário, o que você pode fazer para deixar de ser uma vítima, quais são os obstáculos à liberdade do usuário de computador, e como você pode fazer a diferença.

As palestras TEDx são "projetados para ajudar as comunidades, organizações e indivíduos a estimular o diálogo e a conexão através de experiências TED locais". Nestes eventos, exibições de vídeos, como este, ou uma combinação de apresentadores ao vivo e vídeos de palestras TED - acendem conversas e conexões produndas no nível local."

Esperamos que você compartilhe a gravação, para ajudar a sensibilizar e inspirar conversas e conexões em seus próprios círculos, e apresentar a um amigo(a), amado(a), ou conhecido(a), a este "primeiro passo para a libertação do ciberespaço."

Se você assistir qualquer palestra do TEDx no YouTube, por favor lembre-se de usar um programa livre como o youtube-dl, ao invés do seu navegador, porque assistir YouTube no seu navegador requer um JavaScript proprietário.

Muito obrigado a Théo Bondolfi, François Epars, Florence Dambricourt, e a equipe principal TEDxGeneva por fazer esta palestra possível. Obrigado a Ynternet.org e HEG-GE para acolher e apoiar o evento, e Sylvain & Co., La Belle Bleue, e Jus de Fruits Suisses, ProLibre, e a Fondation Emilie Gourd, Piguet Galland & Cie., Lifelong Learning Programme, Hes.so Genève, My Big Geneva, and Smala pelo seu apoio.

Obs: RMS não recebe salário da FSF, mas as suas doações dão suporte a coordenação de eventos e vídeos como este. Gostaríamos muito de produzir mais vídeos introdutórios. Você pode doar $ 25 hoje?

Esta gravação está licenciada pela Creative Commons Attribution-No Derivative Works 3.0 license.

Baixe este vídeo:

Legenda - traduzida para o português por Bruno Buys:

TEDxGE2014_Stallman05_LQ.srt

Youtube com legenda:



Assista o documentário: O menino da internet - a história de Aaron Swartz

28 de Agosto de 2014, 21:40, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Retirado do canal Entre Olhos no Youtube .

O filme narra a história do jovem Aaron Swartz (1986-2013), um jovem programador norte-americano que acreditava na mudança radical do mundo através da internet e da computação.

Durante toda a sua vida, Aaron usou a programação computacional como uma forma de nos ajudar a resolver problemas e tornar o mundo um lugar mais democrático, justo e eficiente.

Em uma destas tentativas, Aaron irá usar a rede do MIT (Massachusetts Institute of Technology) para realizar o download massivo de milhões de artigos acadêmicos de uma base de dados privada chamada JSTOR.

Nesse meio-tempo, o Ministério Público dos Estados Unidos irá conduzir um processo criminal contra Aaron, que termina por levá-lo ao suicídio. Fonte: Daniel Valentim.



Saiu a LibreOffice Magazine 12

28 de Agosto de 2014, 21:38, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Atravessando fronteiras

Qual foi nossa surpresa ao receber a colaboração de Keith Curtis, um ex programador da Microsoft, que atendeu a um chamado que fizemos nas listas internacionais para que colaborassem com artigos para essa edição. Ele nos presenteia com um artigo em que descreve sua colaboração para o código do LibreOffice. Veja que isso reflete como as pessoas estão se dando conta de que, o trabalho colaborativo e voluntário, é extremamente dignificante e significante para diminuir as diferenças.

E a cada nova edição, vamos descobrindo coisas muito interessantes sobre a utilização do LibreOffice nas empresas. O interesse em comunicar, ao quatro ventos, também é crescente. Houve um tempo em que isso era dito em voz baixa. Hoje isso soa em terra, no ar e ao mar. Um exemplo é a EMGEPRON – empresa pública vinculada ao Ministério da Defesa. Usa o LibreOffice, bem como, criou extensões necessárias para utilização em seus documentos. Prova que o LibreOffice adequa-se a todas as necessidades. Quer outro exemplo de utilização? Há o artigo da Cooperativa Central de Crédito Rural – Cresol que utiliza o LibreOffice para facilitar e agilizar o trabalho diário de seus colaboradores.

Além do assunto LibreOffice, Gimp e Arduino são assuntos nessa edição. E países vizinhos que estão construindo leis sobre a utilização de software livre e o ODF em seus órgãos públicos, além de sediar eventos importantes para discussão e troca de conhecimentos sobre o assunto. Um texto sobre a vulnerabilidade de nossas informações e outro sobre como as pessoas se comportam em redes na internet.

Boa leitura!

Agradecemos a todos que contribuíram para essa edição.

Vera Cavalcante

Download edição 12:

Download edições anteriores:

Fonte: LibreOffice Brasil Blog



Software Livre e Mercado de Trabalho - Parte I

18 de Agosto de 2014, 14:46, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Muita gente me pergunta sobre a minha decisão de participar tão efusivamente do movimento de software livre (isso significa dar o sangue para fazer eventos saírem do papel, investir tempo e dinheiro em projetos e afins). Minha resposta vem em forma analítica. Basta olhar minha vida profissional.

Quando entrei na comunidade, era apenas uma adolescente apaixonada por programação, mas sem saber nada além do que me ensinaram no curso.

Por sorte, conhecia muita gente da comunidade, na época grande, em Goiânia. Fui ao primeiro FLISOL com 15 anos e de lá pra cá, decidi me firmar cada vez mais.

Atualmente, com 20 anos, organizo/participo da organização/palestro em todos os eventos de Software Livre de Goiás, entre outras segmentações.

A maior prova de que foi uma excelente escolha é: Aos 20, já passei por 3 grandes empresas, conheci pessoalmente grandes ícones da área e vez ou outra chegam indicações ou propostas para novas vagas em outros estados.

É claro que você pode conseguir esses resultados sem estar dentro de uma comunidade, mas ter pessoas experientes ao seu redor para endossar seu currículo só prova que você deseja se diferenciar.

Cá entre nós, em um mercado cada vez mais saturado de gente ruim, cada passo seu em busca de algo melhor te coloca em posição de destaque.

Mas o resultado mais importante é: satisfação pessoal. A sensação de dever cumprido filosoficamente e tecnicamente é o melhor parâmetro de sucesso para mim.

Assim como um dia alguém me fez acreditar nessa ideia e ser uma profissional melhor, quero levar outras pessoas à essa mesma direção.

E é por isso que você, dentro da faculdade deveria pensar em Software Livre.

Para conhecer eventos de SL em Goiás, temos listas de discussões sobre os eventos. É só pesquisar FGSL ou Flisol Goiânia no Google Groups.

Sugestões, café ou dinheiro, manda um tweet para @barros_val =)



Opinião de Reinaldo Bispo: Porque eu não pirateio mais software

14 de Agosto de 2014, 9:23, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Por Reinaldo Bispo:

Olá tudo bom com vocês?

Esse post é um relato pessoal de quando eu percebi que não havia mais necessidade algum de piratear software para fazer coisas de minha rotina. Você é livre para concordar, ou relatar a sua opinião sendo ela contrária a minha ou não.

Então, de antemão eu aviso que não faço uso mais do sistema operacional Windows em minhas máquinas, sim, eu tenho uma licença para Windows 7 Professional e uma para o Windows 8 ( que misteriosamente não funciona ) que me foi cedida pela HP na época que era um voluntário reconhecido por eles digamos assim.

Então, atualmente é totalmente possível viver sem o Windows, você pode instalar em sua máquina o GNU/Linux, BSD ou comprar uma máquina com OS X. Ah.. só que OS X é caro, é proprietário e não tenho dinheiro e blá blá. Eu não estou falando se é caro ou barato, estou falando de não piratear software e sei que você também poderia comprar uma licença Windows, mas convenhamos que uma pessoa ao falar que vai fazer isso é totalmente recriminada e irei falar o porque de eu achar isso uma idiotice.

Tenho observado com uma certa frequência no Facebook e até na Universidade que estudo que é muito comum as pessoas se acharem no direito de piratear software, mesmo existindo alternativas de qualidade igual ou superior. Eu acho isso realmente triste e péssimo para um profissional achar comum e falar abertamente que pirateia software X e que se exploda a empresa que já é rica e outros argumentos sem fundamentos.

Indague está pessoa para que ela compre a licença, ela irá resmungar algumas coisas e falar que pirateia e pronto. Ou pior, tenta algum comparativo sem nexo para ela se justificar e se enganar que está no seu direito de piratear mesmo. Coisa é pior é você apresentar alternativas ao que ela utiliza, seja ela online ou gratuita, a mesma vai ignorar completamente o fato e vai achar mais simples continuar pirateando do que aprender algo ou utilizar ferramentas livres ou pagar, porque sempre existe essa opção caso você queira usar algo pago não é?

Atualmente é possível utilizar várias ferramentas sem gastar nada, se você é estudante e não tem renda para gastar com software. Meu caro, se você é da área de informática e tem essa mentalidade de piratear quando o Senhor for trabalhar em uma empresa e ver que ela segue diretrizes e que gasta dinheiro com licenças certamente o seu comportamento não será aprovado e sua duração nela será bem curta.

Imagino eu que você não queira gastar com software, porque acha isso coisa de idiota, ou que não tem dinheiro e quer usufruir de tudo aquilo que costuma fazer em seu sistema pirata basta uma simples pesquisa no google ou no duckduckgo que vai encontrar ferramentas até proprietárias para utilizar de forma gratuita.

Você não nasceu sabendo nada, saia da sua zona de conforto e mude o seu comportamento e experimente coisas novas. Não é porque todo mundo usa isso ou tem um comportamento que você precisa ter, comece com pequenos passos, não precisa fazer uma mudança radical porque pode acabar se assustando e criando repulsa ao novo. Procure ajuda, se informe que certamente você pode modificar esse comportamento. Abrir uma aba além do facebook pode ser um bom começo!

Em um outro post irei falar sobre como é ter um computador sem gastar nada. Bom né? Aguardem..

Até a próxima



Abertura do Call for Papers para o 2º Café com Software Livre em Blumenau

14 de Agosto de 2014, 9:20, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Olá, é com grande satisfação que a Comunidade Blumenauense de Software Livre anuncia a abertura do Call for Paper para submissão de temas para palestras do evento deste ano, que irá ocorrer em 25/10/2014 no IBES SOCIESC em Blumenau.

Tema:

Temas ligados diretamente ao universo Open Source, podendo ser palestra de cunho técnico ou científico.

Prazo:

  • 01/09/2014

E-mail para submissão:

  • cfp@blusol.org

Sobre o evento:

O evento visa fomentar ainda mais o software livre na região, trazendo ao público palestras com diversos temas e também alimentar o networking de todos os interessados nesse universo.

Sobre a Blusol:

A Comunidade Blumenauense de Software Livre tem como objetivo fomentar a cultura do SL na região. Buscamos colocar a cidade no roteiro de SL nacional, através de reuniões, palestras e eventos, assim proporcionando a comunhão de todos os apaixonados por SL em geral.

Informações adicionais:

As palestras enviadas passarão por uma análise dos membros da comunidade, e as escolhidas poderão ser apresentadas no dia do evento.



Dia 16 de agosto tem Debian Day em várias cidades brasileiras

12 de Agosto de 2014, 10:24, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

O Debian Day, em português Dia Debian, ou ainda Dia D, é um evento internacional realizado anualmente no dia 16 de agosto ou no final de semana mais próximo para comemorar o aniversário do Projeto Debian.

Sendo um dia totalmente dedicado a divulgação e contribuições ao Projeto, várias cidades no mundo organizam atividades que vão desde encontro para comer uma pizza até eventos com install fest, festa de assinatura de chaves, palestras e oficinas.

Veja abaixo a relação de cidades brasileiras que confirmaram atividades até o momento e suas programações.

Belém - PA

  • Data: 16 de agosto de 2014
  • Horário:
  • Local:
  • Contato: contato@ausla.com.br
  • Site:

Curitiba - PR

Francisco Beltrão - PR

Juiz de Fora - MG

Luziânia - GO

  • Data: 16 de agosto de 2014
  • Horário: 7:00h
  • Local: Câmpus Luziânia do Instituto Federal de Góias
  • Contato: wendell.geraldes@ifg.edu.br
  • Site:

Salvador - BA

Taguatinga - DF

Trindade - GO

  • Data: 16 de agosto de 2014
  • Horário: 8:00h às 18:00h
  • Local: Campus Trindade da Universidade Estadual de Goiás - UEG
  • Contato: george.mendes@gmail.com
  • Site: http://www.debian-go.org
  • Programação

Obs: está lista está sendo atualizada porque outras cidades podem ser incluídas.

Outras cidades no mundo que estão organizando também:

https://wiki.debian.org/DebianDay/2014