Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Com o fim do Windows XP, China pode mudar para Ubuntu

18 de Fevereiro de 2014, 11:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 649 vezes

Enviado por Cláudio Novais (ubuntuedΘgmail·com):

“No meio de tanta turbulência no mundo Ubuntu, eis que há uma série de notícias internacionais que dão destaque à aposta da Canonical na China.

Os números estão do lado da Canonical: o projeto Ubuntu Kylin está em franco crescimento, é desenvolvido pelo Ministério da Indústria Chinês e com a negação da Microsoft para estender o suporte do Windows XP pedido pela China, traça o caminho do Ubuntu para o estrelato nesse país.

Será que em breve teremos um sabor do Ubuntu com mais utilizadores que o próprio Ubuntu?” [referência: ubuntued.info]

O artigo "Com o fim do Windows XP, China pode mudar para Ubuntu" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Fonte: http://br-linux.org/2014/01/com-o-fim-do-windows-xp-china-pode-mudar-para-ubuntu.html

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.