Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Blog

7 de Dezembro de 2009, 0:00 , por Desconhecido - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Ministério Público do Paraná migra para o LibreOffice!

29 de Novembro de 2015, 13:30, por Comunidade GNU/Linux SempreUPdate - 0sem comentários ainda

OMinistério Público do Paraná mudou seu pacote de softwares de escritório. Com isso, todos os integrantes da Instituição deixam de utilizar os programas do MS-Office (Word, Excel e PowerPoint), que está sendo substituído pelo LibreOffice (Writer, Calc e Impress), um conjunto de softwares livre e gratuito.

Estima-se que a mudança permitirá economia de R$ 1,2 milhão, por ano, à Instituição. Estes recursos serão utilizados na atualização e no aprimoramento dos equipamentos de informática do MP-PR.

ministerio-publico-do-parana-migra-para-o-libreoffice

FerramentasAlém disso, essa mudança possibilita a padronização na geração, no armazenamento e na troca de documentos, visto que o formato de arquivo do LibreOffice é aberto, público e aprovado como norma da Organização Internacional para Padronização (ISO). Isso significa que o pacote poderá ser implementado ou adaptado independente de haver algum tipo de pagamento ou licença de uso restrito.

O formato aberto garante, no futuro, o acesso e a preservação de documentos gerados pela Instituição, o que poderia não ocorrer com arquivos de programas de domínio privado (como os da Microsoft). A medida também vai ao encontro do que vem sendo adotado por diversas unidades do Sistema Nacional de Justiça e do Ministério Público brasileiro – a exemplo do CNMP –, que já utilizam o LibreOffice.

O LibreOffice é composto por programas simples de usar. E a mudança não implicará em perda de nenhum documento já existente e salvo nos formatos atualmente utilizados, como os produzidos pelo Word, Excel e PowerPoint. Esses arquivos poderão ser abertos e alterados nos novos programas.

O principal desafio neste início, portanto, será com a adaptação: membros, servidores e estagiários precisarão absorver as diferenças das novas ferramentas do LibreOffice e, importante, converter os arquivos que se encontram em formatos proprietários (como .doc e .docx) para formatos abertos (como .odt). Para isso, há acompanhamento técnico do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), bem como apoio e capacitação permanente, bem como apoio e capacitação permanente do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf).

Também para contribuir com a adaptação de todos os integrantes do MP ao novo pacote de softwares, foi disponibilizada esta página, no site institucional, contendo orientações de uso, material de apoio e respostas a algumas perguntas frequentes relacionadas ao LibreOffice. Além disso, boletins eletrônicos são encaminhados periodicamente aos e-mails institucionais, com as principais dicas de utilização da nova ferramenta, e o Ceaf oferta cursos de capacitação sobre as funções dos programas.

O processo de migração iniciou em maio de 2015, com a instalação da versão mais atualizada do LibreOffice, oferecendo-se tempo de adaptação ao novo software antes da retirada do MS-Office. Em julho iniciou-se a capacitação de 850 integrantes do MP-PR, que participaram do curso “Conhecendo o L ibreOffice – Writer – 1.ª Edição”, ofertado, na modalidade à distância, pelo Ceaf, bem como dos cursos “Conhecendo o LibreOffice – Impress e Mala Direta – 1ª edição”, disponibilizado em agosto, “Conhecendo o LibreOffice – Calc Básico”, oferecido em setembro, e “Conhecendo o LibreOffice – Calc Avançado”, ofertado em outubro de 2015.

Em um segundo momento, a capacitação ampliou-se para todos os integrantes do MP-PR, disponibilizando-se três edições dos cursos de Writer, Impress, Mala Direta e Calc Básico e duas edições do curso de Calc Avançado.

Por fim, no mês de setembro de 2015, a migração foi estendida para toda a Instituição. Espera-se que até o final de 2015, todos os integrantes do MP-PR estejam utilizando exclusivamente o LibreOffice.

Via MP-PR



Identidade Porto Velho Livre

4 de Novembro de 2015, 23:50, por Leonardo - 0sem comentários ainda

Olá, a fim de propor uma logo para a Comunidade Porto Velho Livre, pensei em algo simples, algo que nos ajudasse a pensar um começo para a comunidade. Bom, desenhei o simbolo da cidade de Porto Velho com o pinguim. É um desenho meio tosco mas já é um começo. Anexo está o arquivo no formato .SVG para quem quiser colaborar e melhorar a arte.

Abraço Livres a todos/as.



Porto Velho Livre

4 de Novembro de 2015, 23:08, por Leonardo - 0sem comentários ainda

Olá, a fim de propor uma logo para a Comunidade Porto Velho Livre, pensei em algo simples, algo que nos ajudasse a pensar um começo para a comunidade. Bom, desenhei o simbolo da cidade de Porto Velho com o pinguim. É um desenho meio tosco mas já é um começo. Anexo está o arquivo no formato .SVG para quem quiser colaborar e melhorar a arte. Abraço gente.



Comunidades GruPy-PR e GURU-PR fazem encontros em Curitiba

22 de Julho de 2015, 0:26, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

No final de julho e começo de agosto, dois grupos de software livre de Curitiba realizarão encontros na cidade.

 

Grupo de usuário Python do Paraná (GruPyPR)  fará um encontro no dia 29 de julho a partir das 19:00h na sede da Garagem Hacker.

Segundo o que está publicado na página do evento no Meetup: "o próximo encontro  daremos continuidade a aplicação de bike messenger e sobre futuros projetos do grupo."

A Garagem Hacker fica localizada na Rua Antônio Chella, 431 - Bom Retiro.


Grupo de Usuários de Ruby do Paraná (GURU-PR) está organizando o 1º Tech Day do GURU-PR no dia 08 de agosto a partir das 8h30min na EBANX.

A inscrição gratuita pode ser feita no site do evento: https://eventioz.com.br/e/1-tech-day-guru-pr.

A EBANX fica localizada Rua Mal. Deodoro, 630 - Centro.



A avaliação e sua importância

1 de Maio de 2015, 20:47, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Em um artigo publicado no tiespecialistas (A importância da pesquisa para o mundo dos negócios) trato da importância da pesquisa ao mundo dos negócios. A essência da reflexão proposta neste artigo vale, também, a importância da avaliação de um evento, qualquer que seja ele. Neste sentido, quando uma equipe propõe uma metodologia para desenvolvimento de tarefas, neste caso, para realização de um evento como o FLISOL – Festival Latino-Americano de Instalação de Solftware Livre, ela assume a responsabilidade e o compromisso diante de uma comunidade para o sucesso deste evento.

 

Tendo isso como premissa, a equipe responsável pela 11ª edição do FLISOL que aconteceu no dia 25/04/2015, durante o planejamento deste evento, propós um elo junto à Comunidade Curitiba Livre para que todos/as pudessem opinar e sugerir melhorias para as próximas edições. Assim, foi criado um formulário de pesquisa com o auxílio do LimeSurvey para que esta avaliação pudesse ser feita.

 

Para a edição 2015 do FLISOL tivemos aproximadamente 450 inscrições. Destas, cerca de 210 pessoas assinaram a lista de presença no evento e prestigiaram todas as atividades propostas para o dia, dentre elas: Palestras, oficinas e InstallFest. Agora, pedimos que os/as 210 participantes avaliem e digam o que poderia melhorar para as próximas edições. O formulário já foi enviado por e-mail a todos/as os/as participantes. Peço agora que olhem suas caixas de e-mail, lixo eletrônico, spam, enfim, ajudem os/as voluntários/as responsáveis pela 11ª edição do FLISOL e aos demais interessados/as que na próxima edição abraçarão esta causa, e promoverem uma 12ª edição do FLISOL em 2016 ainda melhor.

 

Contamos com todos/as vocês para que isso seja possível.

 

Caso você tenha participado e não tenha recebido o formulário de avaliação, por favor entre em contato através do e-mail leonardossr@gmail.com e ficarei feliz em auxiliá-lo/a nesta tarefa.