Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Rede de telemedicina chega a 160 instituições no país

11 de Janeiro de 2011, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1244 vezes

A Rede Universitária de Telemedicina (Rute), projeto que promove a integração das atividades de telessaúde no país, inaugurou nesta semana mais três unidades, na Bahia, Paraíba e Rio de Janeiro. Em todo o país já são 160 instituições beneficiadas pelo projeto.

As novas instituições são a Maternidade Climério de Oliveira e no Centro Pediátrico Professor Hosannah de Oliveira, da Universidade Federal da Bahia (UFBA); o Hospital Universitário Alcides Carneiro, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba; e o Instituto de Ginecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

As instituições que fazem parte do programa são beneficiadas com equipamentos, conexão em banda larga e adequação de salas de videoconferência. O objetivo é o uso das tecnologias da informação para avaliação remota de casos clínicos, pesquisa e educação continuada em saúde, ou mesmo no pré-diagnóstico à distância.

Lançada em 2006, a Rute é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), que recebe recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e é coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), organização responsável pela operação da internet acadêmica brasileira.

Fonte: Convergência Digital


Tags deste artigo: pnbl cidades digitais furusho medicina banda larga internet minicom

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.