Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

404 Not Found

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Lula retira poder do Ministério das Comunicações na Inclusão Digital

29 de Outubro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1056 vezes

Por meio de um decreto publicado nesta quarta-feira, 28/10, no Diário Oficial da União, o presidente Lula deu mais um "freio de arrumação" nos programas que correm paralelamente ao Comitê Gestor do Programa de Inclusão Digital - CGPID, criado por ele mesmo no dia 25 de agosto, justamente, para organizar essa política governamental.

O novo decreto institui o "Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades - Telecentros -BR" e seu objetivo tem endereço certo: Retirar do Ministério das Comunicações a competência de definir, sozinho, para onde vão 15 mil kits de telecentros ainda em fase de aquisição pelo órgão.

O Minicom acabou de realizar um pregão eletrônico - ainda em fase de homologação - para a compra de 15 mil kits de telecentros. Apenas na parte de informática, o preço final ficou em R$ 191 milhões. Serão adquiridos nesta aquisição 150 mil estações de trabalho, 15 mil roteadores, 165 mil estabilizadores, 15 mil câmeras de ssegurança, 15 mil impressoras e outros 15 mil servidores. No somatório: 375 mil equipamentos.

No ano passado, outros R$ 134 milhões foram gastos pelo Ministério das Comunicações com 5. 996 kits de telecentros, sem que se tenha havido alguma prestação de contas oficial desses gastos e seus resultados, enquanto programa de inclusão digital. O portal Convergência Digital procurou o Coordenador de Projetos Especiais do Ministério das Comunicações, Carlos Paiva, para ter um balanço do programa, mas este se negou a atender ao pedido de entrevista.

Até hoje tudo o que foi informado oficialmente pelo ministério foi por meio de sua Assessoria de Imprensa. E segundo as informações, do total de 5.996 telecentros instalados, 4.454 estariam funcionando, sem maiores detalhes. O novo decreto presidencial pretende preencher essa lacuna na inclusão digital do governo.

Primeiro porque retira do Ministério das Comunicações a competência para definir isoladamente as diretrizes desse programa. O decreto deixa claro que será o Comitê Gestor do Programa de Inclusão Digital - CGPID - quem definirá as diretrizes e este é coordenado pelo Assessor Especial do presidente Lula, Cesar Alvarez.

Em segundo lugar, o presidente Lula criou um colegiado, composto por representantes dos Ministérios do Planejamento, das Comunicações e da Ciência e Tecnologia, para gerenciar as diretrizes que forem emanadas pelo CGPID.  Neste caso, a coordenação primária será do Ministério do Planejamento.

Ao Ministério das Comunicações ficou, dentro do novo organograma, apenas a competência de "disponibilização de equipamentos de informática e mobiliário novos, necessários ao funcionamento dos telecentros e a disponibilização e manutenção do serviço de conexão em banda larga à Internet". Pelo novo decreto, o sistema operacional será de código aberto, o que não será problema para o minicom pois os kits que estão sendo comprados já prevêem essa plataforma.

* fonte: Convergência Digital


Tags deste artigo: inclusão digital

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.