Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

13 Hospitais de Copenhaga migram para LibreOffice, são 25 mil usuários

23 de Agosto de 2011, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 774 vezes

Os 13 hospitais da região de Copenhaga vão substituir a suite de escritório proprietário pela suite LibreOffice, uma ferramenta Software Livre.

Com esta migração para uma alternativa de Open Source, os 13 estabelecimentos hospitalares prevêem poupar cerca de 5.3 milhões de euros, só com custos de licenciamento. A medida abrange quase 15 mil computadores e deverá estar concluída dentro de um ano, conforme site da Computerworld.

Libreoffice

São quase 25 mil trabalhadores dos 13 hospitais da região de Copenhague,  começarão a usar o LibreOffice, uma suíte Open Source. O grupo de hospitais é phasing out uma alternativa proprietária, "a longo prazo para razões estratégicas", que ao mesmo tempo salva o grupo alguns Kroner 40 milhões (cerca de 5,3 milhões de euros) no valor de licenças proprietárias.

Numa primeira fase a migração vai ser gradual e nem todos os usuários terão o LibreOffice instalados nos seus computadores. Por enquanto a suite de produtividade será utilizada por um número reduzido de funcionários, em modo de teste.

Segundo um responsável do grupo de hospitais citado pelo site, este teste está indo bem, "apesar dos usuários não quererem perder familiaridade da suite proprietária".

* fonte: i-Gov

* Leia mais aqui:

* OSOR.EU

http://www.osor.eu/news/dk-25-000-hospital-staff-copenhagen-region-to-use-open-source-office-suite

* Computerworld.DK

http://www.computerworld.dk/art/118515


Tags deste artigo: furusho libreoffice compenhague osor dinamarca computerworld

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.