Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia

Zend Framework 2 é Legal! Mas Como Ele Funciona ?

6 de Novembro de 2014, 19:31 , por Alefe Variani - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 108 vezes
Zf 2

Muito se fala sobre Frameworks da importância de usar, quando usar, sendo ele full stack ou microframeworks, e logo de cara é citado o Zend Framework como uma referência.

Surgindo suas várias vantagens:

Modelo MVC Baseado em eventos PHP 5 As melhores práticas com PHP Modular e Extensível Comunidade forte Segurança , etc Isso todo mundo já sabe,

Mas como oZF2 funciona? como ele é dividido?

Quando comecei a utilizar o ZF2, naturalmente não parei para entender como o ZF2 funciona, o que ele executa primeiro, como ele é dividido, como usar, quando usar.

E isso dificultou muito quando me deparei com problemas básicos da ferramenta. Por isso para iniciar é importante saber como ele é dividido.

Divisão dos diretório(pastas)

Estrutura ZF2

/config

Configurações gerais da aplicação, como, configuração com o Banco de Dados. Atenção para o application.config.php arquivo de grande importância.

Nele são definidos os Módulos que serão utilizado ou carregados, além de também fazer a chamada dos arquivos locais e globais no diretório autoload, responsáveis pela ligação com banco.

/data

Arquivos de cache, podendo armazenar arquivos como diagramas da aplicação. De preferência, não adicionar arquivos com códigos.

/module

Todos os módulos da aplicação, Um módulo, para um problema específico da aplicação. Todos os módulos com sua própria configurações e estrutura. MVC. Se o objetivo era ser Modular, conseguiram :)

/public

Arquivos CSS, JS e imagens Atenção para o index.php onde é rodada a aplicação, único arquivo que o usuário terá acesso.

/vendor

Bibliotecas utilizadas na aplicação Caso utilizar um nova biblioteca é aqui que deve ser adicionada. Repare que já existe o composer e o próprio zendframeowrk.

O que é executado primeiro? qual a sequência? o que acontece quando é rodada a aplicação ZF2?

index.php

Bom, o primeiro arquivo a ser rodado pela aplicação é o index.php que fica no diretório /public.

Zend\Mvc\Application::init(require ‘config/application.config.php’)->run As duas funções estão localizadas no diretório (vendor/zendframework/zendframework/library/Zend/Mvc) arquivo Application.php.

Nele esta também funções que serão usadas futuramente, como getConfig(), getRequest(), getResponse() e outras.

init(require ‘config/application.config.php’) – método de inicialização rápida e fácil da aplicação, application.config.php fica responsável pela configuração dos módulos a serem carregados, mantendo o index.php sem alteração.

run() – Roda a aplicação através do evento MvcEvent. application.config.php

Neste momento chegamos no config/application.config.php onde estão definidos o módulos utilizados, caso seja criado um novo módulo e ele não for adicionado no array ‘modules’ ele não será carregado.

No array ‘module_paths’ definimos o local dos módulos (./module e ./vendor)

Obs.: se passarmos ‘a’ no array ‘modules‘, no array ‘module_paths‘ ele vai esperar que exista um módulo a no diretório /module

Module.php

Agora estamos no Module.php do módulo. Considerado por muitos o coração do módulo. Nele existe 3 funções

onBootstrap() – responsável pelos eventos getConfig() – configurações do modulo, como route, view manager e controller getAutoloaderConfig() – responsável pelos Autoloder através dos namespaces A partir daqui o ZF2 encontra o /config/module.config.php, que ira tratar as rotas, encontrar os controles invocados, e parando no controller, onde entram os conceitos do MVC (Model, View e Controller) onde a maioria já conhece, mas isso é assunto para um próximo post.

Instalação do ZF2

A instalação do Zend Framework 2 pode-se dizer que é um dos pontos mais fácil.

Existem vários tutoriais sobre o assunto. Mas o mais indicado é dá Documentação Oficial do ZF2.

De forma rápida, você precisa do PHP 5.3 ou versões superiores instalado em sua máquina para fazer a instalação.

Depois você precisa do Skeleton do ZF2 encontrado no GitHub ou através do zftool, tendo baixado o skeleton basta acessar sua aplicação e instalar o ZF2 através do composer (gerenciados de dependências) pelos comandos;

php composer.phar self-update php composer.phar install Agora você tem o ZF2 instalado.

Utilizando o servidor do PHP (a partir da versão 5.4), acessando o diretório /public e com o comando:

php -S localhost:8080 Você verá o resultado em seu browser, acessando

http://localhost:8080 Há muitas formas de instalar o ZF2 está é apenas uma.

Conclusão

Zend Framework 2 é um ótimo framework para estudar e usar. O entendimento dele não é algo simples, mas com o passar do tempo tudo se esclarece e você passa a gostar e usar os componentes que o ZF2 lhe oferece da melhor forma.

Esperam que tenham gostado. Dúvidas, Críticas, sugestões de melhorias são bem vindas.

Att Alefe Variani


Fonte: Alefe Variani

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.