Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia

A essência da Inclusão Digital

6 de Março de 2012, 0:00 , por Marcos da Paz - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 143 vezes

No Brasil, durante os últimos anos, o processo de inclusão digital tem melhorado, mas, a Inclusão Digital ainda não anda de acordo o desenvolvimento econômico do nosso país.

A realidade econômica do Brasil é satisfatória, a renda da população está melhorando e o poder aquisitivo das pessoas está cada vez maior, sendo assim esta mesma população têm muito mais acesso à Tecnologia da Informação, porém, a maioria da população ainda é formada por analfabetos digitais. Isso acontece devido a falta de Políticas Públicas voltadas para Inclusão Digital, os governos, nem todos, ainda não entenderam que inserindo estas pessoas no mundo digital fará com que essas mesmas pessoas se tornem cidadãos com mais conhecimento, e com certeza irão ajudar o nosso país em seu desenvolvimento.

O que acontece na maioria das cidades brasileiras é que as pessoas que trabalham ou tem o poder de decisão não tem a essência e a prática da Inclusão, que é a de coletividade, disseminação da informação, colaboração, troca de conhecimento geração de renda e desenvolvimento local das pessoas e comunidades, ao acessar e se integrar produtivamente com as ferramentas tecnológicas a rede mundial e exercício pleno da cidadania, entre outros. Estas pessoas estão na inclusão, mas não são de fato da Inclusão Digital. A essência da Inclusão Digital está nas pessoas da comunidade.

Nós que trabalhamos com Inclusão Digital somos o meio e não o fim, trabalhamos de forma transversal, isto é, sem deixar o processo político interferir no processo da Inclusão Digital. O governo tem sim que fazer a Inclusão como Política pública permanente e universal, e não usar a mesma apenas para fazer marketing Político, como acontece na maioria das cidades brasileiras, principalmente em cidades pequenas do interior do pais. No processo da Inclusão Digital sempre seremos coadjuvantes e figurantes, quem são os atores principais são as pessoas da comunidade, a população que faz a diferença transformando as realidades locais.

O nosso desafio é o de tornar a vida destas pessoas cada vez melhor e mostrar a todos que elas também podem fazer a diferença e que elas podem e devem contribuir para um país melhor, mais justo e sem diferenças sociais.

Marcos André da Paz
Militante e ativista da inclusão digital, membro do movimento software livre guarulhos, atua no projeto Telecidadania da prefeitura de Guarulhos


Fonte: comunidade software livre Guarulhos

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.