Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia
 Feed RSS

Blog

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Cursos online EAD

10 de Novembro de 2015, 17:31, por Regina

Os Cursos online do EAD 2019 são oferecidos pelo Vestibular Unopar no Brasil todo. Para quem deseja aprender uma profissão, confira as opções gratuitas.

Muitas pessoas querem ingressar em uma faculdade em 2019, umas preferem os cursos presenciais, onde terão o contado com os alunos em uma sala de aula, já outras optam pelos cursos a distância oferecidos pelas faculdades federais pelo Brasil.

Os cursos online estão sendo cada vez mais procurados, isso por que esses cursos ensinam de forma mais fácil e o aprendizado é bem mais tranquilo durante o período de curso. Vale sempre lembrar que os cursos EAD online são muito mais práticos, uma vez que o aluno tem toda a comodidade do lar para estudar, sem barulho e nem interrupção.

Você que deseja se profissionalizar em alguma área do mercado de trabalho, não pode deixar de conhecer os cursos oferecidos pelo EAD.

Onde encontrar Curso EAD

No Brasil temos várias redes de ensino que iniciam em 2019 alguns cursos online de formação profissional a distância. Uma delas é o Vestibular Unopar 2019 que tem o intuito de selecionar estudantes capacitados para ingress no ensino superior, onde os mesmos receberão instruções interessantes para o ramo que escolherem.

Temos algumas universidades e até escolas de idioma que também oferecem esses cursos online a distância, onde ajudam os alunos a terem uma profissão ministrando matérias importantes para a sua formação profissional.

Cursos online EAD Grae várias situações que o meio de trabalho pode causar. Além de ficar por dentro das dicas de como cuidar da saúde enquanto está trabalhando.

tuitos

Para muitos estudantes o sonho de ter um ensino superior é quase que impossível isso por que a renda muitas vezes não ajuda.

Para solucionar esses problemas o SENAC grande rede de ensino, criou os cursos online a distância gratuitos, onde os alunos tem a oportunidade de aprender uma profissão sem ter que pagar nada por isso.

Graças à parceria com o governo o SENAC de fato está capacitando cada vez mais jovens para o mercado de trabalho onde está investindo pesado na qualificação profissional de homens e mulheres. Muitos já estão empregados e já tem uma profissão graças a esses cursos.

Confira os cursos Gratuitos SENAC 2019 disponíveis pela instituição de ensino:

  • Educação ambiental: Com o objetivo de entender as questões fundamentais e ambientais, analisando e revisando conceitos para essa área.
  • Empreendedorismo: Instruções de como ser um empreendedor e conquistar o espaço no ramo de trabalho cada vez mais competitivo.
  • Legislação Trabalhista: O aluno irá aprender as relações de trabalho, onde ele ficará por dentro dos direitos do empregado e do empregador.
  • Segurança no Trabalho: Aprenderá como sair d

Todos esses cursos serão ministrados a distância, onde é o candidato que irá determinar o tempo e o ritmo de estudo. É importante sempre lembrar que estudar em casa pode ser mais cômodo, porém é preciso que o aluno tenha responsabilidade e competência.

Gostou das opções? Pois então não deixe de acessar a página do SENAC para se inscrever em algum desses cursos e começar a pensar de fato na sua carreira profissional.



Como financiar uma casa pela Caixa

5 de Novembro de 2015, 17:33, por Regina

Quando o assunto é financiamento, a Caixa Econômica Federal (CEF) se destaca entre todos os bancos brasileiros, apresentando diversas modalidades de crédito especial. Porém, é no quesito imobiliário que a instituição bancária desenvolveu uma forte linha de atuação especialmente voltada para quem deseja comprar ou construir e/ou reformar uma casa.

O primeiro passo para quem quer pleitear ser beneficiado pelo serviço é ser maior de idade, abrir uma conta no referido banco e já ter um imóvel à venda que lhe interesse em vista. Esse imóvel deve estar regularizado e com sua documentação em ordem, todos os impostos rigorosamente em dia e apresentar perfeitas condições de segurança e conforto mínimo para servir de moradia imediatamente.

Feito isso, basta falar com seu gerente para se informar sobre os procedimentos necessários para apresentar a documentação usada para pesquisa cadastral e aprovação de crédito – normalmente ela deve ser composta de R.G. CPF, comprovante de residência, declaração de imposto de renda e comprovação de rendimentos regulares (carteira assinada ou holerite de funcionários registrados ou cópias da movimentação bancária e recibos emitidos por prestação de serviços, no caso de profissionais autônomos, microempreendedores individuais etc).

A comprovação mensal de renda da pessoa deve ser bem maior do que as parcelas financiadas da casa, essas não podem em hipótese alguma ultrapassar 30% do rendimento médio, lembrando que é possível fazer uma soma dos salários de duas ou mais pessoas que compõem a renda familiar, mas os documentos dos colaboradores devem ser apresentados também.

O requerente deve ter o “nome limpo” (não constar dos cadastros negativos de instituições como consultar no SPC, Serasa, Banco Central e Receita Federal). Você pode consultar seu nome no SERASA através desse link. Também se avalia o imóvel em termos de regularização e em suas condições estruturais, além da documentação pessoal do atual proprietário, o qual também não deve estar negativado em nenhuma instituição.

Muitos outros itens podem ser alterados, retirados ou acrescentados desta documentação de acordo com o tipo de imóvel que se deseja financiar (se é na planta, usado, novo ou apenas um terreno).

Aprovada a proposta, chega enfim a hora de assinar o contrato, recolher as taxas administrativas junto à instituição financeira para conclusão do negócio, pagar outro tanto de taxas à Prefeitura e ao cartório de registro de imóveis da região e, enfim, dar a entrada, na qual se pode utilizar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Negociadas em um prazo de 30 a 35 anos, as prestações têm valor decrescente, isto é, elas começam mais altas e vão diminuindo gradativamente.



Calendário de pagamentos do PIS 2016

13 de Outubro de 2015, 21:43, por Regina

Se você está lendo esse artigo, certamente já ouviu falar no abono salarial. Esse benefício é pago aos trabalhadores brasileiros do setor privado da economia, que recebam um salário que seja, em média, de até 2 salários mínimos por mês. Esse benefício, porém, possui algumas regras que precisam ser cumpridas para que o trabalhador tenha direito a recebe-lo, por isso preparamos hoje uma lista com as principais exigências para quem deseja receber o PIS abono salarial 2017. Esse benefício é um grande alívio para as financias do trabalhador, e funciona como um décimo quarto salário, no valor de um salário mínimo.

Qual o valor do abono salarial?

O valor do abono é fixo, sendo sempre de 1 salário mínimo, pago de acordo com a data de nascimento do trabalhador. O pagamento é feito conforme as datas de pagamento da tabela do PIS, que leva em consideração as datas de nascimento dos trabalhadores. O calendário do PIS 2016, por exemplo, será pago entre os meses de julho de 2016 e março de 2017, para todos os trabalhadores brasileiros que se enquadrarem no seguinte perfil:

  • Precisam ter inscrição no PIS há 5 anos ou mais;
  • Precisam trabalhar para empresa privada;
  • No ano anterior, precisam ter trabalhado por pelo menos 30 dias consecutivos com a carteira assinada
  • O salário do trabalhador não pode ter ultrapassado a média de 2 salários mínimos mensais;
  • O empregador precisa, necessariamente, ter inscrito o nome do empregado na RAIS entregue ao ministério do trabalho, para que esse posa receber o benefício.

Todos os trabalhadores brasileiros que se enquadrarem no perfil acima terão o direito de sacar o benefício Caixa-PIS. Você pode consultar o PIS diretamente no site da caixa econômica federal, através di chamado portal do cidadão. Lá, é possível conferir a data de pagamento do seu benefício, e saber se você se enquadra no perfil para receber o abono salarial de 2016.

Como sacar o PIS

O saque do PIS pode ser feito em qualquer agência da caixa econômica federal, ou em qualquer lotérica, basta que o trabalhador tenha em mãos o seu cartão do cidadão, e um documento de identidade válido com foto para poder sacar o benefício.

No caso de realizar o saque do benefício no caixa eletrônico, basta ter em mãos o seu cartão do cidadão para ter acesso ao benefício.



Bolsa Família 2016 pode correr risco

9 de Outubro de 2015, 13:24, por Regina

Durante a forte crise em que vivemos, o Governo Federal busca maneiras de aumentar a credibilidade de sua imagem frente aos escândalos políticos a qual vem sendo confrontado. O mais recente deles ocorreu no último dia 14, quando reportagem da revista VEJA denunciou uma significativa redução na abrangência do programa Bolsa Família, usando dados exibidos nos sites oficiais de divulgação do Programa. Apesar de o Governo rebater os dados da reportagem rapidamente, os rumos do Programa de distribuição de renda para 2016 ficaram incertos, com muitas pessoas em dúvida mesmo se o programa continuará sendo distribuído nos próximos anos.

Entenda mais sobre o caso

No dia 14 de setembro, uma reportagem da revista veja comparou os dados exibidos pelo portal da Caixa Econômica Federal sobre a abrangência do programa Bolsa Família 2019, e chegou à conclusão que, desde dezembro de 2014, cerca de 800 mil famílias tinham parado de receber o benefício. A reportagem mostrou que em dezembro de 2014, o número de famílias beneficiadas pelo Programa, segundo dados do Governo Federal, era de cerca de 14 milhões, e em julho de 2015, o número teria caído para cerca de 13,2 milhões, uma queda de cerca de 800 mil famílias, um número considerável de grupos familiares que não teriam mais direito ao benefício.

O problema maior foi a reação do Governo: pouco depois de divulgada a reportagem, o site da Caixa Econômica Federal, que fazia a divulgação dos dados, simplesmente saiu do ar sem maiores explicações. Depois de inquirido pela revista de porque teria tirado o portal com os dados do ar, o site retornou, 2 dias depois, em 16 de setembro, exibindo informações diferentes: de que agora o número de famílias beneficiadas seria de 13,8 milhões, ainda menor que os dados do final do ano passado, mas praticamente estáveis.

Essa mudança repentina dos dados exibidos pelo portal oficial do programa deixou muita gente se perguntando se esses dados seriam verdadeiros, ou se não seriam dados adulterados às pressas para desmentir boatos de que milhares de famílias estavam tendo seu bolsa família bloqueado.

Recadastramento do Programa

Uma medida recente do Governo Federal, de iniciar um recadastramento abrangente das famílias pegou muita gente desprevenida. O recadastramento já começou em alguns estados e visa encontrar possíveis irregularidades no programa, como famílias que não se encaixem mais no perfil de pagamento, possíveis fraudes nos dados indicados para o CadÚnico do Governo Federal, ou ainda distribuição irregular de cartões do bolsa família, como já foi constatado em diversos casos. A medida, claramente parte do reajuste de gastos do orçamento da União, é divulgada pelo Governo como um procedimento normal e rotineiro, embora se espere que o número de beneficiários reduza mais ainda com a fiscalização proposta.



Calendário PIS

11 de Setembro de 2015, 21:38, por Regina

Calendário PIS 2016 Confira o calendário de pagamento do abono salarial, disponibilizamos para você gratuitamente o Calendário PIS 2016.

Acesse Agora!! Calendário PIS 2016 - O PIS, também conhecido como Programa de Integração Social, bem como diz sua sigla é responsável por melhorar a integração do trabalhador na vida e no desenvolvimento das organizações, possibilitando a melhor distribuição da renda por meio de benefícios como o décimo quarto salário e o Seguro-Desemprego. Criado pelo governo federal em 1970, o PIS é designado a aqueles que procedem no setor privado, o trabalhador deve ser cadastrado pelo seu “empregador” em sua primeira admissão, o cadastramento pode ser feito facilmente em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, ao realiza-lo, o empregador recebe um cartão com o número de inscrição, e deve entregá-lo ao trabalhador. Sem esse cadastro, o trabalhador não pode receber benefícios.

Consulte abaixo o calendário PIS 2016 e saiba quando você irá receber seu benefício.

O Calendário Abono Salarial PIS 2018 é um cronograma importante de controle dos pagamentos do abono salarial – um benefício constitucional equivalente a um salário mínimo, assegurado ao trabalhador cadastrado no PIS/PASEP, que preencher as condições legais para o seu recebimento – que é determinado pela data de nascimento, ou seja, a pessoa receberá o benefício com base no mês em que nasceu. Para o trabalhador ter acesso aos benefícios do PIS 2016 ele precisa:

  • Ter cadastro no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Receber, de empregadores contribuintes do PIS/PASEP, remuneração de até dois salários mínimos médios durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício;
  • Trabalhar com carteira assinada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base considerado.

Calendário PIS 2016 Caixa

Calendário dos pagamentos do Abono Salarial PIS e dos Rendimentos do PIS 2015 / 2016 Nascidos em Recebem a partir de Recebem até Julho 13 / 08 / 2015 30/06/2016 Agosto 15 / 08 / 2015 Setembro 20 / 08 / 2015 Outubro 22 / 08 / 2015 Novembro 12 / 09 / 2015 Dezembro 17 / 09 / 2015 Janeiro 19 / 09 / 2015 Fevereiro 24 / 09 / 2015 Março 10 / 10 / 2015 Abril 15 / 10 / 2015 Maio 17 / 10 / 2015 Junho 22 / 10 / 2015

Pagamento PIS 2016

O pagamento do PIS 2016 é realizado nos postos de atendimento da Caixa – lotéricas, terminais de autoatendimento, correspondentes Caixa Aqui, agências da CEF - Caixa Econômica Federal – com utilização do cartão cidadão, aos que não possuem o cartão cidadão, o benefício pode ser retirado em uma das agências da Caixa através da apresentação de um documento que identifique o cidadão.

Para saber a data do depósito do seu benefício fique atento ao calendário de pagamento pis 2016. Consulta PIS 2016 Para consultar saldo PIS 2017, basta acessar o site oficial da Caixa Econômica Federal (https://sisgr.caixa.gov.br/portal/internet.do?segmento=CIDADAO). Ao acessar é preciso que fique em mãos o número do PIS do mesmo, que vem escrito no cartão que o trabalhador recebe após o cadastro no PIS.

Depois é só usar o número do PIS 2016 para acessar os dados do sistema e fazer quantas consultas quiser via internet. Site do PIS Calendário PIS 2016 Na imagem destaca-se o menu onde você pode acessar seus benefícios pelo site da Caixa Econômica Federal (http://www.caixa.gov.br/voce/social/beneficios/pis/) você pode consultar e sacar os benefícios do Caixa PIS 2016 para acessar o abono salarial é só acessar ao menu superior do site, bem como terá também as opções: Abono Salarial, Calendário de Pagamentos, Consulta de Pagamentos, Perguntas frequentes, Quotas do PIS, Rendimentos do PIS. Vídeo Explicativo sobre o PIS 2016 Caso tenha outras dúvidas e deseja mais informações sobre o calendário PIS 2016, sugerimos que se dirija a uma agência da CEF - Caixa Econômica Federal e entre em contato com o setor responsável para que todas as suas dúvidas sejam sanadas e você receba seu benefício sem qualquer dificuldade



Regras e requisitos para o Bolsa Família

9 de Setembro de 2015, 21:45, por Regina

O bolsa família certamente e o programa mais conhecido do governo, criado ainda no governo Lula o programa tem ajudado a tirar milhares de pessoas da extrema pobreza, trazendo assim mais dignidade e comida na mesa das mesmas. Assim como qualquer programa de assistência social o bolsa família 2019 não e diferente e por isso para receber os benefícios do mesmo e necessário preencher alguns pré-requisitos básicos e manter a sua situação cadastral em dia e atualizada para não perder o auxilio do programa. Então vamos as regras do programa e quais são os pré-requisitos para ter direito ao mesmo.

Regras e requisitos do programa bolsa família

Os requisitos do calendário bolsa familia 2019 são bem restritos: o mesmo é baseado com a renda per-capita da família, ou seja a renda total da família dividida pelo número de membros da mesma, através desse calculo e possível saber se a família tem direito ao auxilio ou não, porém existe algumas regras diferente, para famílias compostas por mães que amamentam, famílias compostos por crianças e adolescentes entre outras regras, vamos a elas.

  • A regra mais simples do programa é, que a renda familiar per capita não pode estar ultrapassando o valor de R$ 77,00 por membro da família, ou seja divide-se todas as fontes de renda da família pelo número de membros da mesmo, e importante ressaltar que esses membro tem que ser os residentes em sua casa, não pode ser um filho que mora fora ou em outra casa, esse membro não e levado em conta na divisão.
  • Essa regra e simples igualmente a de cima, porém leva outros fatores como regra, ou seja, famílias com mães que ainda amamentam ou gestantes tem um valor diferenciado, ou seja, deve-se dividir todos os rendimentos da casa pelo número de membros da mesma (Como no item acima apenas membros que ali residem), porém nesse caso o limite de valores e maior, se no final do calculo o valor ficar entre R$ 77,01 e R$ 154,00 você tem direito a levar o bolsa família para sua casa.
  • Outra regra a prestar atenção são em famílias onde são compostas por crianças e adolescentes com idade máxima de 16 anos, e renda per-capita entre R$ 77,01 e R$ 154,00 você possuirá direito ao bolsa família.
  • O ultimo requisito são famílias onde a renda per-capita gire em torno de R$ 00,00 a R$ 154,00 e possuam em sua composição crianças/adolescentes até o máximo de 17 anos, também terá direito ao benefício.

Tento em mente esses simples requisitos já e possível ter ideia se você tem direito ao bolsa família ou não.

Como receber do programa?

Para receber o valor do bolsa família e necessário após se cadastrar fazer o seu cartão do programa, através do cartão do bolsa família você poderá sacar mensalmente o valor lhe disponibilizado para ajudar a custear a alimentação e estudos de seus filhos, e muito importante ter em mente que para não perder o beneficio os integrantes com idade escolar (ou seja idade que já pode ir a escola) esteja estudando, caso contrário isso infringira uma das regras do programa e o seu benefício será cortado.