Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog coletivo
Tela cheia Sugerir um artigo

Articulação na rede!

1 de Junho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1958 vezes

No último dia 25 de maio, a equipe do Pontão de Cultura do Instituto Paulo Freire, que desenvolve a rede social Diplô na Rede – espaço de comunicação compartilhada, reuniu-se com um dos articuladores do projeto Ação Cultura Digital do Programa Cultura Viva e Projeto Casa Brasil, Robson Bonfim, e com Fernando Avena, do Pontão de Cultura Nós Digitais, de São Carlos (SP). Durante o encontro, foram apresentadas as ações dos dois Pontões e da Ação Cultura Digital.

O trabalho do projeto Ação Cultura Digital, que surgiu a partir de uma parceria entre os Ministérios da Cultura e de Ciências e Tecnologias, reúne 22 bolsistas. Entre eles, estão 16 articuladores regionais, distribuídos em 10 estados, e mais quatro articuladores nacionais e dois coordenadores em Brasília do Projeto de Integração de Politicas de Inclusão Digital (Ação Cultura Digital do Programa Cultura Viva) e Projeto Casa Brasil.

Segundo Bonfim, articulador regional que atua junto aos Pontos de Cultura do Estado de São Paulo, afirma que essa ação é importante para evitar que o trabalho dos Pontos não se perca ou caia no esquecimento. Na primeira fase do programa Cultura Viva, nem todos conseguiram sistematizar as suas ações.

O principal objetivo é a articulação de uma rede colaborativa. A sua construção se dá, inicialmente, pelo mapeamento das experiências in loco dos Pontos de Cultura. Em seguida, o acompanhamento feito pelas equipes dos articuladores regionais será fundamental para avaliar a apropriação das tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) pelas comunidades e fornecer indicadores e dados importantes das políticas públicas do governo federal”, explica Bonfim.

Além de recuperar a memória, as visitas aos Pontos de Cultura colaboram para estimular a relação entre eles. Essa iniciativa se soma a uma das principais funções dos Pontões de Cultura que é a de articular os Pontos de sua região, como faz o Nós Digitais. A relação com outras instituições se dá por meio da disseminação do uso do software livre. Eles criaram uma rede voltada para dar o suporte aos Pontos que desejam implementar tecnologias livres nas suas atividades.

A equipe da Diplô na Rede, por sua vez, apresentou a rede social como mais um espaço de articulação e de visibilidade para os Pontos de Cultura. Viviane Rosa Querubim, coordenadora do projeto, explica que a expectativa é a de que os Pontos de Cultura se apropriem deste espaço para utilizá-lo em prol de suas ações e se tornem os verdadeiros proprietários da rede.


Tags deste artigo: diplô na rede ação cultura digital nós digital pontão de cultura

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.