Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

Invalid feed format.

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
 Voltar a Paulo Marcos...
Tela cheia

Uma sentença quase clássica

18 de Agosto de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 2059 vezes

Por Gerivaldo Neiva - Juiz de Direito de Conceição do Coité - Ba

 

Nesta segunda-feira (17/08), no intervalo do almoço de outra reunião, vou gravar uma participação para o programa Entenda Direito sobre a linguagem jurídica. Um dos pontos da conversa será a sentença “O Celular do Carpinteiro.”

Esta sentença é de 2005 e ainda hoje circula pela Internet. Eu mesmo já recebi algumas vezes a sentença de algum desavisado que não sabia que estava repassando para o próprio autor.

Foi reproduzida em vários sites jurídicos e blogs pessoais; foi também objeto de estudo em faculdades de Direito (uns contra e outros a favor); discutida em faculdade de comunicação, objeto de debate virtual; reportagem em vários jornais escritos; reportagem na TV Subaé; programa na Rádio Justiça; rádio-novela; tema de discussão em recepção de calouros, transcrita em convite de formatura...

Enfim, esta sentença já é “quase” um clássico. (rssssss.....)

Clique nos links abaixo para ler ou ouvir sobre a sentença “O Celular do Carpinteiro.”

A sentença

Entrevista ao Jornal Tribuna do Magistrado

Debate Virtual

Programa na Rádio Justiça

Rádio-novela

Depois da entrevista e da reunião em Salvador vou conseguir um tempo, ainda não sei como, para postar aqui algum comentário.


Tags deste artigo: justiça bahia brasil defesa consumidor lei sentença celular carpinteiro coité juiz clássico

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.