Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

Invalid feed format.

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
 Voltar a Paulo Marcos...
Tela cheia

Ouvidoria Itinerante debate atuação do Estado na região do Semiárido e Sisal

16 de Setembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 851 vezes

Para debater com a sociedade alternativas para melhorar o atendimento ao cidadão e o funcionamento dos órgãos públicos estaduais, a Ouvidoria Geral do Estado da Bahia tem promovido audiências públicas nos Territórios de Identidade, através do projeto Ouvidoria Itinerante.

No dia 16 de setembro, das 8h às 12h, a quinta audiência será realizada na Câmara de Vereadores de Ribeira do Pombal. O evento irá reunir representantes do Território do Semárido II, formado pelos municípios de Adustina, Antas, Banzaê, Cícero Dantas, Cipó, Coronel João Sá, Euclides da Cunha, Fátima, Heliópolis, Jeremoabo, Nova Soure, Novo Triunfo, Paripiranga, Pedro Alexandre, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Santa Brígida e Sítio do Quinto.

Já no dia 17 de setembro, das 8h às 12h, no auditório do Campus XI da UNEB (Serrinha), acontecerá a sexta edição do projeto Ouvidoria Itinerante no Território do Sisal, cujo municípios são: Araci, Barrocas, Biritinga, Candeal, Cansanção, Conceição do Coité, Ichu, Itiúba, Lamarão, Monte Santo, Nordestina, Queimadas, Quijingue, Retirolândia, Santaluz, São Domingos, Serrinha, Teofilândia, Tucano e Valente.

Jones Carvalho, Ouvidor Geral do Estado, destaca que a audiência é um momento ímpar para a sociedade apresentar suas demandas ao Governo do Estado. “É fundamental a presença dos representantes da sociedade civil, autoridades e movimentos sociais para realizarmos um debate amplo sobre a atuação do Estado na região”.

De acordo com o ouvidor Geral, todas as manifestações realizadas durante o evento terão respostas individuais. As demandas serão convertidas em relatórios gerenciais e encaminhadas ao governador Jaques Wagner e para as respectivas Secretarias citadas.

Do blogue: http://audienciasoge.wordpress.com


Tags deste artigo: direitos brasil eventos bahia

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.