Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Serpro ativa Expresso em Nuvem no dia 09

7 de Dezembro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1047 vezes

Oferecer uma nuvem de comunicação integrada para os governos nas três esferas da administração pública. Essa é a missão do Expresso em Nuvem, que será lançado no dia 9 de dezembro, na sede do Serpro, em Brasília. revelou o responsável pela Coordenação da Solução Corporativa de Comunicação e Colaboração do Serpro, Marcos Melo.

Expresso


O Expresso em Nuvem será comercializado como um cardápio de serviços no qual o cliente escolherá, de forma simples, o que precisa. O modelo de cobrança será simplificado e, basicamente, se dará a partir da capacidade de armazenamento que o cliente solicitar e da quantidade de aplicativos selecionados. Essa capacidade de armazenamento dos usuários poderá variar entre Gigas a Megabytes, o que definirá o número de contas de e-mail para uma instituição.

"Caso aconteça um aumento de usuários em uma empresa, todos os dias em um período determinado, ocorrerá uma busca de recursos automática para atender à elasticidade da demanda. Ocorrendo uma falha de um hardware, começará um movimento do pool de servidores para que uma máquina possa responder e manter a atividade em funcionamento", detalhou Melo.

O ideal de convergência da comunicação de todos os governos em uma ferramenta única que reúne aplicações como E-mail, Agenda, Catálogo de Endereços, Workflow, Mensagens Instantâneas e serviço de Voz sobre IP tem como base o uso da estrutura computacional subutilizada em entidades do governo. Depois do Serpro, a próxima empresa a colaborar com o Expresso em Nuvem será a Dataprev, que poderá ser seguida de várias outras.

"Pensar em compartilhar serviços e infraestrutura do governo pode envolver instituições como a Caixa Econômica Federal e Petrobras. Mas desenvolver o sistema de bilhetagem (billing) será um desafio", comentou Melo. Outros pontos que estão recebendo atenção especial do projeto, segundo Marcos Melo, são a segurança e a remuneração pelo uso dos recursos computacionais no governo. "O primeiro passo para garantir a segurança vem do cliente, quando diz qual dado é sigiloso. Muitos não sabem detalhes dos seus dados, e primeiro precisamos saber o que temos que proteger, para depois saber como", explicou.

* fonte 1: Leia mais em Convergência Digital

* fonte 2: Leia mais em Serpro

* fonte 3: Expresso Livre


Tags deste artigo: expresso serpro nuvem celepar cloud

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.