Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Profile e rc: Entendendo os arquivos de inicialização do Bash e as diferenças entre eles

24 de Abril de 2017, 11:15 , por BR-Linux.org - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 718 vezes

O Tecmint publicou no feriado um guia dos arquivos de inicialização do shell no Linux (fortemente BASH-cêntrico), expondo conceitos e diferenças entre profile, bash_profile, bashrc, bash_login e seus congêneres.

Entre as muitas dicas não mencionadas no artigo, está uma que eu demorei para internalizar: configurações do ambiente do usuário (por exemplo, o PATH) que precisam valer tanto para a shell de login e as demais shells (interativas e não-interativas) ficam melhor no .profile, porque metade dos .bashrc que eu encontro pelo mundo começam com uma linha abortando sua execução se a shell for não-interativa (mais especificamente: '[ -z "$PS1" ] && return'), aí não tem bom uso da variável $BASH_ENV que faça as configurações do ambiente serem carregadas desse arquivo quando um script não-interativo é chamado a partir de um utilitário do sistema que já não traga junto a si o ambiente desse usuário. Aliás, esse artigo especificamente sobre a sequência de execução dos arquivos de inicialização do Bash é uma boa leitura para quem acha que eles são todos iguais.

(via www.tecmint.com - “Understanding Shell Initialization Files and User Profiles in Linux”)

O artigo "Profile e rc: Entendendo os arquivos de inicialização do Bash e as diferenças entre eles" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Fonte: http://br-linux.org/2017/01/profile-e-rc-entendendo-os-arquivos-de-inicializacao-do-bash-e-as-diferencas-entre-eles.html

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.