Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

404 Not Found

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

IWEEE 2010: Software livre como instrumento para salvar vidas

15 de Novembro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 397 vezes

A Latinoware 2010 sediou, pela primeira vez, o IWEEE – Internacional Workshop on e-Health in Emerging Economies (Workshop Internacional sobre e-Saúde em economias emergentes), com a participação de especialistas e representantes dos governos do Brasil, Paraguai, Argentina, Chile, Nigéria e Espanha.

Durante todo o dia, das 10 às 16h, no Espaço Brasil, os palestrantes convidados exibiram ao público presente cases de sucesso e perspectivas sobre os projetos desenvolvidos na área de saúde em seus países de origem. Todos os programas apresentados são softwares livres voltados, exclusivamente, para a área de medicina.

“A gente percebeu que países que ainda estão em desenvolvimento já se utilizam de excelentes ferramentas que conciliam tecnologia com saúde, com o objetivo de salvar vidas e contribuir com o trabalho de médicos e da administração hospitalar. E, como são softwares livres, é gratificante saber que podem ser compartilhados e integrados por outros países. É muito edificante ter a oportunidade de trabalhar com algo que diretamente está salvando vidas”, destacou Tatiana Al-Chueyr, criadora do InVesalius, um software aberto que visa auxiliar o diagnóstico e o planejamento cirúrgico e está disponível para download no Portal do Software Público Brasileiro.

Luis Simes, da Faculdade de Medicina H.A. Barceló, da Argentina, defendeu o software público como um ativista social. “Temos que pensar em um ecossistema e não num 'egossistema'. Temos que incorporar mais e pensar no coletivo e não só no lado pessoal”. Ainda, segundo ele, os profissionais ou servidores públicos que atuam na confecção de softwares livres voltados à saúde precisam ter consciência e ética para saber que o tempo e o dinheiro investidos na criação de um sistema novo estará, de alguma maneira, ajudando a sociedade.

Para o representante do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, Corinto Maffe, salvar vidas é sempre a prioridade e, por conta disso, a tecnologia acaba ficando em segundo plano. “A solidariedade do código aberto deve ser a mesma para a área de saúde. O software livre na área da medicina é um tema muito importante e estou muito feliz pelo Latinoware ter abraçado essa causa.”, completou.

* fonte: Latinoware 2010


Tags deste artigo: furusho iweee software livre

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.