Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mon réseau

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Retour à FREE SOFTWAR...
Plein écran

Firefox poderá rodar plugins do Chrome e Opera de maneira mais fácil

août 25, 2015 12:15 , par BR-Linux.org - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 104 times

O título acima é da matéria da PC World. No LinuxToday saiu como "O rumo de auto-destruição da Mozilla continua: anunciada grande mudança de compatibilidade de extensões", e no LWN saiu como "Mozilla: o futuro do desenvolvimento de extensões"

Via idgnow.com.br:

A Mozilla está seguindo em frente com um plano de bloquear extensões não assinadas no Firefox, apesar de começar a oferecer melhores ferramentas para desenvolvedores como consolação.

Como a empresa indicou anteriormente, em breve vai exigir uma verificação de segurança para todas as extensões de terceiros no Firefox. A partir do Firefox 41, que chega em 22 de setembro, a Mozilla vai bloquear todas as extensões não assinadas – mas os usuários poderão retirar essa proteção caso queiram. No entanto, essa opção de “driblar” o bloqueio não estará disponível para todas as versões beta e finais do Firefox 42 e versões mais recentes, à medida que forem lançadas (as edições Nightly e Developer ainda permitirão isso).

A Mozilla afirmou que o novo procedimento de assinatura é necessário para barrar injeções de anúncios e scripts maliciosos. A organização aponta que uma lista de bloqueio (blocklist) e diretrizes de add-ons não são mais suficientes à medida que fica muito difícil rastrear e descobrir malware antes que o dano seja causado. A iniciativa não chegará sem controvérsias, uma vez que alguns usuários dependem de extensões que não são mais oficialmente suportadas pelos seus desenvolvedores.

Para ajudar a diminuir essas preocupações, a Mozilla está introduzindo uma API WebExtensions, que, segundo a empresa, permitirá “portar” extensões de outros navegadores com pouco esforço – a lista de browsers compatíveis inclui o Chrome e o Opera, e eventualmente o novo Microsoft Edge. (...)

O artigo "Firefox poderá rodar plugins do Chrome e Opera de maneira mais fácil" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Source : http://br-linux.org/2015/01/firefox-podera-rodar-plugins-do-chrome-e-opera-de-maneira-mais-facil.html

0Pas de commentaire

Poster un commentaire

Les champs sont obligatoires.

Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.