Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

404 Not Found

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Invalid feed format.

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

Linux Rep.Dominicana

404 Feed not found error: FeedBurner cannot locate this feed URI.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Extensão do Firefox rouba sessões do Facebook, Twitter, etc.

26 de Outubro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 724 vezes

“Compatível” até o momento com os sites Facebook, Twitter, Flickr, Amazon, Windows Live e Google, a extensão Firesheep foi apresentada em uma conferência hacker recente e demonstra mais uma vez como pode ser fácil acessar contas pertencentes a outros usuários na mesma rede sem fio.

Após iniciar o Firesheep, informações (completas, até mesmo com a foto) de outros usuários vão aparecendo em uma barra lateral, conforme eles vão fazendo seus acessos aos sites “compatíveis” com a ferramenta – e o suporte a outros sites pode ser acrescentado via scripts.

Caso o atacante assim deseje, basta clicar em uma das fotos para imediatamente acessar o site em questão com os privilégios completos do usuário cujo cookie de autenticação foi capturado.

Boa parte dos sites mais conhecidos mantêm criptografadas apenas as informações do login inicial, e a partir daí fazem trafegar a cada nova transação, sem criptografia, apenas um cookie identificador da sessão já autenticada, que é o que o Firesheep captura. A solução para este tipo de vulnerabilidade (conhecido há anos) é ativar criptografia em todas as transações com os sites – muitos dos quais permitem fazê-lo, via HTTPS, através de opções de seus próprios menus. (via h-online.com)


Fonte: http://br-linux.org/2010/extensao-do-firefox-rouba-sessoes-do-facebook-twitter-etc/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.