Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

E ai Comunidade? Software Livre e Mercado, Software Livre e Ideais

26 de Março de 2014, 7:15 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 73 vezes

Enviado por Marcelo Soares Souza (marceloΘjuntadados·org):

“O problema é que o povo cultivou essa visão de "mercado", "se não tomamos o mercado não seremos levado a sério", "se não mostrarmos que estamos ganhando dinheiro não seremos levado a sério", "se não tivemos mais de 2% do mercado seremos uma piada".

Então o povo esqueceu a visão de comunidade, de solidariedade, de uma alternativa real de mundo mais justo e sustentável. O discurso se focou em não sermos mais uma alternativa, e sim parte do que esta ai, do mesmo modelo que se mostrou insustentável e falho, do mesmo modelo injusto.

Dai nos tornamos um produto, descartável, uma moda, uma burburinho midiático que tem seu tempo de vida e não mas é uma alternativa, uma resposta.

O povo vai lá e organiza um evento para falar de "mercado", de "dinheiro", de como o Software de Código Aberto é uma alternativa tecnológica melhor para a sua empresa e esquecemos de falar o porque disto ser uma alternativa melhor para a sua vida, porque é Software Livre e não de Código Fonte Aberto, porque queremos um mundo mais justo, mais humano.

O FISL que era um Fórum, de discussão e de apresentação de uma alternativa, para falar sobre um meio de construção coletivo e sustentável se tornou uma "Feira" de soluções tecnológicas.

Então é isso, se não lançamos o Software Livre 2.0, com suporte a iPhone, estamos fadado a perecer? É isto que queremos? É isto que significa Software Livre?

Porque perdemos o senso de comunidade e a capacidade de encantar as pessoas com uma proposta real de alternativa. Quando vendemos a ideia de apenas mais uma solução técnica de mercado nos tornamos descartáveis assim que uma solução supostamente melhor, bonita ou na moda apareça. Não devemos vender e sim congregar, juntar e compartilhar.

Falávamos de um mundo justo, sustentável e melhor. E agora? É este caminho que vai atrair mais pessoas, ou garantir o sucesso? Sobre a pena de nos tornamos aquilo que combatíamos?

Prefiro poucos com o espírito, ideias e ideais inabaláveis de um Stallman do que "empresários e técnicos" bem sucedidos. O mercado, todos aqueles que estão nele já há algum tempo sabem que nos engole a todos e cospe assim que nos não geremos mais retorno, resultados financeiros. Conheço inúmeros casos.

Em uma comunidade estamos sempre acolhidos, protegidos e prontos para tentar mais um dia. Não conheço um sujeito sequer, que acredite em um ideal comum, que não estenda a mão para um irmão de luta.

Esta ação, projeto, ideia surgiu para isto, para congregamos nossos ideais e crenças. Nem sempre concordávamos, nem sempre éramos amigos, mas um caminho estava bem claro.

Que o debate volte a ser filosófico, sobre ideias e ideais e menos sobre técnica ou mercado.

Ninguém aqui vai deixar de ir atrás do seu sustento, e não é isso que eu falo. Mas o sustento material vem e vai, e continuamos, mas se perdemos os nossos ideais, perdemos todo o sentido da luta.

"(…) que as ideias voltem a ser perigosas"” [referência: ]

O artigo "E ai Comunidade? Software Livre e Mercado, Software Livre e Ideais" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Fonte: http://br-linux.org/2014/01/e-ai-comunidade-software-livre-e-mercado-software-livre-e-ideais.html

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.