Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Blogueiro analisa Ekaaty Linux

1 de Abril de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 433 vezes

Enviado por CristianoFurtado (cristianoΘekaaty·org):

“É de muita importância uma análise de um profissional da área à nossa distribuição. O Edson do umbyte.com analisou o Ekaaty Linux versão 4 e achei de grande importância usuários e simpatizantes lerem os prós e contras da distribuição. Estamos abertos a críticas das mais leves às mais pesadas. O nosso intuito é ter a distro o mais perto possível do usuário final.

Um trecho da conclusão: “Quanto aos aplicativos que vêm instalados no sistema, é um conjunto que atende a maioria dos usuários. Quem deseja algo mais específico, deve informar-se como instalar. Não encontrei algo parecido, por exemplo, à central de programas do Ubuntu. De maneira geral, achei o sistema um pouco complicado para usuários convencionais, ou seja, aqueles que não têm muita experiência nem paciência para procurar, por conta própria, soluções. Sempre há a possibilidade de enviar um e-mail para a equipe do Ekaaty, através do endereço suporte@ekaaty.org para resolver algum eventual problema. Isto talvez seja o carro forte do projeto, mas ainda não é um meio imediato. A popularidade, traz benefícios. À medida que o Ekaaty for adotado por aqueles que já têm certa experiência com sistemas Linux e estas pessoas gerarem conteúdo, como este post, que breve será indexado pelos mecanismos de busca mais comuns da internet, outras pessoas que estão tendo o primeiro contato terão mais meios para resolver os pequenos problemas e tirar dúvidas.”

” [referência: umbyte.com]


Fonte: http://br-linux.org/2010/blogueiro-analisa-ekaaty-linux/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.