Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

ANAC da Argentina e 4 províncias de lá pretendem aderir ao Expresso V3

30 de Junho de 2014, 9:15 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 691 vezes

Via www.linuxnewmedia.com.br:

Depois do Brasil e do Uruguai, a Argentina é a mais nova usuária do Expresso V3. De acordo com Daniel Coletti, presidente da Câmara Argentina de Empresas de Software Livre (Cadesol), que liderou estudo encomendado pelo governo daquele país para avaliação de diversas soluções de correio eletrônico, a Cadesol fez a opção pelo Expresso V3, solução desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

“Ainda em 2013, contextualizado pelo cenário de espionagem e acessos indevidos aos sistemas de comunicação por agências de inteligência estrangeiras, o governo argentino também sentiu necessidade de salvaguardar a segurança da informação. Assim analisamos diversas soluções sob múltiplos pontos de vista e a nossa escolha foi pelo Expresso V3, considerando desde a facilidade de instalação e migração das atuais contas”, ressalta Coletti.

A comunidade argentina em torno da solução Expresso V3 ainda está em formação e pretende agregar mais funcionalidades à ferramenta, como por exemplo módulos integrados de outras soluções como o Moodle (um software livre, de apoio à aprendizagem). “Não há na Argentina nenhum software comercial que atenda todas as necessidades, e a eficácia e segurança do Expresso já pode ser atestada pelo Serpro, que administra hoje quase 50 mil contas no Expresso V3”, diz.

Ainda segundo Coletti, o Expresso V3 será implantado inicialmente na Administração Nacional de Aviação Civil (Anac) do país, que possui cerca de 3 mil usuários, além de nos governos de Santiago Del Estero, Chubut, Santa Cruz e Neuquén.

O artigo "ANAC da Argentina e 4 províncias de lá pretendem aderir ao Expresso V3" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Fonte: http://br-linux.org/2014/01/anac-da-argentina-e-4-provincias-de-la-pretendem-aderir-ao-expresso-v3.html

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.