Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mon réseau

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Retour à FREE SOFTWAR...
Plein écran

Alog migra 150 clientes para o IPV6

septembre 21, 2010 0:00 , par Software Livre Brasil - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 765 times

Com o avanço da internet e o uso cada vez maior da rede, os endereços IP, que hoje utilizam o protocolo IPV4, estão se esgotando. Antevendo esta situação e para atender ao mercado, a Alog Data Centers, provedor de infraestrutura de TI, investiu R$ 1 milhão em seu projeto de IPV6, que inclui a modernização do parque instalado, atualização de software, processamento de informações e treinamento das equipes no uso e operação do IPV6.

Em todo o Grupo Alog já existem 23 mil sites de pequenas empresas operando em pilha dupla – servidor conectado nas duas redes (IPV4 e IPV6) - e 150 projetos em IPV6 já foram contratados por médias e grandes corporações.

“Convidamos algumas companhias para testarem o novo protocolo, e em pouco tempo somamos mais de 150 projetos, o que mostra a demanda do mercado pelo novo protocolo”, afirma Raphael Bittencourt, gerente da área de redes da Alog Data Center.

Segundo Bittencourt, todas as implantações foram feitas para que a estrutura esteja acessível tanto para os clientes que já possuam o novo protocolo, quanto para aqueles que ainda só operam em IPV4.

“O IPV6 já vem sendo utilizado há algum tempo, mas, agora, sua implantação deve ser acelerada. Ele é imprescindível para a continuidade do crescimento e evolução da Internet", diz o executivo.

"As empresas que não apostarem no novo protocolo, fatalmente ficarão ilhadas, já que quem opera em IPV6 não enxerga os sites que estão em IPV4, por isso é tão importante operarmos em pilha dupla neste momento de transição”, completa Bittencourt.

A empresa aposta que até o final do ano novos projetos em IPV6 devam ser contratados.O conceito do IPV6 existe desde 1994, quando o IETF (Internet Engineering Task Force) mediu o crescimento da rede mundial de Internet e projetou o fim dos endereços IP que usamos hoje (os chamados IPV4).

O esgotamento dos endereços IPV4 está previsto para a primeira metade de 2011, e embora ainda exista um número expressivo de endereços IP, acredita-se que o rápido crescimento da Internet os consumirá muito rapidamente. A solução para isso é a adoção em massa do IPV6, o que deverá movimentar o mercado nos próximos meses. “A adoção do IPV6 representa um grande desafio para todos os setores, que ainda precisam aprender sobre o seu funcionamento", conclui Bittencourt.

* fonte: Convergência Digital

* Saiba mais sobre IPv4, aqui

* Saiba mais sobre IPv6, aqui


Les tags de cet article : ietf furusho internet ipv4 ipv6

0Pas de commentaire

Poster un commentaire

Les champs sont obligatoires.

Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.