Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

getaddrinfo: Name or service not known

Linux Magazine

getaddrinfo: Name or service not known

BR.Linux.org

getaddrinfo: Name or service not known

Seja Livre!

getaddrinfo: Name or service not known

Linux.com

getaddrinfo: Name or service not known

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

Guia do Hardware

getaddrinfo: Name or service not known

Wwwhat's New?

getaddrinfo: Name or service not known

Convergência Digital

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

getaddrinfo: Name or service not known

Mon réseau

Users SL Argentina

getaddrinfo: Name or service not known

Tecno Libres - Cubas

getaddrinfo: Name or service not known

Software Libre Peru

getaddrinfo: Name or service not known

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

getaddrinfo: Name or service not known

Linux Rep.Dominicana

getaddrinfo: Name or service not known

 Retour à FREE SOFTWAR...
Plein écran

Aeronáutica: caso de sucesso de implantação do Expresso Livre

juillet 7, 2010 0:00 , par Software Livre Brasil - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 3537 times

Com mais de 20 mil contas de e-mail no Expresso, Aeronáutica ratifica a robustez da solução de correio eletrônico que está sendo adotada por diversos órgãos da Administração Pública em todo país.

Em 2008, a Corporação começou a fazer testes de viabilidade para a adoção do Expresso. O Centro de Computação da Aeronáutica de Brasília - CCA-BR foi o responsável pelo projeto de migração e implantação do Correio Livre Expresso. Em fevereiro de 2009, o Centro finalizou este processo.

Anteriormente a instituição já utilizava uma solução livre, o Qmail, que havia substituído o Exchange da Microsoft, porém a mesma não atendia mais as necessidades dos usuários. Diante desta constatação, a equipe de tecnologia começou a trabalhar e pesquisar novas ferramentas de correio, desenvolvidas em plataformas livres.

A Aeronáutica abriu uma licitação para o desenvolvimento de um produto que envolvesse: Postfix, DNS, Squid, Apache, Samba, Cacti, Zabbix, PHP, Postgree e outros. "Tudo sendo gerenciado por uma interface web, e o principal, deveria ser em software livre e com transferência de código, conhecimento e treinamento", ressaltou o militar Humberto Moraes, gerente do CCA-BR. De acordo com ele, o valor apresentado pelas empresas era exorbitante, o que tornava o projeto inviável. 

Foi durante a Latinoware 2007 que a Aeronáutica encontrou a solução para o seu problema. A apresentação do Expresso pela Companhia de Informática do Paraná - Celepar despertou o interesse da corporação. Neste mesmo ano, o Serpro começou a implantação do Expresso, assim como outras instituições públicas, essa integração deu mais força e robustez a solução da Celepar. "O Expresso tornou-se a melhor opção em virtude de ter o respaldo de uma equipe de desenvolvimento comprometida. Além disso, ele não é apenas correio eletrônico, a ferramenta agrega outras facilidades como: workflow, stant messenger, calendário e outras", afirmou Moraes. 

A única alteração que a corporação teve necessidade de implementar foi alguns ajustes no módulo de agenda para adequar-se a realidade da Aeronáutica. Humberto completa que o intuito sempre foi utilizar a versão disponibilizada pela comunidade, no endereço www.expressolivre.org, para manter a linha do projeto original. 

O militar destaca que o fato do Expresso utilizar componentes como: Postfix, Apache, Open LDAP, Cyrus IMAP, entre outros, permite que a solução não fique aprisionada ao fornecedor e, consequentemente, a descontinuidade do produto. "Caso o projeto Expresso seja descontinuado pela comunidade, temos condições de manter o serviço em pleno funcionamento". Ele ressalta a importância do desenvolvimento de uma ferramenta livre de correio eletrônico para o Governo. "Esta iniciativa tornou possível uma economia de recursos, tendo como consequência o redirecionando para capacitação e fomento do uso do software livre", concluiu.

Compartilhe
Compartilhe exemplos de migração para ferramentas livres da sua instituição pública. Envie sugestões para cisl@serpro.gov.br.

* fonte: Serpro - Comunicação CISL - Brasília, 1º de julho de 2010


Les tags de cet article : serpro curitiba expresso cisl paraná aeronáutica celepar

0Pas de commentaire

Poster un commentaire

Les champs sont obligatoires.

Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.