Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

A evolução do Ubuntu está assegurada?

26 de Janeiro de 2011, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1035 vezes

O próximo Ubuntu, a versão 11.04, codinome Natty Narwhal – algo como elegante baleia do Ártico –, promete uma interface mais prática e fácil de usar.

Essa promessa está implícita nas afirmações de Mark Shuttleworth, o milionário sul-africano fundador da Canonical, empresa responsável pelo desenvolvimento do Ubuntu. Ele escreveu em seu blog:

Para avaliar se um software deve ser incluído na lista de aplicativos distribuídos com o sistema, as seguintes perguntas são válidas:

  • É software livre?

  • É o melhor aplicativo do gênero?

  • Integra-se às configurações e preferências do sistema?

  • Ele se integra a outros aplicativos?

  • É acessível a pessoas que não podem usar um mouse ou teclado,?

  • O visual segue o estilo do sistema?

Ubuntu

Uma das consequências dessa revisão de conceitos aplicada ao Ubuntu será a adoção de aplicações concebidas com a biblioteca Qt, agora sob a licença LGPL, provavelmente devido a seu alto grau de inovação. Mas isso não significa o abandono da biblioteca Gtk, que está por trás do ambiente gráfico Gnome, o padrão da distribuição. A ideia de Shuttleworth é manter um ecossistema maior para garantir a evolução do sistema.
Ele menciona ainda o projeto uTouch, feito em Qt, que adicionará ao sistema suporte a reconhecimento de gestos e a telas multitoque.

Se você tem o Ubuntu 10.10, faça o upgrade para o primeiro alfa pressionando as teclas Alt+F2 e digitando o comando update-manager –d. Vale mencionar que a distribuição deve incluir a suíte de produtividade LibreOffice 3.3, cuja versão final foi lançada hoje.

* fonte: Info


Tags deste artigo: libreoffice gtk odf ubuntu natty qt debian shuttleworth broffice gnome canonical

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.