Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia
 Feed RSS

Blog - Negócios Livres

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

"Nos negócios adoro quando meus concorrentes pensam desta meneira absurda, achando que fazer um produto verde ou ecomomizar energia custa mais. Eu me esforço para achar um exemplo de empresa que tenha deixado de ganhar dinheiro ao buscar a eficiência energética e não consigo" .

Amory Lovins


A rede livre da gaiola empresarial

21 de Julho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Muito bom o artigo  "The changing face of IT: Five trends to watch".

Hoje o modelo de segurança de TI está mais para "gestão de riscos". A rede que já permeia tudo, longe da "gaiola" segura das empresas, torna impossível o controle estrito dos recursos em TI mas abre um novo mundo de idéias e novas possibilidades.

Os cinco pontos a se atentar:

1. Consumismo - equipamento de TI é sonho de consumo, não mais ferramenta de produtividade. Emoção ou racionalismo?

2. Rede sem fronteiras - Quem ainda trabalha apenas no PC do escritório na empresa? A maior parte dos e-mails é trocado em um smart phone, da mesma forma que muitos telefonemas corporativos ocorrem em celulares pessoais.

3. Dados nas nuvens - Não há mais a opção de manter todos os dados empresariais fechados na rede corporativa. Além de ser muito caro é impraticável,  a empresa precisa velocidade, mobilidade, presença. É preciso estar no "Cloud".

4. Outsourcing total - O help desk é atendido em Bangalore,  o sistema Web está em Los Angeles e o backend comercial e operacional em "Cloud Computing" fica em servidor brasileiro para driblar as leis de comércio internacional, os produtos são chineses e os desenvolvedores são cariocas. E a sua empresa como é?

5. Paradigma da mobilidade - Finalmente as máquinas pequenas, móveis e de fácil uso ficaram absolutamente populares e baratas e podem acompanhar seu dono. O homem não é naturalmente fixo em uma cadeira. Nos próximos anos, vamos ver mais e mais desenvolvimento feito sobre estas plataformas móveis e a obsolecência dos computadores fixos, permitindo o relacionamento virtual com pessoas e produtos de maneiras muito mais naturais.

Está nas nossas mãos!



Inovar X Criar

16 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Li a entrevista com Vijay GOVINDARAJAN no thinker50:

http://www.thinkers50.com/interviews/24/2009

Inovação é inimiga da criação.

Inovar é "reusar" algo criado para determinado propósito em outra coisa. É reutilizar, reciclar. Nada a ver com criação. Inovar está muito mais perto de vender do que de inventar.

O que o Vijay propõe, que me parece bastante coerente, é ampliar a P&D nas regiões do terceiro mundo e em países emergentes pois é justamente nestes ambientes onde estão as verdadeiras novidades para o resto do planeta. Faz muito mais sentido hoje vender mais "sandálias havaianas", que aliás são brasileiras, para o resto do mundo do que vender mais "coca cola" para o Brasil (ou para o Havaí).

Inovação reversa é amiga da criação.

Pensar "global" e agir "local" ou "glocalizar" ficou no passado. Temos que pensar "local" e agir "global". Aqui estará o real crescimento e sustentabilidade.



Campanha X Comunicação

11 de Junho de 2010, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Acabo de ler o artigo na adweek do Frank Striefler (http://bit.ly/5xCcCC).

Novas perspectivas no marketing. Aliás Peter Sealey, ex diretor de marketing da Coca Cola, acredita que as maiores oportunidades estarão nos negócios relacionados a biotecnologia e a redes sociais.

A sacada é que a melhor coisa a fazer será aposentar a idéia de campanha publicitária e pensar sempre, a cada dia do ano, em se comunicar, norteando-se pelos 5 princípios abaixo. Apenas isso.

1. Criar uma realidade melhor.

2. Não renegar o design.

3. Concentrar-se na marca.

4. Pensar 365, não 360.

5. Ser interessante.

Falar com cada cliente. Ser positivo, objetivo, valorizar o bom e o belo, enviar matérias interessantes, manter-se presente.

Em resumo, saber usar as redes sociais, blogs e e-mail.



Tags deste artigo: ecologia inovação livre sustentabilidade brasil negócios