Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia
 Feed RSS

Liberdade na Fronteira

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Marcelo Branco: oportunidades da revolução digital

24 de Setembro de 2007, 0:00, por Software Livre Brasil - 22 comentários
“A revolução digital traz uma nova oportunidade para os países em desenvolvimento, que ficaram em posição subalterna na sociedade industrial. (…) a nova sociedade, em rede, não será necessariamente mais democrática ou mais justa. Tudo vai depender dos resultados das disputas que estão em curso neste momento.”

Conheçam um pouco mais das idéias de Marcelo Branco, gaúcho assessor de estratégia para o desenvolvimento de software livre, na secretaria da Sociedade da Informação do governo da Catalunha, Espanha. Na entrevista concedida à revista eletrônica ARede, Marcelo nos mostra sua visão tanto sobre software livre quanto a cultura livre, o papel do Brasil na revolução tecnológica que se avizinha e muito mais.


Ajude a divulgar a lista brasileira de equipamentos e serviços compatíveis com Linux

24 de Setembro de 2007, 0:00, por Software Livre Brasil - 22 comentários

…e concorra a MP4 e MP3 players, mochilas Targus, períodos de VoIP grátis e até a ventiladores USB – além de contribuir automaticamente para doações para a Wikipedia e o WordPress! O BR-Linux coletou mais de 12.000 registros de compatibilidade de equipamentos e serviços (webcams, scanners, notebooks, …) na sua Pesquisa Nacional de Compatibilidade 2007, e agora convida a comunidade a ajudar a divulgar o resultado. Veja as regras da promoção no BR-Linux e ajude a divulgar – quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux à Wikipedia e ao WordPress.


A que será que se destina???

23 de Setembro de 2007, 0:00, por Software Livre Brasil - 22 comentários
E nasce mais um blog nessa profusão anárquica e confusa de opiniões que formam a web. E ainda bem que essas são suas principais características…

A tecnologia propiciou que esse emaranhado de cabos, fibras-ópticas, ondas electromagnéticas e demais ferramentas concretas pudessem representar algo abstrato que fizesse sentido aos humanos. E, voilá, temos um local aparentemente democrático onde todo mundo se expressa da maneira que lhe convém. Algo que, minimamente talvez, lembra o conceito de liberdade, acredito.

Na verdade, construímos hoje na web o maior tesouro da humanidade. Estamos, bit a bit, perfazendo o conhecimento humano, criando-o, reciclando-o e escaneando-o. Diferentes pontos de vista sobre um mesmo tema estão espalhados pela rede. A linearidade e parcialidade dos livros de história (“quem venceu a guerra escreve a história”), pode estar encontrando seu fim na malha da web.

Agora, porquê “Liberdade na Fronteira”? Simples: não são todos que querem isso. Isso fere conceitos e instituições que estão por aí, monopolizando o conhecimento e a cultura humana, e ganhando dinheiro sobre isso. “Liberdade na Fronteira” propõe uma discussão sobre a Cultura Livre, o Software Livre e aquilo que muitos tem como “contravenções”. Enfim, tudo aquilo que tenta contrapor o discurso e as práticas comuns à sociedade que não percebe que hoje, estamos em um período de mudanças profundas propostas pela tecnologia.

Enfim…